Nova Escócia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Os jovens da Nova Escócia não agüentam mais os costumes escoceses dos pais.

Cquote1.png Você quis dizer: Escócia Cquote2.png
Google sobre Nova Escócia
Cquote1.png Posso até usar uma saia ridícula, mas isso não quer dizer que sou viado. Na verdade sou muito macho, com saia ou sem saia Cquote2.png
Morador da Nova Escócia sobre seu kilt
Cquote1.png O uísque daqui é muito melhor Cquote2.png
Velha Escócia sobre o uísque escocês e neoescocês
Cquote1.png Halifax é uma cidade bastante explosiva, eh? Cquote2.png
Canadense sobre Halifaz, capital da província da Nova Escócia

A Nova Escócia é uma colônia fundada por escoceses em plena América do Norte. Por causa de uma briga entre os escoceses americanos e os do Reino Unido, essa região se uniu ao Canadá, e agora é mais uma província sem graça. Nova Escócia também é conhecida pelas variações da maré. Cerca de 6 horas por dia a província é totalmente inundada, taxa superada apenas por Bangladesh e São Paulo.

História[editar]

Uísque produzido pelos escoceses da Nova Escócia.

Séculos antes da chegada dos europeus ao continente e um pouco depois da aparição de extraterrestres, índios nativos se estabeleceram na península onde hoje fica a Nova Escócia. Eles passavam os dias pescando peixes e coçando o saco, no caso dos homens. Até que a maré alta causou uma enchente, inundado toda a região e matando quase todo mundo.

Os primeiros europeus a alcançarem a Nova Escócia foram escoceses, que fugiam do Reino Unido por não agüentarem mais os ingleses. Chegando na América do Norte, fundaram uma colônia, onde podiam beber uísque e usar um saiote ridículo sem ter que ouvir piadas sobre a verdadeira opção sexual deles. Por falta de criatividade, deram o nome à colônia de Nova Escócia. Repare na originalidade.

Em 1800 e lá vai bolinha, em decorrência de uma disputa para ver quem tocava melhor a gaita-de-foles, a colônia se separou da Escócia, se juntando ao Canadá. Nos anos seguintes, a população se arrependeu dessa escolha, e quis se separar dos canadenses. Logo a província se tornou um pé no saco dos canadenses, que só não queriam a independência dela por motivos obscuros, não compreendidos até hoje.

Como represália ao movimento de independência, o governo canadense contratou terroristas suicidas islâmicos para detonar um navio carregado com TNT, C4 e urânio na cidade de Halifax. O resultado foi uma explosão gigante que destruiu a capital. Hoje a Nova Escócia recebe auxílio financeiro da Escócia para se recuperar.

Geografia e clima[editar]

Acho que a maré subiu até demais.

Localizada num canto esquecido do Canadá, é bem pequena, o que intensifica seu esquecimento. Formada por planícies, sua altitude baixa facilita a ocorrência de enchentes causadas pela maré alta, que cobrem todo o território com água. O aquecimento global tende a ferrar ainda mais a província. O clima é frio, mas comparado aos padrões canadenses, até que lá é quentinho.

Economia[editar]

A maior fonte de renda é uma fábrica de Johnnie Walker que vende uísque para todo o Canadá. A exportação de saiotes estranhos e gaita-de-foles também rende dinheiro. A Escócia anualmente arrecada uma grana para financiar o movimento de independência da Nova Escócia, e entrega aos escoceses americanos.