Nova Iguaçu de Goiás

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nova Iguaçu de Goiás é um município qualquer do norte goiano. Não se sabe até hoje porque aquela pequena fazenda é considerada um município. Mas tanto faz, essa currutela é insignificante, nem no nome é original, já existindo a Nova Iguaçu carioca.

História[editar]

Entrada da cidade via BR-153.

Currutela criada por alguns nômades que decidiram criar uma fazendinha ali por volta de 1964. As terras férteis permitiram que plantassem bananas, milho e soja, e resto você já sabe, a família cresceu e aquilo virou mais uma cidade minúscula e irrelevante do interior goiano.

O rancho virou município em 1991, e daí? Acho que ninguém se importou, nem o povo, todos continuaram capinando e arando como sempre.

Atualmente a cidade é a residência da família Buscapé e de alguns antagonistas do Pica-Pau.

Geografia[editar]

Nova Iguaçu de Goiás mais uma dessas cidades no meio do mato de Goiás, que você encontra isolada da civilização quando se perde da BR-153

População[editar]

Nova Iguaçu de Goiás é uma típica cidade do interior que tem menos habitantes que letras no nome do município. A cidade inteira tem menos habitantes que um pequeno prédio em Brasília ou Goiânia. O último que entrar fecha a porteira.

Se já não bastasse a população de meia dúzia de habitantes, esse número ainda vem em declínio constante, pois o povo descobriu através do rádio que recentemente chegou na cidade, que podem ter uma vida melhor em qualquer outra cidade goiana.

Economia[editar]

As fazendas plantam aquelas coisas de sempre. Um fazendeiro fica ricaço, o restante dos empregados (a população inteira) trabalha como escravos nas propriedades vizinhas.

Cultura[editar]

Difícil achar algo que se possa chamar de "cultura" num buraco desses. No máximo o hábito de caçar capivaras para assar para o jantar.