Nova Zembla

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Somebody set up us the bomb!!!

Esta página contém elementos bélicos, químicos, atômicos ou bombásticos,
podendo causar um grande estrago no computador (e na mente) do leitor.
BumInutilsmo.gif


Nova Zembla é (ou era) uma ilha que ficou conhecida no mundo inteiro, incluindo o Djibouti, Myanmar e até Itapira, como o palco do mais cruel genocídio atômico da história da humanidade. Eu disse ATÔMICO, nada de militar sobre o genocídio armênio aqui, fã do System...

História[editar]

Nova Zembla na época que sumiu do mapa.

Ao longo de sua longa [carece de fontes] história, Nova Zembla foi habitada por bárbaros, vikings, amantes de gelo, noruegueses chilenos e aventureiros perdidos. Sim, "noruegueses chilenos", sem vírgula.

O contato com o extremo frio da região fez efeito no DNA do povo neo-zemblês. Em toda a sua maluquice, os habitantes da região sempre torraram a paciência dos russos com a pretensão de conquistar o Império Russo, até os bolcheviques fazerem o mesmo e não aguentarem mais a encheção de saco, invadindo a ilha e reivindicando-a.

O governo soviético achou que ter flagelado um pouco aquele povo daria um jeito, porém o cenário mudou em 1961.

O cataclismo de 61[editar]

Nova Zembla, como sempre gostou de mexer com o fogo gelo, irritou e revoltou profundamente o governo do beijoqueiro Khrushchov, quando em praça pública queimaram congelaram a bandeira soviética, despejaram vodka no mar, hastearam a bandeira americana, queimaram congelaram livros de Karl Marx e pintaram o cabelo de ruivo.

A União Soviética respondeu ao ultraje com força máxima e aproveitou para mostrar para o mundo o que acontece com quem desrespeita seus símbolos nacionais (no caso, a vodka). Ela armou e lançou uma bomba nuclear nervosa, com uma potência jamais vista, a Tsar Bomba, conhecida também como Mãe Russia, a rainha das bombas ou apenas Caralho Que Porra é Essa?!.

Em 1961, toda a população de Nova Zembla, a própria ilha de Nova Zembla e metade do Pólo Norte sumiram do mapa.

A Holanda sentiu os efeitos da bomba que derreteu todo o Oceano Ártico e alagou seu país. Papai Noel teve que se mudar da Finlândia pro Uzbequistão por causa dos efeitos radioativos da bomba.

Geografia[editar]

Outrora situada próximo do Pólo Norte e mais perto do Canadá do que da Russia, Nova Zembla foi varrida do mapa ao estilo soviético de ser: com seu glorioso hino tocando ao fundo e algum virjão fazendo piada de fome atrapalhando. Restam apenas lembranças e uma cratera absurdamente gigantesca.

Economia[editar]

Não existiu e jamais existirá. No passado, o máximo que acontecia lá eram vikings enterrando os seus tesouros.