Novorizonte

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Novorizonte é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
A única rua asfaltada é uma rodovia estadual (provavelmente esburacada).

Sciences de la terre.svg.png
Vampiros rindo após acharem que o nome "Novorizonte" vem de uma história séria com o primeiro prefeito da cidade quando na verdade foi um nome copiado de Belo Horizonte.

Novorizonte, Não vô pra Novorizonte ou Transilvânia pirata é mais um município caipira-nortense-mineiro com um diferencial: além de mato e poeira se tem uma quantidade enorme de idosos no município fazendo ele parecer um asilo mas... Por causa das risadas altas e de eles dormirem a tarde inteira a cidade ganhou o apelido de "Asilolândia do drácula".

História[editar]

Tudo começou quando a Igreja católica ainda caçava vampiros, quando a pólvora chegou da índia e as coisas começaram a ficar complicadas na Europa, os vampiros acabaram deixando uma Romênia fodida pelas guerras entre humanos X Vampiros e decidiram tentar vida nova nas Américas onde eles não seriam caçados...

Isso até lançarem o filme do Crepúsculo.

Enfim, os poucos vampiros pobres decidiram tentar vida nova na américa do sul em buracos na Bolívia e na Argentina (os piores seres do universo vão para lá não se sabe porque... Se sabe que Nazistas também faziam isso) e só uma família decidiu se estabelecer na américa do sul.

Mal sabiam essa família que eles iriam testemunhar uma "macumba forte" direto da Bahia. Após os vampiros perceberem que não conseguiam ter muitos filhos o patriarca da família cruzou a divisa Minas Gerais - Cocadalândia e decidiu participar daqueles rituais de macumba misturados.

O pior é que o casal tinha ido em sete rituais diferentes dos sete países africanos mais habituados com a prática de macumba. Seja como for a macumba deu muito certo, era para aumentar a fecundidade da esposa do patriarca mas depois que vários bebês vampiros saíam sem o vampiro patriarca sequer fazer uma força...

Esses vampiros formariam a população de Novorizonte, que teve um nome que deixasse bem claro: "Nós não somos uma cidade de vampiros! Olhe bem o nome! Horizonte é igual a sol não é? Então!".

Vampiros[editar]

Os vampiros mandam na cidade há um século e meio desde que chegaram ali. Eles deram muita sorte pois tinham pego o lugar mais desabitado de toda a região mineira, mais desabitado que aquilo só o Norte do Brasil. Esses vampiros tem certas características que foram adaptadas ao ambiente que vivem eles, para identificar um de um humano comum que se mudou para lá (mas que logo se tornará o jantar dos vampiros) precisa uma lista de características.

  • Os vampiros de Novorizonte não agem como vampiros mas sim como o estereótipo caipira manda, mulheres e homens com chapéus de palha e com mato na boca, sem excesões!
  • A maioria dos vampiros de Novorizonte torce para um time da segunda divisão ou que está extremamente ruim na série A, é bem comum ver pessoas com camisetas do Atlético Mineiro, do Ipatinga e de outros times mineiros fails por aí. Se você ver que há alguém andando com a camisa do brasiliense, melhor se preocupar...
  • Vampiros SEMPRE dão risadas cavernosas ao verem algo extremamente sem graça (herança da Romenia).

Apesar de serem dicas desnecessárias - a cidade de Novorizonte deixou de "existir oficialmente" desde que a Dilma elegeu um vampiro para ministro da infra estrutura - é sempre bom saber quando você vai encontrar a cidade do crepúsculo OU a cidade da casa de cera, que não é Novorizonte.

Ver também[editar]