O Clone

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Donramontaliban.jpg

"Vai tomar no cu", em árabe
Brimo, este artigo é árabe!
Ele gosta de mulher coberta e não gosta de ser confundido com turcos nem judeus.

Atenção:
Cuidado com este artigo! Qualquer coisa que fizer nele poderá lhe render 80 chibatadas e depois você vai arder no Mármore do Inferno! Não venha reclamar que está sendo sacrificado(a) como um carneiro e não tente mudar o destino deste artigo, ou lhe mostraremos o que está escrito no Alcorão!

Atenção: Este arquivo pode ser macumba. Depois, não fique reclamando que o Oxum Alá te rogou uma praga.

Cquote1.png Você quis dizer: O Silicone Cquote2.png
Google sobre O Clone
Cquote1.png Você quis dizer: As 365 e uma Noites Cquote2.png
Google sobre O Clone
Cquote1.png Você quis dizer: Marrocos Cquote2.png
Google sobre O Clone
Cquote1.png Você quis dizer: Someeente por amooor, a gente põe a mão, no fogo da paixão e deixa se queimar... Cquote2.png
Google sobre O Clone
Cquote1.png Experimente também: Caminho das Índias Cquote2.png
Sugestão do Google para O Clone
Cquote1.png Salamaleiku. Marrocos e você, tudo a ver! Cquote2.png
Rede Globo sobre O Clone
Cquote1.png Salamaleiku. Marrocos e você, tudo a ver! Cquote2.png
O Clone sobre Rede Globo
Cquote1.png Eles são clone um do outro! Cquote2.png
Minha mãe sobre O Clone
Cquote1.png Wá (áaa...)! Cquote2.png
Efeito sonoro tosco sobre alguma surpresa ou revelação em O Clone
Cquote1.png Não contavam com minha astúcia! Cquote2.png
Chapolin Colorado sobre sua coragem de assistir O Clone
Cquote1.png É a treva! Cquote2.png
Bianca, de Caras e Bocas sobre O Clone
Cquote1.png Falou palavrão! Falou palavrão! Cquote2.png
Sílvio Santos sobre O Clone
Cquote1.png Cada clone é um flash! Cquote2.png
Dona de casa sobre O clone
Cquote1.png Na União Soviética, o Albieri clona você! Cquote2.png
Reversal Russa sobre O Clone
Cquote1.png Que belos chifres você tem! Cquote2.png
Maysa & Said sobre eles mesmos!
Cquote1.png Essa novela é uma gazela! É linda como uma galinha! Cquote2.png
Mohamed sobre O Clone
Cquote1.png Essa novela não é brinquedo não! Cquote2.png
Dona Jura sobre O Clone
Cquote1.png Essa novela vai arder no mármore do inferno! Cquote2.png
Pastor da Igreja Universal, que assiste a novela sobre O Clone
Cquote1.png Já estava escrito! É destino! Cquote2.png
Glória Perez, se achando, sobre o sucesso de O Clone
Cquote1.png Preciooooooso!! Ooooouro!! Meu precioooooso!! Cquote2.png
Filha de Jade sobre ouro
Cquote1.png Essa novela veio trazer a discórdia pra minha casa! Cquote2.png
Tio Ali sobre O Clone
Cquote1.png Estou sendo sacrificada como um carneiro! Cquote2.png
Latifah sobre sua tortura em ter que assistir O Clone no Vale a Pena Ver de Novo
Cquote1.png Que Alá reduza os capítulos de sua reprise! Cquote2.png
Qualquer Um sobre O Clone
Cquote1.png Isso é coisa do demônio! Cquote2.png
Evangélica fanática sobre O Clone
Cquote1.png Aff! A Globo tinha que reprisar Celebridade! Cquote2.png
Guria retardada sobre O Clone no Vale a Pena Ver de Novo
Cquote1.png Ninguém curtiu isso! Cquote2.png
Facebook sobre O Clone no Vale a Pena Ver de Novo
Cquote1.png Não perco meu tempo vendo essa porcaria! Cquote2.png
Usuário do Yahoo! Respostas sobre O Clone
Cquote1.png Não sei pra quê tem gente que faz novela do Marrocos; o Brasil é tão grande! Cquote2.png
Benedito Ruy Barbosa sobre O Clone

Resumo[editar]

Novela brasileira acerca de árabe/indígena, clonagem, drogas, bundão da Juliana Paes, pastéis da Dona Jura, chibatadas por tudo e por nada; Stênio Garcia dançado à la viado, pulseira e brincos chocalhando e muita, muita, muita música árabe. A história narra a vida de Albieri, um cientista desocupado e homossexual enrustido que, ao perder o afilhado Diogo, ficou sem quem o comer após a jornada de trabalho. Paralelamente a isso, Deusa, uma manicure pobretona –- que apesar disso, morava numa casa enorme e tinha dinheiro pra fazer inseminação artificial –- resolve ir à clínica do Doutor Albieri pra fazer uma inseminação artificial e ter um filho. Albieri vê nisso a oportunidade de criar um clone de seu adorável afilhado, Diogo, usando os genes de seu irmão gêmeo, Lucas. Algum tempo depois, o clone filho de Deusa nasce branquinho, branquinho, e Albieri começa a ter uma obsessão pelo garoto (pedofilia). Enquanto isso, Jade ficava dando a boceta fazendo amor escondido com Lucas no Marrocos, e então os dois se apaixonam. Cansada de escrever tanta merda, a Glória Perez resolveu bagunçar melhorar a história, acrescentando alguns personagens, e fazendo aquela marmelada toda que ela sempre faz em suas novelas... Então, viram como O Clone é uma novela divertida? Também não acho.

Jade, imitando sua amiga de longa data Haifa Wehbe, chifrando o marido
Sem joias, sem maquiagem e sem adorar a Alá, a Jade fica assim!

Fatos Desconhecidos[editar]

A novela O Clone deu a conhecer ao povo brasileiro (e não só) muitos aspectos desconhecidos da cultura árabe, como por exemplo:

  • Marrocos tem como línguas oficiais o árabe e o português, sendo praticamente impossível alguém não falar português lá;
  • Mulher muçulmana pode ser chibatada, não pode ler nem escrever, nem mesmo respirar, a não ser com autorização do marido, mas pode chifrá-lo e casar a torto e a direito;
  • Árabe que se preze é loiro, branco como o leite e de olho azul. A imagem típica de um magrebino, como é o caso dos personagens da novela;
  • Habib não significa comida duvidosa;
  • O único passatempo permitido à mulher árabe é dançar, inclusivamente com cobras (animal de estimação preferido das famílias árabes) e espadas (o que demonstra que homem árabe é muito espada, embora as suas danças ao longo da novela demonstrassem o oposto);
  • Outro fato interessante mostrado é quão perto fica o Marrocos, tendo em vista os protagonistas decidirem viajar para o Marrocos e, na cena seguinte, logo após pegarem um Táxi em São Cristóvão, já estarem no Marrocos! Deduz-se também que as passagens aéreas deviam estar em promoção à época da novela (leve 3 e pague 2), pois ninguém viajava sozinho (em média, metade do núcleo árabe para cada viagem).

Trilha sonora[editar]

  • Devido ao imenso sucesso da novela, contou com cinco CDs lançados: nacional, internacional, O Melhor do Bar da Dona Jura, O Melhor da Dança do Ventre de O Clone e Ísis Lounge - Boate Nefertiti. Ainda houve um sexto volume, Trilhas e Temas Por Marcus Viana, só que este não teve apenas temas da novela.

Nacional[editar]

Capa: Jade

  1. A Miragem - Marcus Viana (tema de Jade e Lucas -- "somente por amor/a gente põe a mão/no fogo da paixão/e deixa se queimar...")
  2. Meu Grande Amor (Si Tu M'Aime) - Lara Fabian
  3. Love in the Afternoon - Legião Urbana
  4. No Balanço do Buzão - Miltinho Edilberto - part. Falamansa
  5. Escândalo - Caetano Veloso
  6. Alma - Zélia Duncan
  7. Tarde Triste - Nana Caymmi
  8. Modernidade - Lulo Scroback
  9. Eu Só Sei Amar Assim - Zizi Possi
  10. Alto Lá - Zeca Pagodinho
  11. No Escuro - Marina Lima
  12. O Silêncio das Estrelas - Lenine (tema do Albieri)
  13. Sob o Sol - Sagrado Coração da Terra (abertura)
  14. Maktub - Marcus Viana & Transfônica Orkestra

Internacional[editar]

Capa: Lucas/Léo/Diogo (você decide)

  1. All for Love (A Miragem) - Michael Bolton
  2. Mi Gran Amor Le Di (And I Love Her) - Jose Alberto "El Canario"
  3. Luna - Alessandro Safina
  4. Adarghal (The Blind in Spirit) - Abdelli
  5. Bir Günah Guibi (Natalie) - Ajda Pekkan (em turco)
  6. Desert Rose - Sting
  7. My Lover's Gone - Dido
  8. Whenever, Wherever - Shakira
  9. El Alem Alah - Amr
  10. Marcas de Ayer - Adriana Mezzadri
  11. I Want Love - Elton John
  12. Melodramma - Andrea Bocelli
  13. Nour El Ain - Amr
  14. Dans La Nuit - Sarah Brightman
  15. Azez Alaya - Tony Mouzayek
  16. My Friend - Groove Armada
  17. Urga - Badema (em irlandês; "urga" significa desejo)
  18. Things About Me - Ayres
  19. Miracle - Jazzy

O Melhor do Bar da Dona Jura[editar]

Capa: Dona Jura (O RLY?)
1. Né Brinquedo Não - Molejo
2. Deixa a Vida me Levar - Zeca Pagodinho
3. Você Abusou (Opus Dois) - Jorge Aragão
4. Hoje Tem Samba - Arlindo Cruz e Sombrinha
6. 1800 Colinas (ao vivo) - Zélia Duncan e Beth Carvalho -- in memorian
7. Final Feliz - Caetano Veloso e Só Pra Contrariar
8. Depois do Prazer (ao vivo) - Alcione
9. Quero um Cafuné - Dudu Nobre
11. Mulher Brasileira - Benito di Paula
12. Se Você Jurar - Grupo Fundo de Quintal
13. Mulheres - Martinho da Vila
14. Em Busca do Penta - Pelé

O Melhor da Dança do Ventre de O Clone[editar]

Capa: duas dançarinas do ventre, ou duas odaliscas... 'cê escolhe.

  1. Azez Alaya - Tony Mouzayek (sim, de novo)
  2. Wraal Al Chajar - The Mousayek Arab Ensemble
  3. Mabruk - Gisele Bomentre
  4. Ya Helou Ya Zein - Tony Mouzayek
  5. Maktub - Transfônica Orkestra
  6. Latsadigui - Tony Mouzayek
  7. Danças Sagradas de Ísis - Transfônica Orkestra & Marcus Viana
  8. Shams Su Sahara - Sagrado Coração da Terra
  9. Ya Habib Ta Ala - Gisele Bomentre
  10. Kheops - Marcus Viana & Transfônica Orkestra
  11. Laguetek - Transfônica Orkestra
  12. Inta Aomri - Gisele Bomentre
  13. Danças Sagradas de Ísis nº 2 - Transfônica Orkestra & Marcus Viana
  14. Zahma Ya Dunia - Tony Mouzayek

Isis Lounge Temple of Dance (Músicas da Boate Nefertiti)[editar]

Músicas de Marcus Viana. OK, a novela retratava a cultura marroquina, não a egípcia, mas vale conhecer este outro CD, lançado pela Sonhos & Sons:

  1. Gopi Jam
  2. Shams Su Sahara (epa! Esta não é a do volume II não?)
  3. Life Flows
  4. Corpvs Et Espiritvs
  5. Gitano Déjà Vu
  6. Rio-Delbi (suposta transpassagem Rio-Marrocos mostrada na novela)
  7. Albinioni's Dream
  8. Turquoise Blue
  9. Taka Tikatum
  10. Divina
  11. Transparência
  12. Baroque Ritual

Reprise[editar]

A Rede Globo não se contentou em torturar os telespectadores exibir Caminho das Índias O Clone somente uma vez. Em Janeiro de 2011, depois dos telespectadores cometerem Sete Pecados, a emissora colocou O Clone no ar novamente, de novo, mais uma vez, outra vez, pela segunda vez, para que sua audiência se purificasse, conforme os mandamentos de Alá, que estão escritos no Alcorão. Aliás, 7 Pecados foi um fiasco (e foi só ⅓ exibida), não sei por que reprisaram...

Marroquino típico: loiro e de olho azul.

Ver também[editar]