O Fantasma da Ópera

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Bandeira da Inglaterra.png
Rainhavitoriapre.jpg
GOD SAVE THE DESCIC£OPEDIA!!!
The £ondon Royal British Association of England, Merlim's Order First Class, Scotland Island, Ireland, Beatles Band and Walles and Gales garantem que este é um artigo 100% inglês e industrializado legitimamente da Inglaterra, casto e muito vitoriano e tendo a aprovação da Rainha Elizabeth II, do £ewis Hamilton e da Câmara dos £ordes!

Se o artigo for sem graça, é apenas humor britânico. Afinal, vocês querem o quê, Monty Python?

£embre-se: Oscar Wilde te ama... mas os argentinos, franceses e alemães te odeiam!

Quevedo25on.gif
Este artigo contém coisas que nón eczisten!!

Este artigo se trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador, ou desculpa esfarrapada. Provavelmente ele contém informações sobre animais grotescos e pessoas desfiguradas que tiram uma foto sua e capturam sua alma. Tome cuidado, pois, a qualquer momento, você pode espirrar e se alguém não falar saúde, o capeta vem e carrega a sua alma!


Nota: Este artigo fala sobre a história. Se está procurando o personagem, consulte Erik, o Fantasma.


O Fantasma da Ópera é um livro, peça de teatro, musical, filme e mais 5.791.234 outras coisas. Tudo se concentra em uma história sobre um compositor de ópera maníaco sexual que persegue uma jovem ninfeta bailarina cheiradora e cantora de ópera.


Tabela de conteúdo

[editar] A História (mais detalhada)

Pais do Fantasma

Na famosa Casa da Mãe Joana de Ópera em Paris, todo mundo está gozadoo! O chamado "Fantasma da Ópera" assombra o edifício já a algum tempo (78 anos) e todo mundo anda com o pito aos saltos para saber quem é o tão misterioso "Fantasma".

O "Fantasma" é um cara doidão que cheirava maconha e um dia, quando foi acender um baseadão, queimou a cara toda (mas apenas em metade da cara). Desde então viveu escondido procurando ninfetas para assombrar...até que achou uma que não queria cede-lo. Aí é que começa toda uma história cheia de complicações (mas é claro quwe no final acaba tudo bem...ou não)!

Acontece que essa ninfeta (Christine) já havia se comprometido com o cafetão com Raoul, e não queria largá-lo para ficar com um homem que nem ao menos mostrava-lhe o rosto (se ele era tímido assim imagina como seria na hora do afogamento do ganso)!

E daí se desenvolve toda a história, contando com a participação de personagens escrotos e que cantam tanto que enche o saco ilustres e de grande talento, mas que às vezes tentam prejudicar a meretriz pobre gozo

[editar] No Final (na verdade, há 13.589 finais diferentes):

  • No filme (2004), a Christine devolve o anel de noivado ao "Fantasma" (o que o "Fantasma" lhe tinha dado) e vai-se embora com Raoul. O filme acabava com Raoul já velho na cova de Christine (morreu de susto ao ver que Raoul não tinha pênis). Pousada na campa está uma rosa vermelha com uma fita de seda preta (uma macumba a marca do "Fantasma"),ou seja, o Erik continuou vivo (só se foi comendo os ratos do subterrâneo).
Toda família reunida para o Carnaval...
  • No livro, o "Fantasma" pede a Christine que meta o anel de noivado no cadáver dele quando morrer. Christine e Raoul vão-se embora juntos. Anos mais tarde, quando está a ser feita uma busca pelos subterrâneos da ópera, encontram um cadáver atrás de um espelho. Junto do cadáver havia um verme anel, a prova que Christine tinha roubado todo o resto cumprido a sua promessa.


[editar] Bonitas Letras

Seja perverso e perceba o sentido sexual das letras:


  • A Música da Noite (hum....)

"(...)

A música vai acariciá-la Ouça-a. sinta-a Possuí-la secretamente Abra sua mente Liberte suas fantasias

(...)

Próximo ator a fazer o Fantasma

Só assim você poderá pertencer A mim Flutuando, caindo Em doce intoxicação Toque-me, confie em mim Saboreie cada sensação

(...)

Somente você Pode fazer com que a minha canção alce voo Ajude-me a fazer A Música Da Noite"


  • O Ponto Sem Retorno (The Point of No Return):

"(...)

Não adianta resistir: Abandone os pensamentos E deixe os sonhos entrarem...

Que o fogo violento inundará a alma Que rico desejo destrava sua porta Que doce sedução se encontra diante de nós?

(...)

Em minha mente eu tenho imaginado Nossos corpos se entrelaçando Sem defesas e silenciosos,

(...)

Uma última pergunta Até quando teremos que esperar para nos tornar um só?

Quando o sangue começar a correr Do botão adormecido nasceu a flor Quando as chamas da paixão nos consumirão?

(...)"

Ainda acha que "O Fantasma da Ópera" é um bom filme para ver em família?


[editar] Ver Também


v d e h
Oscar 1.jpg Logo Coisas de Hollywood.jpg Oscar 1.jpg
Oscar 4.jpg
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas