O Proxeneta

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
EMtv-755381.jpg ESTE ARTIGO FEZ PACTO COM A MTV!

Ele provavelmente foi criado por um VJ, finge que se importa com música e vai se mudar pra Record quando as coisas estiverem feias. Não vandalize, ou será obrigado a assistir os vídeos da Kéfera!

Pra quem achava que privada só dá em merda...

Cquote1.png TI AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAMOOOOOOOOOOOO!!! Cquote2.png
Mirella sobre Ralph Romero
Cquote1.png Ólha quem tá na televisão... que sem vergooonha éssa bichinha... é uma mulher de piruzinho! Cquote2.png
Traficante Gildo sobre Bichinha
Cquote1.png Tem uma nova novidade aqui pra tu... é o cajuzinho! Cquote2.png
Traficante Gildo sobre sua nova droga pro seu cliente Samuca
Cquote1.png Você é o meu benzinho e eu sou teu benzão, então vamos lá pra casa pra fazer sucção! Cquote2.png
Comunidade Ninjitsu sobre trilha sonora de Zorze e Bichinha

O Proxeneta foi a primeira de duas novelas fabulosas e premiada com vários prêmios e premiações e premiados similares no Cannes, no Canil, no Festival de Gramado, na Festa do Matagal e em outras premiagens do Brasil e do mundo. Sua história policial extremamente criativa e bem ao estilo de Sílvio de Abreu faz qualquer um curtir adoidado e delirar no poder desse enredo único e sensacionalisticamente sensacional. Foi exibida na MTV em outubro de 2006 com seus longuíssimos 7 capítulos.

A Rede Globo disse falsamente que essa história seria uma sátira a seu folhetim pocilgal chamado O Profeta. Mas a verdade é que o enredo real é que o Franco Faraco, dono da empresa Barro na Louça Corporation - indústria de latrinas e vasos sanitários em geral decide passar as férias em Petrópolis, mas ao atravessar a rua é atropelado por um misterioso par de galochas (sim, pelo PAR de galochas, não pelo carro dele), ficando em coma "profundo e obscuro" e em estado de ". O grande mistério da telenovela é descobrir quem tentou matar Franco Faraco. Mas que se foda quem tentou matar o cara, meu! Negócio é beber, cair e levantar, fumando um cajuzinho, porque café é muito leve!

Personagens[editar]

"TI AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!"
  • Franco Faraco - o presidente da empresa "Barro na Louça Corporation", fabricante de latrinas, é atropelado por um misterioso par de galochas. Fica em coma durante a telenovela inteira e só sai de seu estado vegetativo quando Bichinha de Souza lhe dá de presente o primeiro barro que ela fez na vida numa privada fabricada por ele. É interpretado por Bruno Sutter.
  • Ralph/Ralf (sei lá como é) Romero - vice-presidente da empresa, é um dos responsáveis indiretos pelo acidente que quase matou Franco Faraco, a quem planejava derrubar (mas nem ele sabe ainda quem seria o dono das galochas). É interpretado por Fausto Fanti. Curiosamente em diferentes momentos da trama seu nome é escrito de maneiras diferentes (Ralph ou Ralf), provavelmente devido a um erro no RG ou na Certidão de Nascimento ou no Cadastro Único do carinha.
  • D. Catarina - mulher de Franco Faraco que fica chorando o dia todo feito mané e que queria comer Crepe Suzette e dar Messi Bocu, Vai Tomar no Cu. É interpretada por Adriano Pereira.
  • D. Telma - secretária de Franco Faraco fodida e odiada. É interpretado por Marco Antonio Alves.
  • Sindoca - aposentado estressado que trabalhou durante trinta anos na empresa do Dr. Franco Faraco e durante este tempo "só ganhou banana, banana!". Casado com D. Helena com quem teve os filhos Samuca e Vanessa. É interpretado por Felipe Torres.
  • Samuca - menino viciado em café e cajuzinho, é encontrado jogado na rua e levado pela carrocinha de cachorro. Tem um triste fim: vira sabão (bem feito!). É interpretado por Adriano Pereira.
  • D. Helena - mulher de Sindoca. É "cega" (na verdade ela curte brincar de roleta russa) e assim não enxerga e não acredita nos erros do filho (Samuca). É interpretada por Bruno Sutter.
  • Vanessa - menina de hábitos estranhos, filha de Sindoca e D. Helena, irmã de Samuca. No casamento de Bichinha e 'Zorze' vemos ela acompanhada de sua namorada. É interpretada por Fausto Fanti.
  • Bichinha de Souza - "uma mulher de peruzinho", na definição do traficante Gildo. É namorada do ciumento "Zórze". Ganha na loteria, compra a Indústria Barro na Louça Corporation e a devolve para Franco Faraco (ele era um homem muito bom para ela, pois dava biscoito e balas). É interpretado por Marco Antonio Alves.
  • Jorge - o namorado, às vezes violento (pois não gosta de vê-la no meio do samba com um monte de homens feito rapariga), de Bichinha de Souza. Conhecido como Zórze. Bebe feito uma draga. É interpretado por Felipe Torres.
  • Traficante Gildo - interpretado por Gil Brother, é o criador de vários baratos loucos, como café e cajuzinho. Se não pagar ele, já sabe, ele vai te apagar, pois com ele é cemitério ou cadeia. Tem dois capangas que não possuem nome, apenas chamam eles de capangas, bandi lambões.
  • Assistente do Gildo - é um dos avião do Gildo, normalmente apenas dá risadas completamente "reais". Interpretado por Fausto Fanti. O outro "lambão" do Gildo não interessa sabermos quem é, é um otário qualquer.
  • Tcholopez - traficante boliviano de Cochabamba, amigo de Gildo. É interpretado por Felipe Torres.
  • Detetive Max - investigador da misteriosa tentativa de assassinato do empresário Franco Faraco, que no final desiste da investigação e manda o assassino se foder. É interpretado por Adriano Pereira.
  • Mirella - ex-namorada de Ralph, não aceitou o fim do relacionamento com ele e aparece em todos os lugares que ele (até dentro da lixeira) vai dizendo de forma sinistra a frase "Ti AAAAAmOOOOOOOOOOOoooooOOOOOOOOOooooooOOOOO". É interpretada por Felipe Torres.
  • Silvinha - um dos flertes de Ralph, almoçou com ele no restaurante Pierrô. Ignorem a citação sobre ela, só aparece no primeiro episódio e não sabe falar porra nenhuma. Não sabemos também o nome da atriz (mesmo ela sendo uma puta duma gostosa).
  • Assassino das Galochas - Atropelou Franco Faraco com as galochas segundo a Wikipédia (e não com o carro, seus burros!), as intenções dele nunca ficaram claras (ele ainda tentaria inutilmente mais três vezes matar o Franco, mas sempre fracassou miseravelmente). Gosta de pisotear e sapatear tudo que vê com suas galochas. Não sabemos quem fez o assassino, e ficará um mistério eterno para sempre.

Assista[editar]

Mas vai procurar sozinho...