O tricentésimo primeiro espartano

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é relacionado à história.

E é neorrevisionista!

40967074 nikita.jpg
Greece-flag copy.jpg "ΑΝΕΓΚΥΚΛΟΠΑΙΔΕΙΑ Η ΘΑΝΑΤΟΣ!!!"

Re, este artigo é grego! Ele pratica beijo grego, joga tudo na janela do carro quando acaba e gosta de ganhar de Portugal na Eurocopa, além de estar endividado pra caralho.

Leoberto, 1 dia antes do fatídico dia

Seu nome é Leoberto. Leoberto de Esparta era um soldado de Leônidas. No dia da apresentação, Leoberto chegou atrasado. Seu despertador natural, o galo do vizinho, tinha sido morto. Enquanto Leoberto dormia, o galo virava sopa. Leoberto de Esparta chegou muito tarde e a tropa de Leônidas já havia sumido.

Leoberto era o tricentésimo primeiro espartano. Dizem que o próprio Leônidas mandou matar o galo, pois 300 era um número redondinho. Assim, Leoberto não foi usado na história de Frank Miller. Ele não participou do filme, mas sempre será lembrado pelos historiadores como o "Espartano 301".

Preparação de Leoberto[editar]

Leoberto já havia se preparado durante vários anos. Há muito tempo que Leoberto esperava por esta oportunidade. 1 dia antes da apresentação, Leoberto havia feito a barba, para deixar igual à barba de Leônidas. O nervosismo havia batido na porta da casa de Leoberto mas ele estava ocupado demais para atender. Leoberto ficou 10 horas seguidas malhando o abdome, para ficar trincadão. Leoberto sabia que alguém, em alguma era distante, iria escrever algo sobre os guerreiros de Esparta e que lançariam um filme que tornaria os heróis de Esparta famosos mundialmente. Leoberto não queria fazer feio.

O Grande Dia[editar]

Leoberto, algum tempo depois

Faltava pouco tempo para o grande dia. O nervosismo que batera a porta anteriormente desta vez entrou pela janela. O nervosismo havia atingido em cheio Leoberto. Faltando 12 horas para a apresentação da tropa, Leoberto já sentia seu coração bater. Não conseguia dormir de jeito nenhum. Leoberto ficou se debatendo na cama durante várias horas até que não aguentou e resolver pegar pesado. Ligou a televisão e ficou assistindo a programação da Rede TV!, a rede de TV que mais cresce em ESPARTAAAAAAA!!!! O sono então chegou. Leoberto dormiu como um anjinho, se é que anjos dormem. Infelizmente, apesar de toda a preparação, Leoberto não conseguiu acordar cedo. Leoberto amanheceu dormindo e se atrasou. A tropa já havia partido e Leoberto ficou para trás.

Depois do trágico dia[editar]

Para Leoberto restou apenas lamentar o que aconteceu, ou melhor, o que não aconteceu. A vida de Leoberto era muito feliz antes do maldito dia. Ele vivia metido em guerras. Sua vida começou a ir para o buraco depois deste dia. Leoberto começou a beber para tentar esquecer este fato, mas as pessoas nas ruas de Esparta faziam o favor de lembrar a ele. Em pouco tempo, Leoberto já havia entrado em estado de depressão. Tentou o suicídio 2 vezes. Na primeira vez, tentou se asfixiar com um torresmo. Na segunda vez, tentou se afogar em um barril de vinho. Fracassou feio. Leoberto já havia virado um alcoólatra e parou de fazer exercícios. Leoberto passou a comer apenas carne de porco com farofa. Morreu 2 anos mais tarde, aos 35 anos, vítima de um ataque cardíaco.

Ver também[editar]