Ogedei Khan

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é relacionado à história.

Plínio Salgado aprova este artigo. Anauê!

Hitler e Alien.jpg
Mongol warrior.jpg
Khan Khan Khan Khan!!! Este artigo é da Mongólia!!!

Ele mora em um Yurta, é pobre, vive no meio do nada, escreve com
alfabeto cirílico e nunca quer ser confundido com chineses!!!

Se você traiu Genghis Khan, CAIA FORA DAQUI!!!

Mongolia.jpg
Ogedei, filho de Genghis

Ogedei Khan era filho do Genghis Khan. Apenas isto é importante saber.

História[editar]

Ogedei Khan, filho de Genghis Khan, era um dos milhares filhos de Genghis, talvez o preferido do Khan. A ele foi dada a missão de continuar com o gigante império que seu pai havia construído. Uma tarefa difícil, já que normalmente os filhos estragam com o império dos pais. Com Ogedei não foi diferente, mas dos filhos de Genghis, ele foi o que se saiu melhor. Os demais filhos trocaram as terras ganhas por cavalos.

Quando Genghis Khan morreu e a missão de sustentar o império foi cedida a Ogedei, ele conseguiu não destruir o Império Mongol. Ogedei não decepcionou, mas o império não aumentou também. Quando Ogedei morreu, seus irmãos venderam as partes dele e o que havia sobrado do império trocaram por mais cavalos. Ogedei Khan não fez história, mas era filho de Genghis Khan, e isto já basta para aparecer na Wikipédia.

Grandes feitos[editar]

As grandes conquistas de Ogedei Khan

Ter nascido na mesma casa de Genghis Khan é o um dos maiores feitos de Ogedei Khan, além de ter o mesmo sobrenome. Mas o grande diferencial de Ogedei em relação aos demais 3 milhões de filhos de Genghis Khan é o fato de ter sido escolhido pelo próprio pai para tomar conta das terras dominadas. Ogedei até fez seu serviço, mas não foi o suficiente para ser considerado um grande personagem histórico. Seu sobrinho Kublai Khan fez muito mais coisa.

Terras conquistadas[editar]

Nenhuma. Porque a feiura dele não deixou que ele conquistasse porra nenhuma.

Ver também[editar]


Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!