Ohko

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Madruga1.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.


Rokusho.jpg Este artigo é relacionado a fillers!

Você nunca vai ver num mangá, provavelmente não serviu para porra nenhuma
e é difícil pacas de encaixar na cronologia original (ou não).

Clique aqui para saber de outras coisas sem importância.


Ohko

Ohko.JPG

Classificação Figurante
Cavaleiro
Deus a que serve Ele mesmo
Armadura Nenhuma
Golpes Grande Furacão do Tigre (Mou Ni Retsu Fuu Shi Ten Ken)
Perfil
Nacionalidade Bandeira da China China
Local de Treinamento Cinco Picos de Rosan
Nascimento 16 de Abril
Frase Favorita "Vamos, lute comigo, Shiryu!"


Cquote1.png Você quis dizer: Dohko? Cquote2.png
Google sobre Ohko
Cquote1.png Você quis dizer: Ô Loko? Cquote2.png
Google sobre Ohko
Cquote1.png Experimente também: Shiryu de Dragão Cquote2.png
Sugestão do Google para Ohko
Cquote1.png Ohko, você é muito malvado! Cquote2.png
Mestre Ancião sobre Ohko
Cquote1.png Vai tomar Noku, Mestre Ancião! Cquote2.png
Ohko sobre Mestre Ancião
Cquote1.png Ah, sim, e desbocado também! Cquote2.png
Mestre Ancião sobre Ohko

Apresentação[editar]

Dohko de Libra (ou Mestre Ancião, tanto faz) o querido mestre de Ohko.

Ohko (ele não tem sobrenome, mas pode ser chamado também de Ohko de Tigre) é mais um integrante do anime/yaoi Cavaleiros do Zodíaco, sendo que este não faz parte do clássico núcleo alegre do anime, mas sim do núcleo macho, cuspidor no chão e coçador de saco, coisa muito incomum por alí mas que existem (pelo menos na teoria) e não foi à toa que o colocaram somente por um filler de um único episódio, já que ele não combinava em nada com todos os integrantes principais do desenhinho nipônico.

Ele foi discípulo de Dohko de Libra e trabalhou duro para conseguir ser discípulo desse velho nos Cinco Picos de Rosan. Infelizmente, durante o seu árduo treinamento, um novato apareceu e lhe tirou o sonho de possuir a Sagrada Armadura de Bronze de Dragão, que estava escondida no final da Cachoeira de Rozan (se ele soubesse antes, já tinha roubado ela de lá). Tal novato não era nada mais e nada menos do que o portador de necessidades especiais em âmbito visual, durante alguns episódios, Shiryu de Dragão, vindo da Fundação Graad de Mitsumasa Kido.

Treinando que nem burro[editar]

Ohko durante seu treinamento. Com essas bandagens nos punhos, ele parece o Seiya de Pégasus.

Tudo era uma maravilha quando Ohko chegou pela primeira vez nos Cinco Picos de Rosan. Vindo da China com todos aqueles problemas de supressão de ideias e acesso à internet com dificuldades (nem xingar muito no Twitter ele podia), Ohko pensou que poderia começar uma nova vida tornando-se Cavaleiro de Athena, onde poderia acabar ganhando o respeito dos outros ao invés de ter que respeitar aquele bando de gente que o vivia reprimindo, espancando e sodomizando-o (mais só um pouquinho).

Assim que pôs os pés naquele país estrangeiro, ele encontrou com um velhinho no auge dos seus 261 milhões de anos, que era mais conhecido como Mestre Ancião pelo óbvio, o cara estava mais morto do que vivo, já que não tirava a bunda de um toco de rocha (ui). Mesmo assim, Ohko descobriu que seria aquele decrépito tio que o ensinaria a dar os golpes mais foderosos do mundo, mesmo que ele não tivesse em posição de aguentar um assopro com aquele corpo que mais parecia um maracujá de gaveta do que um corpo de homem.

Shiryu de Dragão, o Best Friend de Ohko.

Para a surpresa de Ohko, descobriu-se que aquele cara nada mais era do que um antigo guerreiro protetor de Athena, nada mais e nada menos do que um Cavaleiro de Ouro, sendo este conhecido como Dohko de Libra, já que ele protegia a Casa de Peixes Libra (O RLY?). Tudo estava indo muito bem e Mestre Ancião via em Ohko um futuro brilhante para o Cavaleiro de Bronze de Dragão, já que Ohko era obediente e tinha tanta força quanto uma manada de elefantes em debandada.

Porém, para a sua maior decepção, um novo aluno acabou sendo mandado para os Cinco Picos Antigos, também para receber um treinamento de Cavaleiro, assim como Hyoga de Cisne foi mandado para treinar junto com Isaak de Kraken pela Armadura de Bronze de Cisne e Shun de Andrômeda foi para a Ilha de Andrômeda, tentar roubar ganhar a Armadura de Bronze e Andrômeda, tudo em grupinhos de dois e de três, somente o protagonista Seiya de Pégasus que foi mandado sozinho para a Grécia, sabe-se lá porque.

De vinho para água[editar]

Ohko de Tigre de Shiryu de Dragão, os Melhores Amigos do Anime.

O nome do noob novato a Cavaleiro era Shiryu, que tinha vindo do Japão à mando do comandante da Fandação Graad, Mitsumasa Kido, que era um velho podre de rico e que tinha como sua protetora nada mais e nada menos do que o dinheiro a Deusa Athena, na forma da pequenina lolicon Saori Kido. Para a maior tristeza de Ohko, Shiryu acabou recebendo um tratamento diferenciado de Mestre Ancião, sempre recebendo toda a atenção possível e carinho que nem mesmo Ohko havia recebido no começo.

Isso sempre deixava Ohko morrendo de ciúmes, mas ele tentava esconder ao máximo tudo isso que sentia, já que tinha uma meta a atingir, se tornar um Cavaleiro de Athena. Mas o tempo foi passando, o treinamento foi ficando cada vez mais difícil e Ohko não estava vendo melhoras para o seu lado, somente para o lado de Shiryu, que estava aprendendo mais rápido, tinha os golpes mais foderosos em mãos e ainda conseguia mudar um pouco o curso da Cachoeira de Rozan, tal qual o Mestre Ancião fazia facilmente.

Foi então que Ohko começou a se rebelar contra tudo e contra todos por alí. Mesmo que não tivesse muita força se comparado com o seu Mestre, Ohko ainda era muito valentão e corajoso, não tendo medo de porra nenhuma que viesse à sua frente, sem falar que todos na Vila de Rosan cagavam nas calças ao vê-lo, já que tinha um olhar pior do que um marginal e um sorriso mais sarcástico do que a da tua mãe quando você vai apanhar de cinto. Aproveitando-se de seu jeitão de delinquente, Ohko começou a abusar de sua força contra os mais fracos de Rosan, batendo e espancando à qualquer um, bastava que ele não fosse com a cara de alguém para o pau correr solto (ui!).

Tudo isso somente com o objetivo de chamar a atenção de Mestre Ancião para com ele e deixar Shiryu se virar treinando, tal qual era feito com ele no começo. Mas ao invés disso, Ohko acabou levando uma bela cagado de Dohko, que jamais aceitaria um delinquente juvenil entre os seus aspirantes a cavaleiro, ainda mais a um Cavaleiro de Bronze de Dragão. Por isso, Ohko acabou sendo expulso da cidade e de seu sonho.

Anarquia[editar]

Humilhado em seu âmago, Ohko (assim como todo delinquente capturado) jurou vingança contra Shiryu, o Mestre Ancião e todos de Rosan, simplesmente por nenhum deles o compreender ou defedê-lo em algum momento (como se ele precisasse de defesa). Ohko então partiu (não por ele querer, mais por pura obrigação) sem saber para onde iria, mas com uma certeza em mente, voltaria para matar Shiryu, que foi o real motivo de sua perda de prestígio por parte do Mestre Ancião, só porque ele era um estrangeiro de Terras do Sol Nascente.

Cquote1.png Eu juro que irei acabar com você, Shiryu! Cquote2.png
Ohko prometendo o impossível.

Durante o tempo em que estava fora, Shiryu continuou seu treinamento, conseguiu fazer as águas da Grande Cachoeira de Rosan correrem ao contrário e conquistou assim a tão sonhada Armadura de Bronze de Dragão, uma Armadura que era tão forte e resistente quando a Armadura de Bronze de Fênix, sem falar que ainda vinha com um escudinho que era considerado o mais forte do mundo (se bem que ele sempre quebra aquela porra no final, mas isso tudo é somente para dar um drama a mais no anime). Enquanto isso, Ohko treinava sozinho, matando ursos, inimigos e mebros da Yakuza.

Durante o tempo em que esteve fora, Ohko nunca deixou de lado o seu grande sonho de matar Shiryu, coisa que tinha em mente desde partiu dos Cinco Picos de Rosan. Durante o tempo em que treinava sozinho, Ohko alcançou um nível que nunca conseguiria ao lado de seu caquético Mestre Ancião, aprendendo um golpe nunca antes visto na história desse anime, que mais parecia ter sido ensinado por Dohko do que por outra pessoa, já que o animal-símbolo de Ohko era um tigre, tal qual o animal da tatoo nas costas de Dohko.

Assim que achou que estava mais do que forte, Ohko decidiu voltar para cumprir a sua "VENGANZA" contra Shiryu (já que o Mestre Ancião ele não mataria nem em mil anos), desafiando-o para um duelo de vida ou morte, tal qual uma luta entre homens marginais tinha que ser. Não demorou muito para ele encontrar o jovem rapaz acompanhado da hentai Shunrei, que se deliciava em um banho quando foi levada por uma correnteza (ela estava PELADA) e foi salva por Ohko, que continuava um grande tarado pela mocinha.

Prepare-se para morrer[editar]

Cquote1.png Não, não mate em Shiryu, ele está cego! Cquote2.png
Shunrei cortando o barato de Ohko.

Depois de salvar a mocinha e a enrrolar sob as suas roupas, estando ela ainda desacordada, Ohko se reapresenta para Shiryu, mas como ele é cabra ômi, nem esperou que o outro viesse estender a sua mão para cumprimentá-lo e resolveu logo partir para a porrada, antes que ele viesse a atacar primeiro. Sendo jogado contra uma muralha de pedras (algo muito comum nesses animes e que nem machuca), Shiryu não conseguia compreender o porquê de estar sendo atacado por Ohko, como se nada alí fosse mais do que óbvio e todo aquele diálogo antes das lutas fossem realmente necessários.

Ohko então fala que estava se vingando por ele ter sido expulso dos Cinco Picos de Rosan e que tudo era culpa dele. Quando ele ia atacar de novo, Shunrei acorda e vai defender Shiryu, pedindo para que ele não o mate, pois ele estava (incrivelmente) cego, como se isso fosse algo até então inédito na vida de Shiryu. Ohko então fica desapontado, pois jamais abusaria de um portador de necessidades especiais, mesmo que este fosse o seu pior inimigo de luta, isso seria violar os seus antigos princípios como cavaleiro.

Cquote1.png Morra agora, Shiryu! Cquote2.png
Ohko continuando de onde foi interrompido.

Shiryu não queria que Ohko tivesse pena dele, pois sabia que ele só estava fazendo isso por vingança e também para humilhá-lo por ter ficado cego na luta contra Algol de Perseu. Ele então queria provar que tinha ficado ao lado do Mestre por merecer e não por ser protegido pelo mesmo como se isso fosse verdade. Ohko aceita o desafio, mas para ficar em pé de igualdade para com o cegueta, venda os seus olhos, para que a luta fosse mais justa e que não visse o sangue de Shiryu escorrendo por todo o lado, já que ele era meio hematofóbico.

Durante o duelo que todo mundo sabia que estava nas mãos de Ohko, Shiryu acabou apelando para o seu golpe mais apelão, o Colera do Dragão, que era bem mais forte do que o Grande Furacão do Tigre de Ohko, já que Shiryu tinha aprendido o seu com Dohko de Libra. Tendo vencido a luta, Mestre Ancião aparece e diz que aceitava Ohko de volta como seu discípulo, pois ele mostrou muita coragem na luta. Ohko fica feliz com isso, mas acaba tendo um ataque cardíaco no momento em que estava no colo de Shiryu (ui!) e acaba morrendo. Azar o dele, antes ele do que eu!

Ver também[editar]


PoR-Death.gif
Ohko já morreu!

Não era sapateiro, mas bateu as botas!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Cavaleirospredef2.jpg