Ophelia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
8175c6428facfcc9422ae7ed5ac47339--adult-cartoons-sexy-cartoons.jpg Este artigo trata de uma mulher malvada.

Ela é a vilã, má pra cacete, mesmo assim você a adora, porém nunca
conseguirá algo com ela.


Shizuma Nagisa01.gif Este artigo é relacionado à Yuri!

Isso significa que ele se trata de um personagem de anime, mangá e
outras formas de alienação que joga no outro time.

Provavelmente ela estuda no Colégio Miator.

Loser 2.JPG Ophelia já morreu!

E foi comer capim pela raiz!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Ophelia
Cquote1.pngEspada OnduladaCquote2.png
Ophelia.jpg
Ophelia, melhor evitar mesmo de bom humor.
Informações inúteis
Classificação Claymore psicopata
Ranking Claymore ex-4ª
Técnicas Torturar tudo
Parceiros Jack, o Estripador
Status Atual Mortinha
Símbolo Ophelia Rank.jpg
Ophelia recitando poesias enquanto arranca sangue de alguém.

Cquote1.png Você quis dizer: Monstro do Lago Ness Cquote2.png
Google sobre Ophelia

Cquote1.png Quero pegar aquela chifruda!! Cquote2.png
Ophelia sobre Priscilla

Cquote1.png Você pirou!? Era para estarmos trabalhando juntas!? Cquote2.png
Clare sobre Ophelia

Cquote1.png Eu falei para você ficar no hotel, trouxa!! Cquote2.png
Clare sobre Raki que para variar estava correndo perigo a toa

Ophelia, a Maníaca das Ondulações é uma das antagonistas desequilibradas mentalmente do anime/mangá yuri Claymore. Na história sucedeu Sophia e tem como objetivo de vida sacanear e matar qualquer outras pessoas e colocar depois a desculpa de seus atos em sua condição de desequilibrada mental e ser assim sempre perdoada.

A sua aparência e personalidade é a de uma elfa sádica, maluca, sociopata, hipocondríaca, esquizofrênica, paranóica de cabelos e pele pálidos parecendo que ela já está morta. Entre suas predileções está a de se divertir com a vida alheia e roubar beijos de suas companheiras.

Infância[editar]

Não há muito que se saiba sobre a vida de Ophelia antes dela se tornar uma Claymore. Sabe-se que seu irmão foi morto por alguma chifruda mal amada chamada Priscilla, e esse passado clichê que explica a personalidade maníaca de Ophelia. Quanto a seus pais, tios e parentes, ninguém tinha saco para ficar aturando aquela garota maluca como o seu falecido irmão. E assim a doaram para um orfanato nazista, aonde Ophelia aprendeu mais sobre filosofia e sociologia.

Servindo como Claymore[editar]

Ophelia também tem suas cenas picantes.

Ophelia é o exemplo perfeito de que os recrutadores de Claymores são pessoas inconsequentes e sem um mínimo de critério, permitindo que no caso, qualquer maluca possa trabalhar com mega-super-poderes de alta periculosidade.

Miria a apelidou de seu famoso nome Ophelia, a Maníaca Ensopada de Sangue, depois de uma sacanagem que ela fez, quando no vestiário da Organização espalhou um boato de que Miria tinha interesses em sua amiga de quarto Hilda. Como Hilda já achava Miria uma metida e não tinha interesse em qualquer relação, ela decidiu se transformar numa kakuseisha para ficar mais feia que cão chupando manga e frustrar qualquer interesse de Miria, que de fato frustrada, mata a ex-amiga e seu ex-romance.

Inicialmente Ophelia sempre aparenta ser feminina, gosta de se divertir e recitar poesias enquanto faz algum tipo de barbárie, mas quando fica irritada, ela faz uma voz de homem, tem um ataque de nervos e fica gritando descontroladamente babando cortando tudo a sua volta com sua espada ondulada. Nem Ophelia de bom humor, e nem de mau humor é uma pessoa boa para se encontrar.

Uma pequena brincadeira com sua parceira Clare.

Ophelia no anime só não é mais metida que a Miria, mas mesmo assim ela se autointitulou e se autocredenciou de vários nomes diferentes que variam como Ophelia, da Espada Ondulada; Ophelia, Banhada de Sangue; etc. Ninguém conhece essas alcunhas porque ela sempre termina matando ou aleijando todos a quem ela se apresenta.

Ela ainda frequentemente assassina humanos como que se brincasse de afogar formigas, e assim ocorre uma terrível incoerência no anime, pois enquanto Teresa foi perseguida sem dó nem piedade só porque matou uns bandidos sem escrúpulos e também por pedir uma licença maternidade. Ophelia fica à solta e até recebendo um bom salário enquanto faz os humanos de "gato e sapato".

Encontro com Clare[editar]

Quando Ophelia utiliza esse ataque dando aquela risada demoníaca, coisa boa não vai ser...
Uma pequena massagem no pescoço.

No episódio anterior a aparição de Ophelia, Miria alerta claramente sua nova amiga Clare para ela evitar de qualquer jeito a maluca da Ophelia, mas a sua nova missão que a Organização a ordenou, foi justamente ir trabalhar em dupla com a maluca da Ophelia.

Só para se ter uma ideia da personalidade desequilibrada de Ophelia, a sua primeira atitude ao encontrar sua companheira Clare numa fonte deserta é cumprimentá-la calorosamente com um beijo no pescoço e depois cortar fora as duas pernas de Clare. Assim o idiota do capacho-cozinheiro de Clare Raki dá as caras. Ophelia consegue entender que Raki é o cãozinho de estimação de Clare e assim decide lutar contra o pirralho morrendo de rir da cara de confiante dele. O garoto leva a maior surra que já levou na vida, enquanto Clare tem que remontar suas pernas.

A sorte foi a de aparecer uma guria retardada que se transforma num bicho esquisito e consegue distrair Ophelia um pouco. Como essa guria não parece ter noção de nada, para Ophelia não tem graça brincar com ela e inicialmente a ignora. Mas Ophelia é pega pela guria e tem seu pescoço quebrado e Clare e Raki tem a chance de escapar. Nesse instante ocorre uma cena interessante que lembra filme de horror japonês, aonde Ophelia tem seu pescoço quebrado girado 180°, mas ela não morre e recobra seu pescoço fazendo uma cara macabra e mata sem problemas a guria retardada kakuseisha. O kakuseisha anterior levou 3 episódios para ser morto, enquanto essa levou 3 segundos para encerrar sua participação no anime.

Ophelia persegue Clare e a encontra na borda de um desfiladeiro e incoerentemente sem motivo nenhum a desafia para uma luta, Clare diz que Ophelia está louca, era para elas atuarem juntas, mas Ophelia responde que de fato é maluca e inicia o ataque. Essa parte é de dar pena à Clare, ela já perdeu as duas pernas, e Ophelia usando sua técnica psicodélica corta a mão, braço, ombros, costa... tudo, e Clare vai ficando esquartejada e cada vez mais indefesa, até cai num abismo. A parte marcante é quando Ophelia rouba o braço direito de Clare e o leva para casa e depois ir fazer um ensopado com aquilo.

Despertar[editar]

Cquote1.png Agora fiquei mais parecida ainda com uma louca. Cquote2.png
Ophelia no espelho em sua forma despertada

Tudo parecia estar perdido para Clare, estava até tocando uma música funerária, Clare já até fechou os olhos, todos já estavam pensando como seria o anime com a Clare morta, mas no momento do golpe fatal, o dia é salvo por uma elfa. Ophelia não gosta, faz voz de homem e desafia aquela mulher encapuzada, mas a sua espada ondulada não tem chance contra a força mental dessa mulher que apareceu do nada. Ophelia foi derrotada, e a elfa nem tinha chifre. Frustrada com a humilhante derrota ela se transforma em uma serpente e inicia sua procura por Clare para perder tempo, já que ela diz estar atrás é de uma chifruda.

Ophelia fica na mata esperando pacientemente que Clare encerre seu treinamento, para que quando a heroína estivesse satisfeita e confiante, desse as caras. Ophelia e Clare desenvolvem uma longa luta na lama, Clare é perfurada fatalmente umas 7 vezes, mas Ophelia é louca, e não tinha consciência que protagonistas não morrem. A luta parecia que iria durar para sempre, mas assim que Ophelia vê seu reflexo na água e nota que está mais feia que o Batoré e depois vê que nem plástica resolve, ela se rende.

Clare eleva seu cosmo e recorda-se de Irene e Teresa (do Raki não) para conseguir aquela inspiração e clima para derrotar Ophelia. A verdade é que ela foi derrotada graças a suas tendências suicidas. Ophelia ordena que Clare acabe com Priscilla.

No final Ophelia faz pose de vítima, mas ninguém acredita naquelas lágrimas de crocodilo. Miria fez até uma festa para comemorar a morte da megera.

Habilidades[editar]

A divertida técnica de Ophelia, ideal para bater bolos.

O seu estilo de luta, Ophelia autodenomina de Espada das Ondulações, pois assim como seu humor, a sua espada oscila rapidamente e imprevisivelmente. É uma versão iniciante da Espada de Luz da Irene.

Ophelia domina as seguintes habilidades:

  • Mordida de Pescoço - É sempre suas boas-vindas a seus inimigos. Para ela qualquer um é inimigo.
  • Cara de Maníaca - Volta e meia Ophelia dá umas risadas malignas amedrontadoras. Até mesmo Clare que já viu muita coisa na vida ficou assustada com a cara da Ophelia.
  • Girar a cabeça 360° - Versão standart das técnicas de contorcionismo de Helen.
  • Técnica da Espada Ondulada - A grande técnica de Ophelia, ela mexe os braços como se estivesse batendo claras de ovos e corta seu adversário antes que ele possa gritar "Ai!".
  • Materializar seu rosto em qualquer parte de seu corpo - Em sua forma despertada Ophelia pode materializar seu rosto em qualquer parte de seu corpo como se fosse o Toguro mais velho (Yu Yu Hakusho).

Vídeos[editar]

Ophelia em sua forma kawaii.