Orelha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Ouvido? Cquote2.png
Google sobre Orelha

Orelha é o órgão usado pelos animais para detectar ondas sonoras. Nos mamíferos ele se apresenta aos pares e se localiza na cabeça.

Evolução da Orelha[editar]

a primeira espécie de orelhas a surgir no planeta foi a Orelha-de-Pau

A cerca de 40 milhões de anos no Período Pré-Cambriano surgiram os primeiras orelhas. Elas evoluiram a partir de árvores e eram conhecidas como orelha-de-pau. Os primeiros animais que apresentaram as orelhas foram os répteis especificamente as cobras. Seguindo a linha de evolução, os mamíferos foram os grande dissipadores da orelha. Os primeiros mamíferos a apresentarem orelhas foram os ratos, porém era um tipo primitivvo de orelha que se localizava nas costas dessas ratazanas. Quando a orelha encontrou o seu lugar, que geralmente se localiza uma em cada lado da cabeça, ela se espalhou por praticamente todas as espécies de mamíferos, e atingiu o seu ápice nos elefantes.


Arqueologia da Orelha Humana[editar]

Orelha Moab2.jpg

Os primeiros fósseis de orelhas humanas foram encontrados nas ilhas auriculares auditivas do oceano Atlântico. Foram datados em cerca de 8 milhões de anos e pertenciam a espécie dos Homus Orecchio Sapiens. São muito semelhantes a estrutura atual da orelha humana.


A importância da Cera da Orelha no desenvolvimento da civilização Humana[editar]

Hoje quando estudamos a história da orelha, percebemos o quão importante foi a descoberta da cera localizada no interior no seu interior. A descoberta da cera é considerada por muitos tão ou mais importante que a descoberta do fogo e da roda. Os povos primitivos quando descobriram a cera, logo criaram inúmeras útilidades. A primeira foi o uso da cera para o polimento de lanças, flechas e outros artefatos do dia a dia de um Homem das cavernas. Com ela foram produzidas as primeiras velas que iluminavam as cavernas. Misturada com a caca do nariz, a cera se transformou no primeiro cimento de vedação de goteiras e misturada com catarro foi o primeiro tipo de cola. Tamanha foi a importância dessa substância que por centenas de anos, a cera foi usada como moeda de troca pelas primeiras civilizações. As pessoas que produziam muita cera eram considerados Deuses ou Deusas Vivos, e rituais eram celebrados quando uma criança produtora de cera surgia no mundo. Com a descorberta de outras matérias primas, a cera foi esquecida no tempo, e hoje em dia as pessoas limpam ela com cotonete e jogam no lixo, não sabendo o valor histórico dessa antiga preciosidade.

Tipos de Orelha[editar]

uma linda orelha élfica
exemplos de orelhas de abano
  • Orelha de elfo ou orelha spok

Pessoas que tem este tipo de orelha, geralmente vivem em um múndo lúdico. Acreditam em fadas, duendes, elfos, e já levam todos os volumes da série "O Senhor dos Anéis".

  • Orelha de Abano

Os orelhas de Abano, desde muito cedo, se acostumam com apelidos como, Zoreia, Dumbinho, Dumbo, Dumbão.Apelidos que o acompanharão ao longo de toda sua vida. Alguns não aguentam e resolvem no bisturi.

  • Orelha cabeluda

Afecções da orelha[editar]

São acontecimentos que acometem a orelha externa (pavilhão auricular e conduto auditivo externo). Esses acontecimentos podem ser desde malformações congênitas até processos inflamatórios e infecciosos, inclusive metabólicos. O diabetes pode favorecer infecções no aparelho auditivo.

  • Anotia

A criança nasce sem orelhas de orelhas

  • Microtia

A criança desenvolve micro orelhas

  • Macrotia

A criança é um dumbinho e vai ser zoado pro resto da vida

  • Atresia do conduto auditivo

É quando a uretra do ouvido é atrofiada

  • Tubérculo de Darwin

É uma batata que nasce na orelha dos seguidores da teoria da evolução

Fisiologia da Orelha[editar]

A orelha opera na localização da fonte de emissão sons, o que facilita tanto a caça quanto a fuga. Morcegos possuem orelhas excepcionalmente grandes e complexas que operam como receptor de ondas hipersônicas emitidas pelo animal.
as orelhas tem a função de captar o som, e sem formato quadrado é projetado nesse intuito

Já o elefantes e outros animais de savana apresentam orelhas grandes que possuem outras funções, como radiador por dissipação do calor em excesso do corpo. Muitas culturas utilizam a orelha como chamariz, prendendo adornos de pedra, metal, ou outros materiais à sua cartilagem. De maneira geral, o lóbulo da orelha, bem como sua curva superior, são apontadas como zonas erógenas. O ouvido ou orelha humana normal pode distinguir cerca de 400.000 sons diferentes.

Cobertor orelha.jpg

Um exemplo dessa propriedade é que uma pessoa pode ouvir desde o som de um mosquito numa tarde silenciosa de verão ou de um avião a jacto que aparece a voar no céu. Aqui estão dois sons diferentes tanto em intensidade como em características, que o sentido da audição humano pode reconhecer e rotular.



Ouvido[editar]

O ouvido médio é composto pelos ossículos martelo, bigorna e estribo, denominados dessa forma por sua semelhança conspícua com esses objectos, e pela tuba auditiva ou trompa de Eustáquio. Os mamíferos são os únicos animais que possuem três ossos no ouvido, ligando o tímpano à orelha interna.
A Janela Oval

Individualmente os ossos são menores que um grão de arroz. Os ossículos estão localizados na cavidade em forma de ervilha da orelha média. Os ossículos são os menores ossos do corpo humano e já estão em seu tamanho completo ao nosso nascimento. Outra parte do ouvido médio é a tuba auditiva que conecta a cavidade da orelha média com a nasofaringe. O ouvido interno é composto pela cóclea e pelo aparato vestibular. O último osso da cadeia ossicular, o estribo, está acoplado a uma fina membrana chamada de janela oval. No outro lado da janela oval está a cóclea, um canal em forma de caracol preenchido por líquidos e, quando as vibrações chegam à cóclea provenientes da orelha interna, são transformadas em ondas de compressão que por sua vez ativam o órgão de Corti que é responsável pela transformação das ondas de compressão em impulsos nervosos que são enviados ao cérebro para serem interpretados.

Piada sobre Orelha[editar]

Alguns seres Humanos se alimentam pela orelha


  • Orelhudo Ou Franzidinho?

A Vovó vai ao médico e ele receita um supositório.

Como a vovó era muito velhinha, e não conseguia colocar o dito supositório, pediu ao seu pequeno netinho para introduzi-lo!

Então ela tirou a roupa e ficou nua de bunda para o netinho e disse:

- Pode colocar, meu filho!

E o netinho ficou olhando o traseiro da vovó por algum tempo e perguntou:

- Vovó, é prá colocar no "orelhudo" ou no "franzidinho"?


  • O Menino sem Orelha

Num belo dia o pai de Joãozinho lhe pede um favor: - Joãozinho! Vai vir uma família de gente rica aqui em casa para jantar, que esta querendo me contratar para trabalhar na empresa deles, o filho deles tem um pequeno problema ele não tem nenhuma das orelhas, então por isso não zoe o menino.!!! Ate que chegou o dia do jantar, Joãozinho sentou de frete para o menino e disse: - Deus abençoe a sua vista! Todo mundo que estava na mesa ficou impressionado com aquelas frases. E então Joãozinho disse de novo: - Deus abençoe a sua vista! A mãe do menino sem orelhas ficou impressionada e disse: - Pode contratar o pai desse menino, esta família é de boa gente, este menino esta abençoando a vista do meu filho toda a hora, que menino abençoado! E de novo Joãozinho diz: - Deus abençoe sua vista!!! E o pai do menino toma a decisão de contratar o pai de Joãozinho. Então o pai de Joãozinho curioso pergunta: - Meu filho porque você esta abençoando tanto a vista desse menino? - Pai vou falar pra você, se este menino algum dia usar óculos ele ta FUDIDO!!!!!!!


A portuguesa foi ao médico com queimaduras de segundo grau nas duas orelhas. - Mas como a senhora conseguiu queimar as duas orelhas? - perguntou o esculápio, indignado. - Ora, doutor! - explicou a valetudinária. - Eu estava bela e folgada passando minhas roupas, quando de repente tocou o telefone. Ao atendê-lo, muito distraidamente, eu achei que o ferro fosse o fone e encostei-o em minha orelha. - Mas isso explica apenas uma das queimaduras! - Pois a outra foi quando eu tentava ligar para o senhor!



  • Atrás da Orelha

Você sabe por que os portugueses usam a caneta atrás da orelha?

- Para poder fazer conta de cabeça!


O médico estava andando pelo hospital quando uma enfermeira o surpreendeu: - Ei, doutor! O que o senhor está fazendo com este supositório atrás da orelha? - Putz, qual será o cu que ficou com a minha caneta?


  • Cade a Orelha

Num domingo de uma noite chuvosa e sem lua, há um enorme acidente numa estrada muito movimentada, onde estiveram envolvidos quase uma centena de carros. Sob o som das sirenes, vários carros do Corpo de Bombeiros e meia dúzia de ambulâncias tentavam ajudar os feridos. De repente, ouve-se um lamurio doloroso de um português descendo de um Monza. - Ai... Ai... Ai minha orelha! Ai minha orelha! Um dos enfermeiros corre em seu socorro. - Calma, meu senhor! O que houve com a sua orelha? - Ai... ai... eu perdi a minha orelha! - Não se desespere que nós já vamos encontrá-la! Depois de uma busca de dez minutos, um bombeiro aparece segurando uma orelha toda ensangüentada. - É essa a sua orelha? - Não, não! - resmunga o português. - A minha tinha um lápis atrás.

O Boi sem Orelhas
  • O Boi sem orelhas

Tinha um fazendeiro ele era um fazendeiro legal e ele tinha um boi um boi sem orelhas ele amava o boi sem orelhas toda vez que o fazendeiro tomava café, levava café pro boi sem orelha ele realmente adorava o boi sem orelhas o pobre fazendeiro não tinha fazenda só um rancho e um boi um boi sem orelhas certa vez o boi sem orelhas adoeceu adoeceu o fazendeiro que não tinha fazenda chamou o veterinário o veterinário disse que o boi sem orelhas só tinha um mês de vida o fazendeiro ficou muito triste o boi sem orelhas resolveu conhecer o resto do mundo nos seus últimos 30 dias de vida e que decidiu partir o boi sem orelhas escreveu uma carta pro fazendeiro e deixou a carta embaixo de seu travesseiro antes de partir e o boi sem orelhas partiu no outro dia a casa do fazendeiro pegou fogo e ninguém nunca soube o que tinha na carta fim

  • a de baixo é melhor

O cara tava chegando em casa cansado do trabalho... chegou exausto, ia deitar na cama com a mulher, quando viu o cachorro tava no lugar dele. Ele ja tinha enchido o saco: todo dia era a mesma coisa, cachorro pra cá, cachorro pra lá - Chega mulher! Você só da bola pra esse cachorro. Gosta mais dele do que de mim ou de qualquer coisa! - Mas querido... coitadinho... - Minha paciência esgotou! Você vai ter que escolher! Ou eu ou o cachorro! - Mas querido... ai... eu não sei... - Estou falando sério ein! Vai ter que escolher - dizia o marido enquando ajeitava suas malas para ir embora - eu ou o cachorro?? - Ai querido, não posso escolher, eu gosto tanto dos dois... - Que droga! Eu ou o cachorro?! - perguntava ele na porta de casa com a mala na mão. - Ai querido, não consigo escolher

Enquanto isso um ônibus passou na frente da casa deles. Ele acenou. Na porta do ônibus perguntou mais uma vez: - Eu ou o cachorro??! - Ai querido... eu não posso... Ele perdeu a paciência. Entrou no ônibus e sentou... e sentou do lado de sabe quem?

  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .
  • .

do boi sem orelhas

O Boi sem Orelhas
  • O Boi sem orelhas

Galeria de imagens auditivas[editar]