Oriol (óblast)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer:Mar de petróleo? Cquote2.png
Google sobre Oriol (óblast)

Oriol (óblast)(em russo, Opиoл) é área com maior incidência de petróleo por centímetro quadrado no mundo

Pré-História[editar]

A mancha preta é apenas a área explorada

A região onde hoje se localiza Oriol antigamente era povoada por um grande número de dinossauros e outras coisas antigas. Com toda aquela coisa de meteoro e Blá blá blá, a região ficou cheia de cadáveres. Com a sedimentação, os corpos foram enterrados, sofreram decomposição e viraram petróleo, a velha história de sempre. A diferença era, por ser uma grande região, e muito habitada, a quantidade de petróleo formada foi surpreendente(faria o pessoal do Oriente Médio se sentir humilhado). Por mais incrível que pareça, a Rússia nunca explorou aquelas regiões, por serem muito frias, mas cedeu os direitos de exploração para uma companhia estrangeira.

Exploração do Petróleo[editar]

Depois de conseguir a concessão, a tal companhia estrangeira começou a explorar a região, e o que eles encontraram foi surpreendente:a quantidade de petróleo era absurda, maior do que todas as reservas conhecidas até então somadas. Ao saber disso, o governo russo elevou o status de Oriol de região para óblast. A medida que a extração aumentava, o governo russo foi ficando cada vez mais apreensivo, pois o petróleo era de alta qualidade, e a Rússia não ganhava quase nada com aquilo, apenas alguns trocados da tal companhia estrangeira.A solução foi simples.

Privatização[editar]

Cansado da exploração da odiosa companhia estrangeira, o presidente russo Ivan Moralovski resolveu privatizar as refinarias da dita companhia, que acabou chiando com o governo do seu país, que acabou entrando com uma representação nas Nações Unidas, mas não conseguiu mais nada. Agora com o controle do óblast, a Rússia tinha a maior zona produtora de petróleo do mundo, mas logo mais problemas viriam.

Guerra de Oriol[editar]

Os Estados Unidos, irritados pelo fato de seu maior inimigo ser também o maior produtor mundial de petróleo, acabou invadindo a Rússia, alegando que a exploração do petróleo agredia o meio-ambiente(pedras) e a polupalação local(inexistente). Irritada, a Rússia revidou o ataque, e a guerra começou. O problema era que os veículos e as tropas atolavam no petróleo, e morriam sem dar um único tiro. Envergonhados com tanta tosqueira, os governos americano e russo optaram por um acordo de paz A guerra foi extremamente sangrenta, matando aproximadamente uma população inteira de moscas desavisadas.

Atualmente[editar]

Hoje Oriol continua normalmente com sua produção corriqueira de petróleo. O que mais impressiona os especialistas é que a reserva gigante não mostra sinais de esgotamento, e a área preta no mapa representa a parte perfurada até hoje, mas cogita-se que exista uma área subterrânea com um verdadeiro oceano de petróleo.

Ver Também[editar]