Oriximiná

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Oriximiná
"Ohxirimidá"
Aniversário 24 de dezembro
Fundação 24 de dezembro de 877 a.c.
Gentílico Spok Bode
Lema Somos spok bod's
Prefeito(a) Gonga
Localização
Localização de Oriximiná
Estado link={{{3}}} Pará
Mesorregião Baixo Amazonas
Microrregião Redondezas de Óbitos
Municípios limítrofes Terra Santa, Faro
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 107 602,99 km² (BR: 4º) km²
População 67 939 hab./m² IBGE/2014 hab.
Idioma Caboclês
Densidade hab./km²
Altitude Planalto metros
Clima forno
Fuso horário UTC Confusso
Indicadores
IDH
PIB R$
PIB per capita R$

Cquote1.png Você quis dizer: Ôhxirimidá Cquote2.png
Google sobre Oriximiná
Cquote1.png Experimente também: O verdadeiro fim do mundo Cquote2.png
Sugestão do Google para Oriximiná
Cquote1.png Experimente também: puteiros a céu aberto Cquote2.png
Sugestão do Google para Oriximiná
Cquote1.png Ninguem diz que eu vim de lá. Cquote2.png
Renato Guerreiro sobre ser de Oriximiná
Cquote1.png Alôôôô Oriximinááá!!! Cquote2.png
Joelma do Calypso sobre show em Oriximiná
Cquote1.png Prá lá nem fudendo! Cquote2.png
Christian Pior sobre Oriximiná
Cquote1.png O quê que isso? Cquote2.png
outros brasilerios sobre Oriximiná
Cquote1.png Fica pra lá da casa do caralho, próximo a casa da mãe Joana e depois de onde o vento faz a curva e é estocado. Cquote2.png
Alguém que veio em Oriximiná sobre sua localização
Cquote1.png Não há aeroporto neste local. Cquote2.png
Infraero sobre ter aeroporto em Oriximiná
Cquote1.png Eu que fudi fundei, eu zim! Cquote2.png
Padre José Nicolino de Sousa, Fudidor de Oriximiná
Cquote1.png Ôh cidade quente do inferno! Cquote2.png
Alguém que já veio conhecer Oriximiná

Oriximiná, é uma cidade do estado do Pará localizada na mesorregião do bixa Baixo Amazonas, conquistada fundada em 1877 pelo então pedófilo padre Zé Nicolindo de Sopa. É considerado o 3º mais fudido maior município do mundo, porque não dizer do Brasil e o que tem mais puteiros a céu aberto neste país. Com uma população estimada em 67 939 hab./m², sendo que destes 50% concentra-se nos interiores e 99% em Manaus.

O nome Oriximiná é de origem indígena, de procedência tupi, significando "o cafetão macho da abelha", o zangão, aquele conhecido como o pica das galáxias da coméia. No entanto, frei Protosoário Frinckel, pedófilo conhecedor da região e de seus diversos puteiros núcleos de prostiputas habitantes primitivos, inclina-se pela derivação de Eruzu-M'Naminha-mão que significa "muitas putas grátis".

História[editar]

Era uma vez, por volta de 815 a.c., escravos foragidos das senzalas fazendas e cidades do Baixo Amazonas se refugiaram entre as aldeias indígenas da região, formando puteiros a céu aberto quilombos, no intuito de fazer uma mega suruba com as indígenas que andavam com os peitos e xixis pra fora.

Primeiros habitantes de Oriximiná plantando um pé de maconha.

No intuito de conhecer esses quilombos da região, os portugueses de origem europeia se encaminharam no dia 24 de dezembro de 1877 liderados pelo então pedófilo padre católico José Nicolino de Sousa, nascido em Rodrigo Faro filho de macumbeiro indígena rumo aos puteiros. O padre fudeu todo um povoado na região, conhecida por Uruã-Tapera ou Mura-Tapera, ou Fudidos-Tapera depois da visitinha feita por ele (embora registros indiquem que Uruá-Tapera já tinha sido fudida há muito tempo antes por um tal de Carlos da Maria Munheca Peixera), que através da velha princesa Isabel, elevaram a seleção local à categoria de freguesa do Xurupita Farms, com o nome de pau de Santo Antônio do Fudido-Tapera, com Joaquim da Costa Barradas Pro-Fundas, presidente da então liga província do Grão-Pará e desembargador do Maranhão.

Atualmente o então ladrão prefeito Gonga junto as comunidades indígenas e quilomboiolas que são os principais macumbeiros da região buscam o reconhecimento oficial de seus terreiros tradicionais de macumba muito responsáveis pelas conquistas eleitorais dos satanistas petistas Lula Molusco e Bandilma Ruim$$eff.

Geografia[editar]

Entre os rios destacam-se os Rio Trombetas (que mata a sede da população, mesmo que este seja mais poluído que o ar de São Paulo), Rio Erepecuru (muito conhecido por passar no ABCDEF da Amazônia na Globo e que serve de fuga pra foragidas que querem ir para o município de Óbidos), Rio Acapu, Rio Cachorro de pé Sentado, Rio Mapuera, Rio Nhamundá (que serve de rota de fuga do Estado do Pará para o Estado do Amazonas), e o Rio Cachoeiri (onde só tem barro e lama).

Entre os lagos destacam-se os Lago Sapucuá, Lago Paru, Lago Iripixi (onde se localiza a orla loca, alias Oriximiná é a unica cidade do mundo onde a orla fica fora da cidade... é um lugar cheios de piranha, tanto fora quanto dentro d'água), Lago Caipuru, Lago Abuí, Lago Maria-Pixí, Lago Salgado, Lago Ururiá e Lago Batata (sendo, este, um dos mais importantes motéis, tendo, por base, as putas locais).

Entre as cachoeiras destacam-se as Cachoeira da Porteira (com grande potencial hidricoolico e alto poder de bebedeira), Cachoeira do Chuvisco, Cachoeira do Ventilado (lugares onde será implantado o grande projeto de engenharia do Governo Dilma para tentar se estocar vento), Cachoeira da Pancada, Cachoeira Vira-Mundo e Cachoeira de São Pedro (outros point de suruba). Vale destacar as cachoeiras do Jatuarana, com relativa proximidade da sede do município onde a orgia não tem preço, e as cachoeiras da região do Jamaracaru também tem puteiros.

Clima[editar]

Em Oriximiná as quatros estações do ano são bem definidas, verão, quentura, calor e mormaço. Lá é tão quente, mas tão quente que é preciso você ter um ventilador exclusivo pro ventilador que você usa pra refrescar o ventilador que refresca o frizzer que fresca a central. Mas, quando chove tudo vai pro fundo.

Economia[editar]

Na Mineração Rio do Morte Norte, ou simplesmente MRN, é onde esta localizada toda riqueza local, onde todos os bandidos mineradores do Brasil se reúnem no intuito de roubar explorar a riqueza local, sua sede é Porto Trombetas, com um belo puteiro no meio do caminho servindo de bom entreposto.

Os empregos oferecidos na cidade são: Moto-taxistas; Professor de mototaxi; Moto-taxistas; Gari; Catador de lixo; Moto-taxistas; Camelô; Moto-taxistas; Ladrão na prefeitura ou na Câmara de Vereadores ou em outra qualquer secretária; e Membro da seita MRN.

Turismo[editar]

Círio do Tônico no mês de Agosto!
Pais de santo de Oriximiná pedindo esmola para as almas penadas.

Para quem deu azar de visitar essa cidade por estar perdido no caminho para uma cidade legal de verdade como Parintins, as opções de turismo são quase nulas. Há por exemplos algumas praças e festas:

Praças
  • Praça do Centenário - Antigo buraco, considerado um dos mais famosos motéis a céu aberto do mundo;
  • Praça do Tônico - O point das velhas;
  • Praça dos Pecadores - O point dos pés inchados;
  • Praça da Saudade dos que já se Foram - A praça dos pai de santo.
Festas
  • Círio do Tônico - Maior círio fluvial do mundo, também o único desconhecido;
  • Expofemia - Exposição agrocornopecurária onde todos cornos poderosos de Oriximiná e região se reúnem, para comemorarem seu dia;
  • Carnaval - Onde você anda com uma mão no copo e um olho na barriga pra não ser furado e o outro no ladrão do lado.
  • Encomendação das almas - A semana que todo oriximinaense se caga de medo quando os pais de santo rezadores saem as ruas de madrugada pedindo esmolas paras as almas penadas que acompanham eles.

Mas sem dúvida, o que realmente atrai as pessoas a este vilarejo é seu enorme número de puteiros a céu aberto.