Orlândia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Orlândia é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
A placa de "Bem-vindos" é a mesma de "Volte Sempre".

Sciences de la terre.svg.png
...disputando a liga intercontinental de basquete de Orlândia

Cquote1.png Você quis dizer: Vila de Orlando Cquote2.png
Google sobre Orlândia

Cquote1.png Experimente também: Ituverava Cquote2.png
Sugestão do Google para Orlândia, comparando-a com outra cidadezinha com a rodoviária beeem longe

Cquote1.png Sua pesquisa "prédios Orlândia" retornou 0 resultados (ou não) Cquote2.png
Google sobre Orlândia indeciso sobre a existência ou não de prédios de verdade lá

Cquote1.png Já sei esse artigo é obra do nuporanguense, eles nos odeiam só porque nos separamos deles, que inveja Cquote2.png
Orlândino convencido pensando que alguém iria querer aquilo sobre nuporanguense

Orlândia é uma cidade do interior de São Paulo, divida entre dois viadutos, sabe que ninguém esta amando-a e já sabe o porquê. Sabe dizer o que mudou e tudo está igual... (fim do momento-apresentação emo)

Rodeio nada famoso

Historia[editar]

Inicialmente membra do grandioso império da cidade dos pés de batata: Batatais, em 1890 chegaram a conclusão de que Batatais ficava uma porrada de longe para englobar Orlândia junto, minto! Nessa época não passa de vilazinha do arraia de orlando. Integraram ela então a Nuporanga. Depois perceberam que Nuporanga ficava também um bocado longe e resolveram desmembra-la de lá também (demoraram 19 anos perceber isso).

Depois de terem resolvido os problemas inúteis de a quem pertence, nome, bandeira, brasão, hino e essas outras coisas que não mudam nada na vida de ninguém. Um homem de larga visão o Cel. Francisco orlando Diniz Junqueira, resolve que a cidade deveria ser cortada ao meio por larga avenida denominada Rodovia Anhanguera. Criaram-se então os viadutos e avisaram pro bisavô do Serra que passasse a rodovia por ali de baixo.

Ferrovia abandonada por ser tão produtiva quanto a cidade

Viadutos[editar]

Muitos questionam porque encher Orlândia daquelas viadutos, se não seria mais fácil ter apenas ignorado isolada aquela região boba e pequena região do outro lado dos viadutos A utilidade desse viadutos conhecida por poucos (apenas o criador e eu e daqui a pouco você) é na verdade demonstrar subliminarmente as desigualdades sociais da cidade com um lado rural, mal péssimo desenvolvido e pequeno e outro rico, industrializado, plenamente urbano e desenvolvido um pouquinho melhor (bem pouquinho) mostrando a desigualdade social da cidade com uns muito muito pobres e outros muito rico apenas muito pobres

Principais Bairros[editar]

Brazão: Também conhecido como "Rocinha", ou o "nem" da cidade, é um lugar muito calmo e com pouca população. Foi considerado como o bairro com maior expectativa de vida de Orlândia de acordo com pesquisa feita pelo IBOPE de 1951, ano em a cidade não registrou nenhuma ocorrencia de furtos de bicicletas nesse bairro.

Vilinha:Também conhecida como "Cidade dos Homens" é um dos bairros mais nobres da cidade, destacando-se pela limpeza da ruas, além de ser um dos bairros mais conceituados da cidade.

Gruta: Bairro onde se localiza o famoso parque de exposições da Gruta, o local comporta cerca de 1 milhão de pessoas. Diversos shows já foram realizados no parque, bandas como Calypso, Deja vu, Batom na Cueca, Forró de Ouro, Joia Rara, Bruno e Gaspar, Turquinho Violeiro e Fabiano, Tom e Arnaldo, È o Tchan, chegaram a levar multidões para o parque nos seus tempos dourados, seus shows contaram com uma média de 500 mil pessoas. Outro ponto de referencia do bairro é o cemiterio municipal, onde já foram enterrados cerca de 3 milhões de pessoas, inclusive celebridades internacionais como os cantores Elvis Presley e Jonh Lennon.

Jardim Boa Vista: Bairro famoso por ter uma fartura imensa de água e por ostentar uma ótima rede de esgoto, que nunca tem problemas. Tem como ponto turisto o atual Centro de Habilitação Para Dependentes Quimicos, também conhecido como Centro de Lazer, é um local de paz e harmonia para a fámilia orlandina, o local conta com laboratorios para o estudo, criação e comercialização de drgogas substancias quimicas e conta com um dos maiores estádios de futebol do Brasil, com um gramado impecavél, com uma capacidade para 80 mil pessoas.

Jardim Teixeira: Bairro onde se encontram os Playboy,Patricinhas,Ricos e Afins moradores nobres da cidade. A diária nos hoteis desse bairro ficam na casa dos 5 mil reias. Tem mansões e terrenos enormes avaliados em cerca de 100 milhões de doláres. Bairro conhecido pelas empresas de nível internacional que se instalaram no mesmo ao longo dos anos, dentre elas se destacam : Coca-Cola, Google, Microsoft,Toyota, Mc'Donalds, e uma pequena afiliada da Rede Globo a :OrlaTV. Conhecida também por abrigar carinhosamente moradias de celebridades como: Silvio Santos, Ronaldo (gordo), Faustão, Beckham,Madonna e uma pequena chacará do saudoso cantor Michael Jackson(in memorian).

Comove: Bairro que ficou conhecido nos anos 80 e 90 quando foi resposavél por movimentar a economia da cidade, haja visto que nele se instalava uma das maiores fabricas de aguardante do Brasil a famosa cachaça 51. Eram produzidos ali cerca de 2 milhões de litros de aguardente 51 por dia. Milhares de emigrantes de países como : Iraque, Paquistão, Irã, Colômbia, Africa do Sul, Azerbaijan, Mongolia, Tunisia e Emirados Arabés, se instalaram na cidade, vindos de návios de suas terras e desembarcando no porto da cidade, situado na baixada da cidade de Orlândia.

Centro: Também conhecido como a Avenida Paulista do interior, o centro de Orlândia conta uma rua, denominada de "Rua 1" com uma extensão de 8 quilometros , repletas de lojas e centros comercias nacionais e internacionais. Ao seu final se encontra localizado o famoso aeroporto internacional da cidade de Orlândia, o quarto maior do Mundo e segundo do Brasil. Ressaltam-se as diversas casas de shows, bares, restaurantes, e cinemas encontrados durante o percurso. Está localizado nessa aréa também o Shopping Center Orlândia, com 10 andares e 500 lojas. È um dos maiores Shoppigs da região, atraindo visitantes das cidades vizinhas, pricipalmente os moradores de Ribeirão Preto.


Ginásio onde são disputados os jogos da série Y do campeonato paulista de futsal

Rodoviária[editar]

Orlândia inicialmente não contava com rodoviária, os ônibus que vinham da Anhanguera paravam próximos aos viadutos. Insatisfeitos com terem que andar muito para chegar lá (sim porque até então ninguém na cidade possui carro e ônibus, como até hoje, é a cada 2 horas). Os moradores da região mais afastada, a região mais ricas menos pobre utilizaram de sua influencia no poder (todos eles eram os políticos da cidade) e com isso criaram uma rodoviária beeeem afastada do viaduto. Foram dois coelhos com uma cajadada só para muitos, pois além disso puderam desviar bastante dinheiro (o que explica a merda que é a rodoviária hoje) e assim serem os primeiros cidadãos com carro na cidade.

Os únicos que se foderam foram os que vem de fora nos ônibus que seguem para Ribeirão e São Paulo que agora tem que rodar varias e varias voltas nas ruas fodidas de Orlândia