Orquestra

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Arband.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Orquestra.

Cquote1.png A-a-a-aaaaaah... Cquote2.png
Diva cantando na orquestra.
Cquote1.png A-a-a-aaaaaah... Cquote2.png
Você imitando uma diva.
Cquote1.png Ponha a boca no pistão. Cquote2.png
Regente no ensaio sobre Orquestra.

Orquestra é quando algumas pessoas juntam vários instrumentos que possam fazer barulho e começam a executar tudo junto porém, enganando que é mais chiquetão para que se diferencie de uma bandinha qualquer. Mais ainda se isso for chamado de orquestra sinfônica. Que por sua vez existe o termo apenas porque orquestrar pode ser até bater punheta e, isso deve ser bem batido orquestrado para dar tudo certo.

Regência[editar]

Exemplo de orquetra bem regenciada.
Orquestra não faz distinção de sexo e, os orquetrantes nem podem olhar para peitões e coisas assim senão erram sua parte.

Outra coisa que diferencia orquestra de uma bundinha bandinha qualquer é a regência, que é aquele noiado que fica lá bem doidão conduzindo os instrumentistas. Na verdade aquela batuta não tem a função principal de conduzir mas sim, dar na testa de quem errar o compasso da sinfonia. Orquestra não vive apenas de instrumentos, algumas vezes há o vocal, que pode ser um tenor, contrabaixo, contralto, barítono meio soprano, soprano... nem sei se acertei a ordem do mais grosso pro mais fino, mas que se foda, você é que pode medir os finos e os grossos sem problemas se quiser. As vozes quando entram podem também precisar do maestro ou não mas, algumas vezes estão de costas para ele, como ninguém tem visão em 360 graus, a conclusão brilhante é que nesse caso só é preciso a regência para a orquestra mesmo, do contrário o cantor ou cantora teria que ter olho na bunda, fora o... que enxergasse o que o maestro está fazendo.

Instrumentos necessários[editar]

Pianistas devem ter dedinhos leves e delicados.

Na orquestra os instrumentos devem ser os que todos já sabem: Os que fazem algum tipo de barulho, de preferência melodioso e não aquela diva mal comida que é suas notas nesse tecladinho eletrônico encardido. Antes de tudo tenha um pistão, se não tiver um pistão a arquestra não vai ser decente, ou seja: Se tem um bigolinho não adianta querer sendo músico, participar de uma orquestra, vá montar uma banda emo ou fazer pagode.

Tendo um belo de um pistão a segunda coisa mais importante é mais alguns alguns instrumentos de sopro, ora, não acredite se disserem que você deve por a boca no pistão que já estará pronto pra o que for.

Instrumentistas que usam a boca costumam ser divertidos.

As harpinhas são importantes também desde o tempo de Davi (agora escrevi Davi e não diva), portanto se quise fazer parte da orquestra nem queira ter a frescura de achar harpa frescura e prepare esses dedinhos. Falando em dedinhos, o piano deve ser tocado em toda orquestra mas, nem sempre é o instrumento mais importante.

Se acha que percussão não faz parte da orquestra está muito enganado, é importantíssimo, pois todas as sinfonias podem ter uma parte com batidinhas, não é isso que você entendeu, seu bebum: Na verdade todos os tipos de música surgiram de orquestras que são tão veias que surgiram quase ao mesmo tempo que os instrumentos, assim qualquer bandinha e, tudo que é músicalmente profissional (mesmo que seja uma bosta) tem que ter uma parte com os instrumentos, uma banda e tals.

Mas, para que seja um músico de verdade deve fazer parte ao menos algumas vezes em orquestra sinfônica: Estudando musica, não se pode quarer ser pagodeiro, mas como já mencionado, não é bonito, um pagodeiro ou funkeiro falar mal de orquetra pois toda e qualquer bundinha bandinha deriva daí mesmo, que é mais velho do que qualquer estilo de cagar dancinha ou música .

Ver também[editar]