Ouro Branco (Rio Grande do Norte)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Ouro Branco é só mais uma cidade sem criatividade do Rio Grande do Norte, visto que devem existir uns 100 lugares chamados Ouro Branco no Brasil, sendo que famoso mesmo só aquele de Minas Gerais. É uma cidade que basicamente não presta para porra nenhuma, sendo um dos menores e menos desenvolvidos municípios do Rio Grande do Norte.

História[editar]

Imagem da cidade deserta de Ouro Branco onde não se vê sinal de almas vivas.

Originalmente habitada pelos nativos índios paunucus, estes que foram expulsos dali em 1734 pelos portugueses que não queriam saber de índio, mesmo que as terras não valessem de nada, como era o caso, tanto que nos próprios século nenhum português se apossou daquele território.

O vilarejo mesmo seria fundado apenas em 1905, e por muito tempo não se soube a qual estado pertencia, e isso nem importava, pois seja Rio Grande do Norte ou Paraíba, qualquer um ignoraria a existência dessa cidade insignificante, tal que ela foi dada como sendo potiguar apenas para fins cerimoniais mesmo, sem consequências administrativas.

O nome Ouro Branco foi adotado devido a falta de originalidade mesmo, copiando a Ouro Branco original lá de Minas Gerais, porque até hoje nunca se viu qualquer ouro branco na região.

No ano de 1953 conquistaria a sua independência da antiga província de Jardim do Seridó, e a partir de então passou a ganhar da sua ex-metrópole nos índices de viadagem per capta, sendo que para matar a tara desses baitolas, de vez em quando sai de Jardim do Seridó uma comitiva dos comedores de cu e por Ouro Branco passam uns dias.

Geografia[editar]

A cidade tem uma mineração muito desenvolvida com jazidas de plutônio, urânio e ouro em suas terras, o que criou um grande buraco numa serra, a qual já se assemelha a uma boceta arrombada de atriz pornô milf.

Economia[editar]

Apesar de ser um município que não está localizado nem na Europa, nem na Ásia, nem na África, nem em qualquer lugar propício a essa criação de animais, Ouro Branco é a cidade onde há a maior concentração de veados do Rio Grande do Norte, sendo o seu principal produto de exportação, tanto que é da cidade de Ouro Branco de onde saiu o primeiro transexual do estado.

É considerada uma das cidades mais atrasadas do estado, pois mesmo que se consigam melhoras para o município, o povo não quer. A principal fonte de economia de Ouro Branco é a Serra do Poção e as cerâmicas de tijolos.

Apesar do nome, o município não é nem produtor do Café Ouro Branco, nem do bombom Ouro Branco, nunca encontrou-se ouro de cor branca ali também, apenas o plantio de algodão, o qual quiseram uma vez vender por uma fortuna como se fosse ouro, e por isso faliu.

População[editar]

Os bares da comuna são quase todos controlados por essa população de 4000 infelizes, talvez porque fique mais fácil de fazer putaria quando os "caba" tão bêbo. Conforme IBGE, a cidade tem um grande número de mulher bonita que gosta de cantar em banda de forró, e outro bocado de putinha que dão a torto e a direito.