Página principal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Página Principal)
Ir para: navegação, pesquisa
Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

54 783 artigos · 189 923 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Mídia

Contribuir

Artigo em destaque
Assim começa um ato de revistofilia
Revistofilia é a parafilia referente ao uso de revistas para obter prazer sexual. Pode não parecer tão estranho pois é a parafilia mais popular do Universo (Depois do sexo com aspiradores de pó), mas a revistofilia abrange aberrações da natureza como os tarados pela revista Quatro Rodas (Quatro rodas literais, e não rodinhas) e pelos viciados em masturbação com a revista do Globo Rural. Revistofilia não é crime previsto em lei já que a contraparte do sexo é inanimada, porém é um crime contra o bom senso, a sobriedade e a normalidade mental. A revistofilia não abrange jornais, cartazes, outdoors, livros, sites, cadernos, manuais de instruções e figurinhas. Cada publicação dessas tem sua própria parafilia, senão vira a casa da Mãe Joana. Revistas digitais também não são inclusas.

A revistofilia, desejo sexual em torno das revistas, abrange a vontade sexual conquistada ou desejada relativa às publicações, sejam elas mensais, quinzenais, semanais ou diárias. Isto inclui revistas sexuais comuns (Playboy, Sexy, Ana Maria), revistas de banda desenhada (Hentai, Turma da Mônica), revistas homossexuais (G Magazine, Capricho) e revistas cuja tara é um mistério (Sentir prazer com a Veja ou a Istoé).

Muitos críticos condenam a prática da revistofilia, alegando que revistas não podem reagir e nem pode denunciar o caso a um juiz. Deve-se levar em conta que, mesmo se pudessem denunciar o caso, não adiantaria nada pois atualmente a revistofilia não é passiva de pena.


Eventos recentes


Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: