Página principal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

54 996 artigos · 191 218 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Mídia

Contribuir

Artigo em destaque
Li Bai agradecendo a Deus pela pinga sagrada de cada dia.

Li Bai, também conhecido como Li Po, e em algumas raras ocasiões chamado também de Li Bo ou ainda Li Bebai, foi um poeta chinês da época da antiga Dinastia Tang, um importante período da história chinesa caracterizado pela forte presença do nepotismo no império. Não se sabe ao certo quem foram os familiares desse importante autor, já que nessa época todo mundo se chamava Li alguma coisa (com exceção do também poeta Du Fu, porém, dizem que este último na verdade teria nascido como "Li Fu" e posteriormente teria mudado seu nome em cartório), o que tem dificultado em muito para os historiadores estabelecerem corretamente uma árvore genealógica. Li Bai, além de poeta, ficou famoso por ser um exímio pinguço e escrever suas maravilhosas poesias sob a forte influência do álcool (sobretudo vinho). Li Bai costuma ser considerado o mais importante dos poetas da Dinastia Tang, ao lado do já mencionado Du Fu. Até porque, todos os demais autores dessa época são tão desconhecidos que até mesmo os livros especializados se esquecem de citá-los.

Um fato curioso é que Li Bai é conhecido por vários nomes diferentes, e isso muitas vezes pode confundir os menos estudados. Não se sabe o porque de tantas nomenclaturas diferentes para uma mesma pessoa, mas há teorias que tentam explicar o motivo para tal. Uma das explicações alega que quando Li Bai estava para nascer, seus pais não sabiam qual nome escolheriam para dar ao seu filho, a única coisa que sabiam é que ele começaria com "Li". Dessa forma, eles decidiram anotar todas as possibilidades num enorme pergaminho e colocá-lo no chão de sua casa. Com a ajuda de um dado de RPG de 20 lados, eles escolheram o nome de seu filho, ao jogar o objeto para o alto e decidir na sorte, sendo o nome sobre o qual o dado caiu o escolhido para nomear a criança. Como era uma família tradicional muito presa à recordações, eles decidiram guardar o pergaminho em questão no porão de sua casa, o qual teria sido encontrado por historiadores posteriormente. Assim perpetuaram-se todas as inúmeras variações para seu nome.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Share on Google+




Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: