Página principal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

54 920 artigos · 190 890 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Mídia

Contribuir

Artigo em destaque
Registros antigos que mostram as origens colesteróicas da Katana

Katana (Pronuncia-se Catýanñnatk, palavra ninjoxítona) é uma das mais poderosas e exóticas armas japonesas do Japão. Surgida no período Muromachi, era a arma padrão dos samurais, churrasqueiros, ero-sennins e mulheres desconfiadas dos maridos (isso foi antes de inventarem o Pau de Macarrão). Era usada na prática do Xurraskkú, a milenar arte de misturar álcool, carne e pagação de mico. Tem goma, chiclete, gume apenas de um lado e sua lâmina é ligeiramente curva para poder cortar pão e carne ao mesmo tempo. Ela pode vir acompanhada de Wakizashi, fritas ou legumes. A Katana é usada em espaços abertos (Raves ou Xurraskkús que duram mais de 1 dia), enquanto a wakizashi serve para combates no interior de edifícios (Xurraskkú de domingo na casa da vó). A diferença entre a Katana ninja (Ninja-To) e a Katana samurai se dá na sua forma; a Katana ninja é feita sob medida para cada específico de carne e ou cartilagem, já a Katana samurai é feita para se cortar carnes mais duras, tipo carne de elefante, carne de baleia, carne de ferro, carne escandinava, carne de carne e também serve para cortar aço, plástico de cadarço de tênis,pão dormido, pneus, ar, átomos, bitorneiras (acredita-se que, tempos após a criação das Katanas, foi extraído um pouco do material de sua lâmina para se fazer as majestosas Facas Ginsu).

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Share on Google+




Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: