Padre Bernardo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Antigos espíritos do mal, transformem esta forma decadente em MUNN-RA, o de vida eterna! Cquote2.png
Prefeito da cidade ao iniciar mais um dia de trabalho

Padre Bernardo é aquela suposta misteriosa cidade candanga goiana do Entorno que fica para onde apontam as placas de "Fim de Mundo" na direção do nada, quando alguém se arrisca a visitar Brazlândia no Distrito Federal.

História[editar]

Um típico lote na área nobre da cidade. Repare na bela arquitetura de vanguarda da pacata casa.

Cidadezinha do tamanho de um pau japonês, foi fundada em 1930 por alguns mineiros do Acre que estavam perdidos por aquelas bandas procurando piriguetes ouro e pau brasil. Por algum motivo oculto, decidiram assentar-se por ali e montar um puteiro acampamento. O nome inicial da pacata zona aldeia era Barro Alto, devido ao alto índice de diarreia local.

Em 1955, um padre chamado Bernardo, vinha lá da PQP de Luziânia para batizar, casar, fazer missas e cobrar dízimos nas zonas fazendas locais. Nesse mesmo ano foi realizado uma votação popular para a mudança do nome do local. "Padre Bernardo" venceu por 21% contra 12% o nome "Ressaca da Boa".

Logo em 1957, surge ali por perto, do nada, Brasília. Os fazendeiros animados, começaram a grilar e vender milhões de lotes irregulares para os paraíbas que chegavam de todo buraco do Brasil. Algumas pessoas que também que íam à Brasília na falsa esperança de uma vida melhor, descobriram que só conseguiriam viver na favela da favela da favela da favela da favela de Brasília, ou pior, também acabavam parando em Padre Bernardo.

Foi considerado um município em 1964, e de lá para cá nada mais é do que um covil de miseráveis anencéfalos.

Economia[editar]

Com uma economia totalmente baseada na pecuária, na verdade o povo inteiro de Padre Bernardo se sustenta do trabalho que tem em Brasília, já que 150% da população trabalha ou pede esmolas no Distrito Federal.

Cultura[editar]

A pseudo-cultura da cidade não passa do tradicional Festa do Divino Espírito Santo, realizada entre os dias 9 de maio e 19 de maio, onde milhares de fiéis reúnem-se com uma desculpa religiosa para praticarem um dos maiores eventos de orgia do Entorno.

Política[editar]

Padre Bernardo é chefiada pelo prefeito Munn-Ra (o de vida eterna) que desistiu de governar o terceiro mundo (hoje governada pelos ThunderGays ThunderCats) para se candidatar a prefeito dessa bosta linda cidade.

Munn-ha já tentou várias vezes possuir algum cargo eletivo no Terceiro Mundo (aquele dos ThunderCats) no qual ele já perdeu inúmeras eleições para síndico, presidente de bairro, presidente da CIPA, etc. Então ele vagou pelo Entorno do DF por quase mil anos procurando uma local onde os habitantes seriam desprovidos de cérebro, onde ele poderia exercer seu reinado. Foi então que uma dia chegou em Padre Bernardo onde os seres anencéfalos pertencentes àquele local o elegeram como Imperador Supremo. Seu império nessa cidade é muito poderoso, sendo capaz de influenciar e comandar a vida de todos os habitantes locais. Ele rege a cidade com punhos de aço.

O prefeito é uma espécie de feiticeiro com poderes místicos gigantescos e que estava vivo há mais de mil anos no entorno de Brasília. Quando está dentro de sua pirâmide casa no Lago Sul, mantém uma forma envelhecida e desgastada pelos milhares de anos de vida. Porém ao invocar as forças dos espíritos do mal, a mala sem alça múmia envelhecida ganha força política, votos e as faixas que recobrem seu corpo se partem, fazendo surgir um ser chato pra caralho forte e de poderes quase ilimitados, com a aparência de um cangaceiro.

O partido do prefeito de Padre Bernardo é o PCE do B (Partido dos Cadáveres Embalsamados do Brasil).