Palácio do Planalto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Palácio dos Despachos)
Ir para: navegação, pesquisa

Palácio dos Despachos da Presidência do Brasil[1](shudashd) ou Palácio do Planalto (Camõesmente falando) é o local onde os presidentes brasileiros costumam governar(ou poopar[2]) em causas próprias. Foi construído lá por volta dos anos 60 no desgoverno de JK e substituiu o Palácio do Cacete como sede do desgovernos subsequentes. O palácio é conhecido no mundo por ter abrigado, dentre outros personagens do folclore popular brasileiro, um maluco, vários milicos aloprados, o Dono do Brasil, um dono de um Fiat Elba[3], um analfabeto desfuncional e agora uma terrorista.

Construção[editar]

Fachada do edificio desgovernamental
De 2003 a 2016, estes foram os "seguranças" do edifício

O Brasil em 1954 tinha muito dinheiro. Depois que um facista travistido de populista suicidou-se, deixou em seu testamento todo dinheiro que desviou do Brasil enquanto esteve no poder (1930~1945), só que no testamento dele não tinha um herdeiro direto. Foi então que o cartório responsável pela emissão do testamento decidiu criar uma rifa pra arrecadar fundos e sortear toda aquela bolada, mas claro, o ganhador teria que pagar uma taxa de 37,5% sobre o valor bruto do prêmio, para o cartório[4]. Como o país era pobre (igual hoje), um dos presidentes mais injustiçados em toda a história do Brasil[5], Café Filho, comprou quase 78 trilhões de Cruzados(BRZ)[6] em rifas. A história nos diz que ele conseguiu ganhar a herança do falecido suicida, e aliviar a falência do caixa do governo na época.

Seguindo as tradições brasileiras, a construção desse "palácio" foi concluída em 2010. Foto de 2009.

Como quase todos nós conhecemos, nosso excelentíssimo ex-presidente Café Filho[7] se afastou por problemas nos rins, pois o mesmo não bebia agua regularmente[8]. Depois daquele troca-troca presidencial quem assumiu foi o enrustido do Juscelino Kubitschek. Antes da presidência, JK não demonstrava ser esse megalomaníaco todo, só se mostrou assim quando recebeu a faixa presidencial do famoso Nereu(aquele quem te comeu), acompanhado de um "faça bom uso". Pena que JK tenha entendido pra fazer bastante uso do dinheiro público.

E finalmente a ex-presidanta se mudando para o edifício. Foto de 2011

Na construção de Brasília JK preferiu fazer, por razões óbvias, dois edifícios de despachos, um na praça dos três poderes, que esse artigo aborda, e outro no cú da ave (ou avião como desejar), o Palácio da Alvorada. A construção deles, de Brasília, do estado cenográfico do Acre e qualquer outra coisa que temos hoje só foi possível graças a ação de nosso honrado Café Filho, que nem a Globo e muito menos a chata da Wikipédia abordaram, a origem do dinheiro que não existia para permitir essa insanidade de JK.

Interior[editar]

Por se tratar de uma obra tombada (quase que literalmente), o interior desse edifício se encontra quase em condições de insalubridade.

Referências

  1. Esse nome auto-zoavel é a mais pura verdade... veja mais na própria wikipédia.
  2. O termo poopar significa cocô em inglês. E cocô é igual a merda em português (pt-BR). Entende?
  3. Deveria ser considerado crime hediondo ter um Fiat Elba no Brasil.
  4. Esta rifa que deu origem a Mega-Sena.
  5. Acha que é brincadeira essa injustiça com o Café? Quantos jornais tiveram uma reportagem dedicada somente ao Café Filho ou ao governo dele? Quantas vezes você foi obrigado a fazer algum trabalho sobre este ex-presidente? Quantas vezes seus professores mencionaram "Café Filho" em toda sua vida escolar? Quantas vezes você já viu falarem dos ex-presidentes do Brasil e não pularem do governo Dutra ao governo JK? Carlos Luz e Nereu Ramos são outras lendas esquecidas.
  6. A herança de Gentúlho Vagas convertidos em reais hoje dariam cerca de R$ 2,58. Pode parecer pouco, mas esses 78 milhões de cruzados que o governo apostou na época, que aliás era todo o "tesouro nacional", convertidos em reais atuais dariam pouco menos de R$ 0,18 centavos.
  7. Em letragem afro-descentende pra você gravar quem foi este homem, que salvou nosso país da miséria!
  8. Fica a dica então criançada: Bebam bastante água pura (ou não), para evitar mendigar em troca de amém no facebook.