Palermo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Palermo é a maior cidade e capital do Reino da Cecília que acredita-se pertence à Itália de acordo com Berlusconi. E não adianta fazer piadas com trocadilhos para "palerma", na Itália eles não sabem o significado disso.

História[editar]

Palermo errando um pênalti para o time de sua cidade. Não se confunda com a cor do uniforme, ele é rosa mesmo, você que é daltônico.

Os fundadores de Palermo foram os fenícios no século Y a.C., mas como o time de lá era muito ruim, os fenícios se mudaram e fundaram o Maccabi Haifa na Terra Santa (pelo menos esse de vez em quando aparece na Champions League).

O nome inicial da primitiva Palermo era Panoromus que era grego. Neste ponto a etimologia da cidade merece um estudo maior, portanto vamos abrir um breve parêntese: (. Bem, e para manter o texto de acordo com as normas ortográficas vigentes, devemos fechar o parêntese: ).

Os italianos conquistaram Palermo após a primeira guerra púnica, um audacioso plano do Milan e da Internazionale para ter mais time fracos no campeonato italiano para eles serem sempre campeões. Sob o domínio dos romanos, a cidade de Palermo cresceu em importância, graças à construção de uma fábrica de polegares opositores a poucos passos do centro. A fábrica garante o trabalho de quase todos os habitantes da cidade até hoje, porque naquela época eram necessários bastante polegares opositores. Hoje eles são exportados para Bangladesh.

Sob o domínio dos normandos Palermo cresceu a ponto de se tornar a quinta maior cidade da Itália. Don Vito Corleone é o atual governador local, depois que o antigo prefeito acordou com uma cabeça de cavalo em sua cama.

Economia[editar]

Além de polegares opositores, a economia palerma é famosa pelos seus deliciosos salgados de enroladinho de milho.

Geografia[editar]

Esqueça a praia de Palermo para nadar ou pescar, a única utilidade dela é alugar alguns metros cúbicos da prefeitura para descarregar seus drenos industriais.

Patrimônio Mundial[editar]

Em 2016 a cidade de Palermo foi considerada pela UNESCO como patrimônio mundial pelo motivo de ter as ruas mais mal planejadas do mundo capazes de causar engarrafamentos mesmo com uma cidade com uma frota de 65 carros. Tal planejamento péssimo e péssimo é chamado pela UNESCO de "convivência pacífica e harmônica entre as influências normandas e árabes".

Além disso, a UNESCO também enfiou nesse patrimônio mundial as igrejas de Cefalú e Monreale (duas distantes vilas sicilianas) só por preguiça de deixá-los a parte mesmo.

Esportes[editar]

Palermo é reconhecida no cenário esportivo pelo seu time meigo Palermo com o seu característico uniforme rosinha e estádio de futebol onde flores brotam no gramado cujo mascote é um unicórnio. O time de Palermo é um velho conhecido dos times que são realmente bons, pois o Palermo nunca passou de figurante e ponto-grátis no campeonato italiano.

Transportes[editar]

Como é proibido barcos em Palermo sob pena de uma multa de 2011000 €, o mais aconselhável a chegar lá era a nado, mas claro, com uma roupa impermeabilizante por causa da poluição ao se chegar perto demais da praia de Palermo. Por dentro da cidade a opção são charretes.