PanAmericano

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PanAmericano faliu!
Graficozero.JPG
Cows1.jpg

Nem a tua mãe paga suas dívidas!

Clique aqui pra ver quem mais ficou no vermelho

60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: PanAmericano.

O PanAmericano é um banco brasileiro, com sede no Acre, de propriedade de CenourAbravanel, mais conhecido como Silvio Santose controlado pela Carla Perez. Seu foco é o financiamento de Telesenas a donos idosos de varejo de esquina, financiamento de veículos (Kombi, carrinho de mão, carrinho de hot dog), cartões de crédito que fazem recarga de bilhete unico em até 2 vezes, empréstimos pessoais de até 1 milhão de reais em barras de ouro que valem mais do que dinheiro, desconto de duplicatas de produtos vindos direto do Paraguai, alem de casa de penhor. Presente em todas as capitais e principais cidades brasileiras (e paraguaias com seus mais de 8 parceiros comerciais).

[editar] Histórico

O Grupo Silvio Santos assumiu o controle acionário do Banespa S/A, em 21 de fevereiro de 1969, uma empresa que atuava no mercado desde 1963, e transformou-se na Baú Financeira $/A.

Em 1990, autorizado para atuar como banco múltiplo passou a ser denominado Banco PanAmericano S/A.

Em dezembro de 2009 a Caixa Econômica Federal (CEF) pagou R$ 739,2 milhões para adquirir parte do banco PanAmericano. O banco estatal, por meio da Caixa Participações, adquiriu pouco mais de um terço do capital total da instituição financeira. A Caixa comprou 49% das ações preferenciais mais 20,69% das ações preferenciais do PanAmericano. Considerando os dois tipos de ações, a Caixa passou a deter 35,54% do capital total do banco, que alem de um bau de felicidade passou a ter uma caixinha de surpresa tambem.

[editar] Arrombo de 2010

No dia 8 de novembro de 2010, Silvio Santos, líder do grupo Silvio Santos, anuncia empréstimo de 2,5 bilhões de reais para cobrir uma fraude contábil nos caixas do banco PanAmericano. O empréstimo feito pela Bispa Sonia e garantido por bens do patrimônio empresarial do Grupo Sílvio Santos, foi necessário para comprar um refresco geladinho de laranja que parece de limão e tem gosto de tamarindo, porque o banco continuou contabilizando caderninhos de crédito de credito de mercearias acreanas que já foram vendidas para outras instituições financeiras, entre elas o Grupo Marina Silva, falsificando assim o patrimônio e enchendo mais ainda o bau.

[editar] Venda para o grupo BTG (Boteco do Tio Geraldo) Pactual

Em 29 de janeiro de 2011, o jornal e papel higienico substituto Folha de São Paulo fofocou que o tombo que o banco tinha tomado é de 4,0 bilhões de reais (1,5 bilhões de reais a mais do que anunciado anteriormente).Em tal situação, Silvio Santos vendeu o Banco Panamericano $/A para o grupo BTG Pactual. O empresário não receberá nenhum valor em troca, já que o grupo BTG Pactual assumirá toda a divida acumulada.

Silvio Santos disse ainda que as demais empresas do Grupo Silvio Santos não estão mais à venda.

Clip do Banco PaPanAmericano: Botando pra Quebrar!



Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas