Paola Ballesteros

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Gayzao.jpg Este artigo pode te levar para o lado rosa da Força!

Cowboys viados podem ser citados neste artigo.

Não o leia, exceto se você for macho, mulher ou está pintando as unhas de glitter.


Paola Ballesteros
Paolo Ballesteros.jpg
Uma foto rara de Paolo Ballesteros vestido como homem
Nascimento 29 de novembro de 1982
Cabanatuan, Nueva Ecija Bandeira das Filipinas Filipinas
Ocupação Ator, apresentador de TV, modelo, comediante e drag queen
Aparência física Viadão bonito
Vícios Se vestir de mulher e dar o cu

Cquote1.png Você quis dizer: Travesti? Cquote2.png
Google sobre Paolo Ballesteros
Cquote1.png Você quis dizer: Pau no Ballesteros? Cquote2.png
Google sobre Paolo Ballesteros
Cquote1.png Doutor, isso é uma BICHOOOONA! Cquote2.png
Severino sobre Paolo Ballesteros
Cquote1.png Que viadão bonito! Cquote2.png
Ratinho sobre Paolo Ballesteros

Paolo Ballesteros (também conhecido como Paola Bracho) é uma bichona filipina que adora usar maquiagem e se vestir de mulher e assim, se passar por várias celebridades femininas. Bom, pelo menos ele pensa assim, já que o resultado às vezes fica no mínimo bizarro ou até mesmo assustador. Também se diz ator, comicuzinho e apresentador de TV.

Infância e adolescência[editar]

Paolo Ballesteros mostrando toda sua masculinidade para a sua mãe.

Paolo Ballesteros sempre foi um menino muito sensível e delicado. Desde molequinho, brincava com as bonecas da irmã e vestia escondido as roupas da mãe. Na escola, era zoado sem compaixão por moleques retardados por seu jeito de andar e sua voz de mocinha. Enquanto os outros meninos considerados "normais" jogavam bola, Paolo brincava de médico e troca-troca com o Mário (mas qual Mário?). Logo, não era surpresa para os pais o que seu filho iria se tornar. A mãe aceitava, o pai ignorava e a irmã morria de rir.

Paolo Ballesteros (a direita) como Angelina Jolie ao lado da esposa e filha[carece de fontes]. Um belo exemplo de Pai de Família.

Por um breve período de descobrimento sobre sua verdadeira sexualidade, Paolo sofreu uma recaída e se apaixonou por Katrina Nevada (alguém?). Isso é o que ele diz. Na verdade, seu pai, morrendo de vergonha por ter um filho maricas, forçou o namoro e obrigou Paolo a se casar com ela, mesmo este último não querendo de jeito nenhum e morrendo de nojo da moça. Por fim, Paolo resolveu fingir que gostava de mulher para não ser vítima da sociedade machista preconceituosa, além de obter outros benefícios, como vestir as roupas de sua esposa as escondidas e assim seguiu a carreira de ator. Alguns anos depois, Paolo e Katrina tiveram uma filha: Keira Clare. Não se sabe se essa menina foi adotada, se a mãe engravidou de outro homem ou se fez inseminação artificial, mas vamos acreditar que Paolo era bissexual e assim, seria de fato o pai legítimo da guria (o que, por consequência, torna a vida da criança ainda mais difícil, como veremos no decorrer do artigo).

Carreira[editar]

Em 2001, Paolo Ballesteros foi contratado pelo Eat Bulaga! (um desses horríveis programas de televisão como o Ratinho e o Faustão) e logo se tornou um dos principais apresentadores do programa. Seguindo sua carreira como ator em muitos trabalhos irrelevantes, Paolo Ballesteros já era conhecidissíssimo. Contudo, o pobre ator era infeliz, mesmo tendo conseguido tudo o que queria na vida. Ainda faltava algo que o completasse, algo para se libertar das amarras impostas pela sociedade careta conservadora. Ele precisava mostrar ao mundo quem era de verdade, só que não conseguia, triste...

Paola Ballesteros como Shamcey Supsup, vencendo o Miss Gay Universo

Sabe-se lá porque, os filipinos tem o estranho costume de vestirem seus apresentadores de mulheres e todos passaram por isso, até que finalmente em 2005, chegou a vez de Paolo (que agora não era mais Paolo e sim Precious Paola Nicole Ballesteros, "noffa!") em um Concurso de Miss Gay, onde a moça ganhou devido a sua enorme beleza, pois como diria o Ratinho, "ele era um viadão bonito!"

Paola como Vodka (a personagem e não a bebida. Porém, se nego beber muito Vodka, é bem capaz de pegar a Paola a noite achando que ela é mulher)

A partir daí, todo mundo começou a suspeitar se esse Pitbull era Leci mas Paola sempre negou. E vieram trabalhos e mais trabalhos um atrás dele do outro e em todos, eles arrumavam uma desculpa esfarrapada para vestir Paola de mulher. Ele (ou ela) em seu íntimo simplesmente a-do-ra-va! Dois desses papéis de destaque foram Ida, um travesti maluco de Zaido: Pulis Pangkalawakan (parabéns pra você se conseguir pronunciar este nome corretamente...) em 2007 e Vodka, uma drag queen puta que era rival da personagem interpretada por Regine Velasquez em I Heart You, Pare!, em 2011. Ainda, em 2011, Paola venceu outro Concurso Miss Gay Universo, dessa vez como Ms. Shamcey Mwah Mwah Tsup Tsup Filipinas (paródia de Shamcey Supsup e por sinal, bem mais gostosa que a original...ou não).

Cquote1.png Bicha! Tô passada! Cquote2.png Paola como Trisha Echevarria, uma transsexual.

Nessa altura, até a sua vó sabia que esse cara é bicha, mas ele(a)...negava! Em março de 2016, Paola teria sido suspensa do Eat Bulaga! por seis meses, devido as suas declarações em sua conta do Facebook sobre os shows ao vivo. Durante sua suspensão, Paola passou seu tempo praticando crossdressing e interpretando mais protagonistas gays (que novidade...) em dois filmes diferentes: Die Beautiful (2016) e Barbi D' Wonder Beki (2017). No primeiro, nossa diva foi aclamada após interpretar Trisha Echevarria, uma transsexual, pois ao contrário de seus papéis gays anteriores, onde suas caracterizações foram descritas como "exageradas" por alguns críticos, seu papel naquele filmeco em particular atraiu elogios, ganhando seu primeiro prêmio internacional de melhor ator (ou atriz) no 29º Festival Internacional de Cinema de Tóquio. E no segundo, ela virou uma boneca barbie e até foi nas apresentações do filme vestida assim, mostrando que estava cagando e andando para os porcos moralistas seguidores do Jair Bolsonaro.

Atualmente tem se vestido como Mariah Carey em mais um quadro fudido daquele programeco ridículo que é o Eat Bulaga!.

A Rainha da Maquiagem[editar]

Paolo Ballesteros mostrando que pode substituir Gal Gadot no próximo filme da Mulher Maravilha (ou Traveca Maravilha).

Paola Ballesteros é conhecida por ser um bicha-louca uma grande maquiadora em suas transformações em celebridades femininas, ganhando o reconhecimento internacional por sua grande viadagem. Sim, ao que parece, após ânus sendo vestido como mulher em filmes e programas, nossa amiga finalmente resolveu sair do armário e aprendeu a se maquiar de uma maneira que faria Clodovil e Ronaldo Ésper morrerem de in-ve-ja! Tal habilidade, apesar de fazer você pensar: "poxa, se fosse traveco eu comia" algumas vezes deixa a desejar ou fica nada a ver, horrível ou simplesmente fica parecendo o monstro do espaço. Ela já publicou fotos de numerosas transformações através de sua conta no Instagram, sendo algumas delas: Caitlyn Jenner, Angelina Jolie, Mariah Carey, Kim Kardashian, Beyoncé, Ariana Grande, Rihanna, Demi Moore, Anne Hathaway, Katy Perry, Madonna, Gal Gadot, Britney Spears, Hebe Camargo, Cláudia Leitte, Ivete Sangalo, Dona Florinda, Olívia Palito, Vovó Mafalda, Bruxa do 71, Pablo Vittar e Justin Bieber.

Como Kim Kardashian recebendo o prêmio de melhor ator...melhor atriz...ah, você entendeu!

Na apresentação de lançamento do filmeco Die Beautiful, Paola representou duas celebridades femininas. A primeira foi Angelina Jolie (que se chamava "Angelina Magdangal", que bosta!) trajando um vestido de veludo preto, com mangas quadradas, luvas de ópera pretas, salto alto preto e calcinha fio-dental. Na noite de premiação e depois da coletiva de imprensa, ela imitou Julia Roberts, usando um vestido de lantejoulas de ouro com salto alto branco e luvas de ópera brancas. Simplesmente um luxooooooooooooo, bicha!

Vida pessoal[editar]

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...o Paolo Ballesteros é gay?
Cquote1.png E então, meninos? De quem é a vez? Cquote2.png Paola como Katy Perry, no meio de uma suruba com seus bofes.

Paolo Ballesteros, acredite se quiser, foi casado com Katrina Nevada (Você não sabe quem é? Nem eu!), com quem ele tem uma filha, Keira Clare, embora a paternidade da menina possa ser questionada devido as baitolices do pai.

Paola Ballesteros brincava tanto de boneca na infância, que na fase adulta, se tornou a própria Barbie!

Ballesteros nunca saiu do armário e se assumiu explicitamente como gay (e por acaso ele ainda precisa???), mas tem sido visto frequentemente agarrado a vários homens, compartilhando fotos românticas deles juntos a partir de sua própria conta no Instagram. E com isso (aliado ao fato dele adorar se vestir de mulher) todo mundo já sabe que essa coca é fanta, levando à especulação de vários relacionamentos homoafetivos. Apesar disso, Ballesteros fez como Agnaldo Timóteo e nunca confirmou nem negou tais boatos. Mais uma vez repito: ele ainda precisa assumir??? Seria o mesmo que perguntar se as mulheres cagam e elas negarem, né?

Galeria[editar]

E aqui, mais algumas fotos de Paola Ballesteros interpretando celebridades femininas.

Ver também[editar]

  • RuPaul (ídolo de Paola Ballesteros, o qual ainda pretende fazer parte de seu programa tosco)
  • Pernalonga (outro ídolo de Paola em sua infância, especialmente nos episódios em que virava a coelha)
  • Pablo Vittar (drag brasileira, porém mil anos luz inferior à Paola)