Paprika

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Paprika
パプリカ
Paprika.jpg
Que porra é essa?
Gênero Ficção científica
Mangá
Autor Ninguém
Divulgação Nenhuma
Onde sai Onde Judas perdeu as botas
Primeira publicação Nunca
N° de volumes 0
Anime
Dirigido por Satoshi Kon
Estúdio Madhouse
Onde passa Passou no cinema
Primeira exibição 2006
N° de episódios 0
Filmes 1
OVAs O DVD do filme conta?

Paprika (2006) é um desenho animado japonês baseado em um livro de ficção científica japonês feito no Japão por japoneses para japoneses, sobre uma psicóloga que utiliza um aparelho que permite ao terapeuta entrar nos sonhos de seus pacientes. O desenho foi dirigido e escrito por Satoshi Kon, um maluco fumado que fez também Perfect Blue, Millenium Actress, Tokyo Godfathers, Paranoia Agent e outros filmes onde os personagens são mentalmente perturbados (como seu criador).

Personagens Principais[editar]

Spoiler5.JPG
Atenção! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais spoilers.
Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Romeu e Julieta cometem suicídio, ou que Richard Nixon renuncia depois que descobrem o caso Watergate.
Spoiler3.jpg

Doutora Atsuko Chiba[editar]

Atsuko Chiba

Psicóloga fria e calculista que trabalha em um centro de pesquisa, ela é chefe de um time de cientistas que desenvolve uma tiara do Ney Matogrosso revolucionária chamada DC Mini. Esse aparelho milagroso, quando inserido no ânus, permite ao psicólogo entrar nos sonhos de seus pacientes, onde pode tratar dos traumas diretamente.

Paprika[editar]

Paprika

Alter-ego da doutora Chiba, que oferece serviços de prostituição quando projetada dentro dos sonhos dos pacientes. Como acontece normalmente em casos de esquizofrênia, Paprika é o oposto de Chiba: alegre, sorridente, serelepe e caucasiana. Megumi Hayashibara interpreta a voz de Chiba e Paprika, e de todas as personagens principais femininas de anime dos últimos 30 anos.

Doutor Torataro Shima[editar]

Velho tarado que deseja fazer sexo com Chiba, com Paprika, e com qualquer mulher em um raio de 10 metros. Doutor Shima possui uma coleção de calcinhas usadas de colegiais, que ele fica cheirando quando niguém está por perto.

Doutor Kosaku Tokita[editar]

Kosaku Tokita

Gordo flatulento que inventou o DC Mini, apesar de ser meio retardado mental. Mais obeso que Jô Soares e Fausto Silva juntos, Tokita nunca foi à praia para não ser confundido com um cetáceo e ser arpoado por um baleeiro.

Doutor Morio Osanai[editar]

O bishonen obrigatório de cada anime, ele é um homossexual que vende seu corpo em troca do segredo da juventude, assim como Dorian Gray, personagem de Oscar Wilde.

Diretor[editar]

O careca paralítico John Locke, professor Xavier dos X-Men, tem planos de usar o aparelho para estimular seus folículos capilares e desenvolver um afro. Usa o corpo de Morio Osanai para fins sexuais.

Detetive Toshimi Konakawa[editar]

Policial bigodudo que não consegue se livrar de uma fobia com circo, e precisa da ajuda de Paprika para clarear sua mente confusa, cheia de assassinatos e corrupção acumulados em sua longa carreira.

Enredo[editar]

O filme apresenta várias imagens psicodélicas inspiradas pelo uso de LSD.

Em um futuro próximo, cientistas desenvolvem um aparelho capaz de penetrar nos sonhos das pessoas, ajudando os psicoterapeutas no tratamento de doenças mentais, taras, obsessões, traumas e outras neuroses mais rapidamente. A doutora Chiba passa a usar o aparelho experimentalmente, usando seu alter-ego Paprika para tratar do policial Konakawa, que sofre de um caso agudo de frescura. Os três protótipos desse aparelho são misteriosamente roubados do laboratório. O doutor Shima fica mais louco do que costume, e resolve tentar o suicídio da forma tradicional japonesa: pulando através do vidro de uma janela fechada no último andar de um prédio.

Chiba decide entrar na mente do convalescente Shima, para tentar descobrir alguma pista escondida no seu subconsciente que leve ao culpado. No sonho de Shima existe uma parada interminável, onde gays, lésbicas e simpatizantes marcham em uma visão perturbadora do inferno de Dante. Nessa parada Paprika encontra Kei Himuro, um dos assistentes de Tokita, e entrando na mente dele descobre que George Bush deseja confundir realidade com fantasia. Depois de um confronto direto, Paprika é capturada, acorrentada a uma mesa e estuprada por tentáculos pelo diretor do centro de pesquisas. Ela é salva por Tonakawa, que resolve sua homofobia dando um tiro certeiro nas costas de Osanai.

Chiba e Shima acordam e descobrem que sonho e realidade estão misturados. Tokita aparece como um robô gigante e devora Chiba. O diretor surge como um monstro enorme trazendo a escuridão para o mundo. Paprika pula dentro de Tokita, e um bebê gigante levanta-se de um compartimento do robô, chupando o ar e devorando a energia negativa do diretor. O bebê cresce e vai se transformando em uma figura combinada de Paprika e Chiba, que consome o vilão e termina com o pesadelo.

Chiba casa com o rolha-de-poço Tokita, e morre esmagada na noite de núpcias. Konakawa compra um ingresso para o circo, e acaba sendo estuprado e assassinado por um palhaço psicopata.

Ver Também[editar]

v d e h
Este artigo fala sobre um anime.