Paquitos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Platéia vazia.jpg Please STOP the music!

Este artigo se trata de cantores, bandas ou músicas cantadas muito, mas MUITO mal.
Os Cavaleiros do Zod... não não, são apenas cinco muleques mesmo.

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Paquitas sem calcinha (ou não) Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Paquitos
Cquote1.png Experimente também: PA-C-TO com o demônio Cquote2.png
Sugestão do Google para Paquitos

Paquitos foi a versão gay masculina das Paquitas, quando por pressão popular (e desejo da Xuxa de tarar seus baixinhos - vide Marcelo Ribeiro) ela decidiu criar um grupo que tivesse também garotos vestidos de soldadinho de chumbo. Eram quatro (que depois virariam cinco, depois quatro de novo, cinco de novo, e por fim morreram). Os Paquitos jamais fizeram o mesmo sucesso que as Paquitas (tanto é que quem nasceu nos anos 90 duvidosamente lembram que eles existiram).

Gravaram um disco em 1990, mas não vendeu praticamente nada, e com isso viraram lenda.

Os paquitos[editar]

  • Alexandre Canhoni (Xandi, Xande, Xand, sei lá. Xiquito): Xand Xiquito era o vocalista principal (e o galã) do grupo, usava uma franja de Jonny Bravo, fazia muito sucesso com as novinhas. Depois que saiu do grupo ainda lançou um disco chamado Xande Vem Dançar, e ia participar do grupo Harmonia do Samba, mas foi ignorado porque apareceu outro de mesmo nome que dançava melhor que ele. Assim, em 1996, após tentar enrabar sem sucesso a Ana Paula Arósio, ele virou crente mala, gravando disco até pela Gospel Records, mas em 1997 ele endoidou o cabeção de vez, após revelar que ele era satanista e que fez pactos com Ilariê pra conseguir seu sucesso, e assim ele tacou fogo em tudo que ele tinha, até a cueca da Xuxa ele queimou em praça pública. Hoje em dia mora num monastério e não atende telefonemas, não fala com ninguém da sua "vida passada", nem com a própria Xuxa. Isso que eu chamo de "crente caga-regras"... que INFERNO, PORRA!
  • Cláudio Heinrich (Claudinho): O único que deu "certo" de todos, virou ator da Globo com seu estilo de surfista calhorda, mas começou justamente na primeira temporada daquela abominação infinita chamada Malhação. Depois protagonizou Uga Uga como o índio branco (?) Tatuapu. Apresentou durante anos o Globo Ecologia, como homenagem aos seus tempos de índio (ou por falta de talento pra novela mesmo, quem sabe). Desesperado, fugiu pra Record, onde está até os dias de hoje, esperando por alguma novela que o chamem, como Bicho do Mato, sei lá.
  • Egon Júnior (Topo Gigio): Era o "mais inteligente" do grupo, e um dos principais introdutores do estilo mullet de cabeleira no Brasil, logo depois de Lionel Richie, Evandro Mesquita e Zezé di Camargo. Tentou ser ator, participando inclusive da minissérie Despedida de Solteiro, mas como deu mó merda, fez um supletivo e virou gerente de multinacional. No fim de tudo, realmente era o mais inteligente da turminha.
  • Marcelo Faustini (Marcelo): O paquito de nome mais "criativo", era o mais tímido da turma, mas apesar de sua timidez, ELE COMEU A DEBORAH SECCO NOS TEMPOS DE CONFISSÕES DE ADOLESCENTE AINDA e você só morrendo na mão pelas Playboy dela. Enfim, Marcelo chegou a fazer a Oficina de Atores da Globo (a.k.a. Malhação), mas se mudou pros Istêitis e voltou transformado em mais um cover de Elvis nesse mundão.
  • Robson Barros (Rob): O primeiro dos paquitos, e também o primeiro a dar tchau, pois decidiu sair depois que seu pai (ninguém mais ninguém menos que o PRODUTOR MUSICAL DO REI) o chamou pra um bico no trampo dele. Ele também saiu porque tinha deixado uma baixinha grávida e o pai dela o forçou a casar com a dita cuja, obrigando ele a sair do programa. O casório deu merda e acabou rapidinho, mas o bico com RC não, esse deu tão certo que Rob hoje em dia dá-se ao luxo de viver ignorando até que um dia pagou mico de se vestir de Paquita, ops, Paquito.
  • Yuri Martins (Yu): O estepe do Rob, entrou em 1991 apenas porque dançava parecido com o Beto Barbosa (que CRITÉRIO GENIAL!). Hoje em dia... cri cri cri... ele apareceu numa edição do Câmera Record, mas eu não assisti porque estava escrevendo esse artigo e jogando Happy Wheels no momento.
  • Marcelo Ribeiro: Dizem que esse era o Paquito original, tendo vindo antes mesmo até das Paquitas, e apresentou-se com a Xuxa apenas em um único programa chamado "Amor Estranho Amor", ele interpretando Paquito e ela a Ursinha Macia.

Ver também[editar]

  • Papaquitos, a versão esteroidizada dos Paquitos.
Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Paquitos no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg