Paraíso do Sul

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg

Cquote1.png não encontrada no mapa Cquote2.png
Google sobre Paraíso do Sul

Paraíso do Sul é uma cidade dos vales no centro do Rio Grande do Sul. Paraíso do Sul foi uma cidade que foi emancipada talvez da maior cidade da região dos vales que é a cachoeira do sul, e olha que aquilo não é grande coisa. Enfim, sem favoritismos com nenhuma cidade, tanto cachoeira quanto paraíso, nenhuma delas faz juz do nome que tem. Cidade composta de 10% de chinas que ja deram para todos paraisenses, 60% de "alemon grosso que ainda se acha", 30% de fofoqueiras.

História[editar]

Paraíso do sul tem uma história grande pra caralho de acordo com um desocupado na wikipédia e no site do governo gaúcho. Mas pode ser resumida que lá foi encontrado os fósseis de adão e eva e que o município tem que ter turismo por causa disso e um blá blá blá eterno sobre como iria ser legal que Paraíso fosse uma cidade grande.

Enfim, provavelmente foi inaugurada pro tropeiros, eles usavam aquilo como rota comercial e deixavam o gado pastando por lá. A explicação para a terra fértil existente por lá se deve ao fato de que por anos eles deixaram o gado cagar nas terras onde hoje plantam e também os cavalos e até mesmo os próprios tropeiros o faziam, no fim a terra ficou "roxa" e hoje plantam de tudo que sai com um gosto estranho.

Os habitantes dizem que é assim a comida do posto onde comem (o restaurante da cidade é o posto de gasolina... Sim!) mas é dessa terra aí mesmo.

No fim, a cidade foi anexada à Cachoeira do sul, ou a outra cidade... Vai saber que cidade era, é mais fácil dizer que foi cachoeira do sul que anexou paraíso pois ela é maior.

Vida de distrito[editar]

Cuidavam bastante de Paraíso do Sul, foi considerado um bairro o lugar. Então começou uma onda de emancipação ultimamente começando na década de 80. Apareceu então o representante do distrito indo falar com o pessoal a respeito da possiblidade deles se separarem e virarem uma "presença no vale". Os habitantes disseram algo mais ou menos assim: "Dawn Yeah".

Se separaram e em menos de 8 meses já tinham declarado falência na cidade e tiveram que retornar a ser distrito. Depois o vereador fez tudo de novo e dessa vez pegou a tal "terra marrom" que ficava em uma área que não tinha na outra emancipação.

No fim, a cidade só declarou falência ano passado.

Economia[editar]

A economia se baseia só na agricultura na plantação de fumo, o restante fica nos ladrões, quer dizer os politicos e só sobra 2,5% para o comércio que não é grande coisa, enormes mercados hahahha, padarias e pastelaria(uma apenas), além da Lan House que é o lugar favorito dos caipiras, digo, Paraisenses.

Também tem o turismo que compõem zero por cento de toda a economia do município. Diz que o único turistas que veio para a cidade visitar mesmo foi um agente funerário que deu a nota 0,1 para os hoteis locais.

Turismo[editar]

não há turismo, já foi dito Há algumas coisas que eles consideram turismo. Deixa eu ver aqui... Não... MAIS UM MUNICÍPIO QUE' escondeu que NÃO TEM SEQUER PONTOS TURÍSTICOS e colocou um monte de cachoeiras dizendo que era ponto turístico: cachoeiras remetem ao desespero que remete à merda nenhuma.