Parafilia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Não há amor nessa relação, mesmo que seja difícil de perceber.
Em parafilia isso não significa amor, mas pode esfregar a almofada onde quiser.

Parafilia quando a madre superior de um mosteiro de monjas pegou flagrante delito duas gurias aspirantes a freiras e perguntou se o compromisso delas era com as coisas de deus ou do demônio! Elas bem relaxadas, no mal sentido, pois além de tudo queimavam um baseado: Que foi aí ô pinguim? Nem demônio nem deus aqui não entra homem não. A madre ficou desnorteada e apenas conseguiu dizer sacudindo a cabeça: Para filha. - Sim, trocadilhoo podre mas foi verdade e daí que ficou caracterizado qualquer ato sexual sem amor pois a pobrezinha da assustada da madre, disse que aquilo era falta de amor.

Então[editar]

Sabia que não deveria ter seguido essa linha para fazer o artigo agora nem sei que parafilias colocar. Colocando ou não sejamos carinhosos, mas já foi a definição bem simples e é isso sem mais para o momento, parafilia é quando não há amor, e como não existe amor nas práticas, então não há problemas, ou sei lá, porque eu sou uma criatura singela que só faz sexo com amor, pode acreditar.

Parafilia lamentável.

A madre estava certa, sua periguete, para de ser sem vergonha e vê se faz com amor, porque se não fosse para ser dessa forma não seria chamado amor Eros, veja bem amor Eros, de modo que deve ter amor no ato sexual. Mas eu sei porque surgiu parafilias, antes mesmo do flagrante delito das noviças, que escolheram o lugar mais inadequado, elas apenas batizaram o termo, mas já se fazia isso antes, mas surgiu porque mais no início da saga humaneta pela face da mãe Terra, as pessoas eram mais mega-hiper-fofas-kawai (termo emprestado das otakas, bem adequado e fresco), o que significa esse palavreado docezinho e meloso? Significa que as pessoas eram muuuuuito amorosas e mesmo que tivessem dez parceiros ou parceiras diferentes conseguiam amar esse povo todo, amavan-se loucamente e docemente ao mesmo tempo, mas com o passar das eras (as muié do Eros), os humanos mal e toscamente conseguiam amar uma pessoa. E assim surgiram parafilias, o culpa das noviças foi mesmo apenas o flagrante e o nome do termo, além claro de escolherem o lugar mais inadequado pra praticar alisamento mútuo de borboletinha.

Por mais carinho que tenha nas parafilias será sempre carinho pelo pau, pela vagina, mas não pela pessoa em sua totalidade, isso se tiver uma pessoa, pois em parafilias nem se tem certeza de nada, pode aparecer de tudo e há criaturas que apreciam até se acasalar com esponjas, ou com mesmo com frutas e não são mulheres frutas, nem frutas, frutas mesmo, tipo melancias... Ou bananas e imagine o que quiser.

Até mesmo uma singela siririca pode ser considerada parafilia, isso de sem amor deixa as parafilias muito abrangentes, bastando qualquer coisa de cu... de cunho sexual estar em jogo para que se defina como parafilia. O que não ocorre se tiver amor, assim mesmoé difícil de encontrar amor em relação qualquer que seja, mesmo assim, acreditam nisso, existe gente bobinha pra tudo.