Paragominas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Paragominas (carinhosamente denominada de "Paragobala" pelo próprio povo local) é a fantástica Terra do Nunca! Nunca tem saneamento básico, nunca tem supermercados abertos a noite, nunca tem segurança pública, nunca tem hospitais de boa qualidade, nunca tem pessoas legais a se conhecer, mas tem uma rede de lojas que pensam que vendem barato, e fazem barulho, mas muito barulho o dia todo com carros de som, que mais parecem carros alegóricos. Só porque possuem um prédio se acham cidade grande de alguma coisa.

Hoje a cidade possui o maior numero de poços artesianos do mundo, o lençol freático já o mais fino de todos os tempos, hoje já conhecido "folha freática", devido a sua espessura.

História[editar]

Uma rua de Paragominas que reflete como o povo dessa cidade é mal educado (não dá nem para fazer uma descrição irônica da imundice que são as ruas de Paragominas).

A distinta cidade é lendária, formada por paraenses (coisa rara), mineiros e goianos, mas na verdade deveria chamar "Paragominas Santo"...pois tem muito capixaba também.

Geografia[editar]

O município é reconhecido como "Município Verde", entretanto é impossível imaginar quem é a empresa certificadora desse título não condizente... pois o que mais tem na cidade são caminhões totalmente irregulares carregando a amazônia. E se aparecer alguém para reclamar, mesmo que seja uma velhinha missionária, toma bala dos jagunços.

Economia[editar]

O custo de vida é comparado com New York, é o cumulo do absurdo a mafia de preços padrões nesta cidade, a região é grande produtora de carne e mesmo assim não tem sequer um frigorifico regularizado e o preço da carne é o maior do Brasil. Incongruências só vistas em cidades brasileiras.

Segurança[editar]

Paragominas não é apelidada de "Paragobala" por brincadeirinha, a cidade orgulha-se de possuir a maior taxa de homicídios per capta do Brasil, praticamente um por dia para uma cidade de apenas 100.000 habitantes. Não existe policiamento, muito menos lei.

Turismo[editar]

A cidade possui um Parque ambiental, que é conhecido como o Jardim Botânico do Norte, lá têm poucos animais, devido a gula de alguns índios que ali se instalaram durante um workshop tupi guarani realizado em meados de 2009, e o restante dos animais morrem de fome mesmo, o parque é tão acolhedor que chegou a colocar uma Harpia (maior águia das Américas) em uma enorme jaula de 1 x 1 m², a coitada da águia nem batia asas...só caminhava para comer migalhas que era jogada por turistas do mundo todo.

A cidade possui uma das praças mais belas do mundo, repleta de câmeras online com a prefeitura e com os melhores sites de voyeur do mundo, visto a grande quantidade de casais que se deliciam da bela paisagem noturna com sexo ao ar livre. Lá está o Lago Verde, considerado o cartão postal mais depredado do mundo, porque todo mundo caga nesse lago, ele seca e os peixes toda hora aparecem às toneladas mortos.