Parlamentarismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Normalmente o primeiro-ministro é sempre uma pessoa extremamente equilibrada e sem vícios morais ou outros vícios quaisquer. Normalmente...

Parlamentarismo é um sistema de governo em que o rei ou o presidente só serve pra dizer que tem num encontro entre países e só, porque quem realmente manda na porra toda é o congresso parlamentar, ou seja, o grupo de pessoas que constituem a bancada de deputados e senadores, na figura de um representante chamado primeiro-ministro, eleito por eles, mas que pode ser derrubado rapidinho, diferente de um presidente no presidencialismo que é um rolo do carai pra conseguir um impeachment, ou de uma monarquia que só rola se esperar o filho da puta morrer ou decidir cortar o pescoço dele na tora.

História do sisteminha[editar]

Os primórdios dessa viagem advém de 10 de junho de 1215 na Inglaterra, quando o rei João Sem-Terra foi capturado por seus amiguinhos que o forçaram no dia 15 a assinar uma cartinha chamada Magna Carta que forçava o rei a dividir seus poderes de Power Ranger com os amiguinhos do congresso. Com o passar dos anos isso foi sendo aperfeiçoado ate a chegada da Revolução Gloriosa entre 1688 e 1689, que estabeleceu de vez as bases do parlamentarismo que seriam quase sempre seguidas por outros países a partir daí.

Divisões[editar]

Existem dois tipos oficiais de parlamentarismo:

  • Monarquia constitucional: Aquela em que "o rei reina, mas não governa", em que existe uma dinastia monárquica e tudo o mais, mas é só pra ter pose de glamour, porque o rei ou rainha não servem pra porra nenhuma, a não ser gastar dinheiro e pagar de fodões em bailes, casamentos, etc e tal. Exemplos: Reino Unido, Suécia, Espanha e Japão.

Existem ainda duas gambiarras: o semipresidencialismo, em que o presidente até tem poder de governo, mas sempre contando com a ajudinha do primeiro-ministro, e ambos agem em comum acordo no poder executivo (ou seja, tretas pra caralho), e teve como exemplos a República de Weimar na Alemanha e a França desde 1958 funcionam assim desse jeitinho; e o parlamentarismo dos tempos do Império do Brasil, em que o primeiro-ministro era primeiro-ministro, mas não governava, quem governava mesmo era o D. Pedro II. Mais jeitinho impossível, Made in Brazil!

Ver também[editar]



Dios1.png Importante! A Igreja Universal quer sua atenção!

Deus quer que este artigo seja ampliado.
Aqueles que o fizerem, serão ajudados pelos seus tentáculos. Os que ignorarem, irão para o inferno pra sempre.
Não seja herege e obedeça a verdade única e divina!