Parnahyba Sport Club

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Parnahyba Sport Club
Escudo do Parnahyba.png
Brasão
Hino Salve o Parnahyba porque ele vai cair
Nome Oficial Paraíba Sport Club
Origem link={{{3}}} Piauí- Parnaíba sem hy
Apelidos Azulzinho perdedor.
Torcedores nem os moradores de Parnaíba torcem para ele
Torcidas azulzinhas do Piauí, tubaroas selvagens
Fatos Inúteis
Mascote Tutubarão
Torcedor Ilustre Janco Tianno
Estádio Pedrinho Alelavo
Capacidade 1 faxineiro e 2 reservas
Sede Parnaíba, se não o tubarão morria.
Presidente Batia no filho
Coisas do Time
Treinador Jô Soares
Pior Jogador Nuvola apps core.png O time todo
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png ninguém
Patrocinador SESI e Polishop
Time
Material Esportivo Uso descontínuo
Liga Campeonato Piauiense
Divisão Não tem série B naquele estado, senão...
Títulos 9 municípais, isso por não haver outro time além dele na cidade
Ranking Nacional 100° (abaixo dele tem ninguém)
Uniformes Shatraj.jpg



Parnahyba Sport Club é um time de futebol que se acha tradicional, mas que na realidade é só um clube totalmente desconhecido e que ninguém se importa advindo de uma cidade igualmente insignificante, nem mesmo os dois times de Teresina ligam para esse Parnahyba, imagine alguém de fora do estado do Piauí?

História[editar]

Fundação[editar]

Por incrível que pareça, este time foi fundado em 1913, mesmo antes de sequer o Piauí ter sido descoberto pela civilização, algo que aconteceu só em 1988. Existia, porém, pessoas naquela região que não sabiam se eram uma praia do Maranhão ou do Ceará, e que decidiram montar um time de futebol, mesmo que péssimo, seria pelo menos o melhor da região (por ser o único).

O time foi o precursor e fundador da Copa Parnaíba, o qual foi campeão só 7 vezes mesmo sendo o único time semi-profissional da Paraníba, sendo derrotado por equipes semi-amadores de curta existência (times peladeiros criados num fim de semana entre amigos e desfeito na semana seguinte após a conclusão da pelada, como os casos dos campeões parnaibenses Artístico de Parnaíba, International Athletic Club e Sport Club Fluminense).

O que aconteceu de 1941 até 2003[editar]

Após a unificação do campeonato piauiense em 1941, o Parnahyba tornou-se o saco de pancadas dos times da capital, e por 60 anos sua única utilidade foi perder para Ríver e Flamengo-PI. Apesar disso, a meia-dúzia de torcedores parnahybenses afirma categoricamente que seu time tem tradição no estado, só se for tradição de ser derrotado sempre. O Piauí que é um estado que sempre teve carência de infra-estrutura, renda, visibilidade, com o futebol não seria diferente e quase não existem times lá, e mesmo os poucos são como o Parnahyba, existentes apenas para fazer número

O Parnahyba jamais modificou seu nome para o mais correto, o Parnaíba, por preguiça, analfabetismo e por estilo, para demonstrar que o time parou no tempo assim como a forma gramatical de sua grafia.

Tri-campeonato[editar]

Algo surpreendente aconteceu nos anos de 2004, 2005 e 2006, quando o Parnahyba foi tri-campeão piauiense. Seria algo notório se não fosse o fato de ser a porcaria do estado do Piauí onde nem existem times.

Apesar de 3 títulos estadual, disputou apenas a Série C de 2005, cuja participação foi tão insignificante que ninguém sabe contra quem o Parnahyba jogou e de quanto foi goleado.

Bi-campeonato[editar]

Qualquer time peladeiro por aí seria facilmente deca-campeão piauiense, mas não é o caso da ruindade do Parnahyba, que sofreu para conquistar um bi-campeonato estadual, os títulos de 2012 e 2013. A prova de que o nível da equipe é algo entre irrisório para desprezível é que em sua participação nas Copas do Brasil de 2013 e 2014 apanhou respectivamente de 3x1 para um falido ABC e depois 5x1 para um falido Ceará que disputaria o ano inteiro não rebaixar para Série C.

O time era tão ruim que sequer foi escalado para jogar a Série D de 2012, e após reclamar deixaram ele jogar a Série D de 2013, tudo para perder a vaga para um time de pequizeiros, o Gurupi EC.

Mascote[editar]

O mascote do Parnahyba, sorrindo para os torcedores, ô mininu lindu!.

O mascote do time de rua é um tubarão, isso porque o tubarão vive abaixo do nível do mar, o mesmo nível do time que está mais rebaixado que um carro, ele foi criado por Tifudeu Meumão quando foi pra praia com seus amigos farofeiros para um churrasquinho da boa e do nada um tubarão apareceu, só um dos amigos do Tifudeu soltou um peido porque tava com medo, o que ocasionou na morte do benito tubarão, aí Tifudeu teve uma idéia: Usar a carcaça do tubarão como fantasia para o concurso de mascotes do Parnahyba Sport Club, como não tinha ninguém além do Tifudeu, foi ele o massacote do time.

Hinu[editar]

O hino do Parnahyba foi a primeira música criada na cidade, isso porque todo mundo é preguiçoso igual baiano, logo para evitar a fadiga eles usaram o mesmo hino do time para o hino da cidade, prepare os ouvidos, melhor dizendo olhos ao ver o hino.


Ó Parnaíba
Teu nome expreme
Em nosso peito
As nossas espinhas
Que nos inspira a repetir essa merdaça
Da voz do Juninho que te assusta,que te assombra


Teus filhos medrosos
No embate nu
Fazem do peito
Um fraco escudo


E quem da luta
Todo ardor não grita
Ao som do gemido:
Salve ó Parnaíba


Possues o brilho
Da paz maldita
Que sobre nós
Fuge na pica


Arroto forte do bebum a vida canta
Nessa oficina do mecânico que nos enche panças


Do nosso esforço
Vem a surgir
A bela merda
Em teu grunhir


O doce assombra
Do medo supremo
Regredir sempre
É o nosso medo


Onde a gravura da minha pica enfim assome
Nos lembra o mijo que te deu tão grande nome.


Teus filhos fracos
No embate ao x-tudo
Fazem deles
Uns grandes pançudos


E quem na fuga
Não cai na minha pica
Ao som de um viado:
Salve ó Parnaíba

Nota: o "Salve ó Parnaíba" é plágio do plágio do hino do CUrintia.

Títulos[editar]

  • Eliminações-relâmpagos na Copa do Brasil: 4 vezes