Passear com o cachorro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Chewbacca.PNG ANIMAAAAAAAL!!!

Este artigo trata de algum animal, ou alguém que pareça um animal, ou alguém com nome de animal, ou alguma bosta que te faz se sentir um animal, ou ainda um ANIMAL. Não leia se tiver alergia a pessoas.

Cquote1.png Eu sou mais inteligente que meu dono. Cquote2.png
Seu cão sobre Você
Cquote1.png Oi... a cachorrinha tem telefone? Cquote2.png
Você dando cantadas enquanto passeia com o cão.
Cquote1.png Era melhor ter ido ver o filme do Pelé... Cquote2.png
Seu cão sobre o passeio chato que você deu com ele.
Cquote1.png Na União Soviética o cão leva VOCÊ pra passear. Cquote2.png
Reversal Russa sobre passear com o cachorro.
Cquote1.png Quem me leva é o Salsicha. Cquote2.png
Scooby Doo sobre passear com o cachorro.

Para as pessoas que são donas de cães é quase que obrigatório que elas deêm um passeio com o cachorro. Nesse artigo serão apresentados várias coisas brochantes interessantes que podem acontecer (ou não) ao se passear com um cão pela cidade. Para aqueles que não possuem cão, aqui você verá motivos para continuar sem ter um.

Por que passear com o bicho?[editar]

Awwnnn.... dá vontade de levar pro canil pra casa!

Por mais estranho que isso pareça os cães também têm instinto social, assim como seus primos lobos, e por isso vez ou outra têm que sair para mijar no poste conviver com outros cães, latir para o traficante e ele dá um tiro em você marcar território e comer várias cadelas gostosas procurar gerar descendência para sua espécie. O cachorro também pode enlouquecer caso fique preso na sua casa ou apartamento. Já pensou se ele devido ao aprisionamento decida criar um plano de fuga da sua moradia e consiga fugir mordendo vários vizinhos seus? Ainda não pensou? Mas é bom pensar, meu camarada! O cachorro também precisa pegar um ar fresco e espairecer a cabeça dessa dura vida de cão que ele leva.

Ele pensa que vai passear, mas se tornará comida de chinês.

Escolhendo o local[editar]

Sair com o cachorro requer uma logística como se fosse ir para uma guerra. Você precisa saber se o cão está alimentado, castrado, vacinado, se tem mais de um rabo hidrofobia, claustrofobia ou aracnofobia e se o seu cão é fêmea. Depois de coletar essas informações você necessita de reconhecer o local onde acontecerá o passeio, tendo duas principais opções: uma praça e a sua rua.

  • Numa praça - É um lugar onde seu cachorro deve adorar, pois ele pode cagar a vontade e te deixar com papél de palhaço ( mas você já não é? ) na frente dos velhinhos, crianças e casais que estão na praça. A vantagem de levar o cachorro pra praça é que está longe de sua casa e qualquer vergonha que você passe lá ficará por lá (ao menos que filmem e postem no YouTube). A desvantagem é que como está longe de casa você se ferra porque vai que... sua mãe diz quanto tempo você pode ficar fora de casa e você não consegue voltar pra casa a tempo? Eu iria rir pra caralho da sua cara ficar muito triste se soubesse disso.
  • Na sua rua - Ás vezes você tem preguiça de levar o cachorro para uma praça e decide passear pela sua rua mesmo. Sabe aquela vizinha gostosa? Então... ela tem um poodle e você saindo com o seu vira lata manco, sem rabo e que é caolho para passear na sua rua pode abrir uma brecha para tirar o seu medo de mulher conversar com a gostosa da sua vizinha. A grande vantagem de passear com o cachorro na sua rua é que é um lugar onde hipoteticamente você não pode se perder (ou sim) e que os seus vizinhos podem admirar o seu lindo vira-lata manco, sem rabo e que é caolho. A desvantagem é que não tem graça nenhuma passear por onde você já conhece, ao menos que seu cachorro seja daqueles que não gostam de ir para longe.
Mais um incentivo pra você levar o pulguento pra sair.

O cachorro e as pessoas[editar]

Dependendo da idade, da criação que você deu pra ele e da raça do seu bichinho de estimação ele pode reagir positivamente ou negativamente à presença de outros seres humanos que estejam por perto. Por exemplo: se você não ensinou que todo mundo é igual independente da cor de pele o seu cão pode acabar mordendo o Eddie Murphy ou o Will Smith e você ser processado, ou pior: surrado pelos seus seguranças. Vai querer isso? Claro que não! Não é?

A idade do cachorro também modifica a reação das pessoas para com ele: os filhotes e pequenininhos são considerados "cuti-cuti" e por isso todo mundo gosta deles. Já os maiores e mais velhos são considerados uma ameaça para sociedade e um potencial produtor de sujeira. As pessoas muitas vezes olharam para o seu cachorro e tentaram passar a mão na cabeça dele. Caso isso aconteça e o animal arranque a mão do trouxa sujeito chame o Samu imediatamente.

Esse é o tipo de cachorro que todos gostam: o cão choffer

O cachorro e seus semelhantes[editar]

É comum encontrar outros cães ao passear com ele, seja na praça ou na sua rua. Portanto não estranhe que o cachorro te puxe pela corrente para que ele possa interagir com os seus iguais. As principais coisas que eles fazem são: brigar, cheirar o cu um do outro, cruzar, formar uma quadrilha de assalto á banco ficar cheirando todo o corpo do outro, principalmente o cu e latir um para o outro. Encoraje a interação do seu cachorro com o outro, pois assim ele conseguirá uma cadela e deixará de ser virgem ( ao contrário do dono ).

O cachorro e o seu dono[editar]

Não passeie assim com o seu cachorro. O Ibama pode te prender por isso.
Prefira andar com ele dessa forma.

Essa é a relação mais importante que deve existir porque o cachorro precisa de você para que o passeio seja uma experiência prazerosa e que mude a dura vida de cão que ele leva. Para isso acontecer é de suma importância que o dono do cachorro não seja um idiota e que tenha força suficiente para puxá-lo pela corrente. Lembre-se que para o passeio dê certo o cão deve estar em plena sintonia com o seu sequestrador dono.

Alguns donos fazem com que o cães se sintam maiores do que eles realmente são.

Comportamento animal[editar]

Ao passear com o cachorro tenha em mente que ele é um animal mas menos que o dono dele que não pensa no que faz. Por isso se o seu cão sair por aí te puxando pela corrente e latindo para tudo quanto é poste considere uma parte normal do passeio. Cachorros também podem beber da própria urina ou comer do próprio excremento, sendo uma cena difícil de ver, porém seja forte e o ensine que ele não pode fazer isso pelo metódo da SuperNanny por meio de adestramento. Se o cachorro for pequeno você poderá deixá-lo sem a corrente apenas com a coleira, porque você sabe que ele não irá longe. Existem tantos outros comportamentos caninos, mas você pode descobrí-los observando o seu próprio comportamento.

Esse daí tirou a Carteira Canina de Habilitação ontem e já está aproveitando!

O cachorro se soltou[editar]

VOCÊ É UM IDIOTA!!! Será que não consegue segurar uma corrente?!! Bem... se o cachorro se soltou durante o passeio e está correndo adoidado levantando as saias das mulheres causando confusão e estragos pela frente a sua solução é se acalmar. Depois que já estiver calmo e o seu cachorro tiver causado R$ 10,000 em prejuízos você chama a polícia e manda prender o cão (na corrente, não na cadeia) e tenta ser menos lerdo e segurar a corrente mais forte da próxima vez.

Voltando para casa[editar]

Ao término do passeio você deve regressar ao ponto de partida e contabilizar quantas cadelas o seu cachorro traçou as diversões que tiveram nele. Sempre volte pelo mesmo caminho por onde foi e leve o cachorro mais vezes para sair, semanalmente de preferência. Limpe todas as merdas que o seu cachorro fez pelo caminho, alimente os pombos e vá pra casa que o PlayStation 2 te espera com a bandeja aberta no seu quarto.

Benefícios do passeio com o cachorro[editar]

Isso é o que acontece quando você não o leva para passear.
  • O cachorro fica feliz.
  • O cachorro conhece a sociedade humana.
  • Você sai um pouco de casa.
  • Você pode usar o cachorro como desculpa para conseguir o telefone de uma mulher.
  • O cachorro late para todo mundo, e você não se sente perturbado.
  • Você faz tipo um cooper pela praça.
  • Os seus vizinhos veêm que você tem vida social.
  • O seu cachorro consegue fazer sexo com a tua irmã uma cadela.
  • Deus vai te levar para o Paraíso se sair com o cachorro.
  • Mulheres gostam de homens que passeiam com o cachorro.
  • Seus pais vão te achar responsável por sair com o cachorro.

Ver também[editar]