Pastel

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Madruga1.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.

Ruth lemos01.jpg Este é um artigo gastronômico.

Ruth Lemos garante: "Esta página tem valor nu-nu-tri-triii... adequado!"

Discionario em png.PNG O Descionário possui um verbete sobre Pastel
Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Pastel.
Outros projectos Uncyclomedia contêm (ou não) material sobre este artigo.

Pastel é um alimento em forma de saco, engordurado, e recheado com restos de qualquer coisa. É muito comum em feiras pastelaria e rodoviária.

Quem faz[editar]

Típica cozinha de pastelaria chinesa.

Por mais estranho que possa parecer, a maior parte dos produtores de pastel são chineses, mesmo o pastel sendo algo totalmente desconhecido na China.

Por algum motivo, todo chinês que chega ao Brasil, ou monta uma lojinha de muamba importada do Paraguai, ou uma pastelaria.

Quem come[editar]

Valor nutritivo[editar]

O pastel tradicional é rico em gordura, colesterol, sebo, mais óleo gorduroso e restos de carne humana, logo, é um excelente agente causador de ânsia, vômito, úlcera, infarto e obesidade.

A massa também é de importante valor nutricional. Uma massa fina, composta de restos de pele e unha, enriquecidos com ovos de pato e leite de bode.

Olha a cara de satisfação dessa consumidora.

Os recheios, mais diversos, podem incluir:

  • Carne: moída. Impossível identificar do quê.
  • Queijo: ou alguma coisa com consistência de plástico.
  • Presunto: no sentido de cadáver mesmo.
  • Vento: ou seja, PASTEL COM NADA! Na verdade é o mais saudável.
  • Tomate: normalmente podres, mas você não percebe porque afinal de contas fica tudo murcho mesmo quando frita.
  • Vegetariano: Ah, você não come carne? Então coma esse recheado de grama, urtiga, ou qualquer Coisa Verde que o pasteleiro tenha encontrado.
  • Especial: ou seja, com todo o resto de recheio que caiu no chão e mais um ovo que apodreceu na geladeira para dar um toque realmente especial.
  • Pizza: o sabor mais sem sentido, já que a pizza possui sabores que vão desde chocolate a camarão. Igual ao de queijo, tomate e vegetariano juntos.
  • Pastel de Pêlo: o preferido de 992 em cada 50 homens.
  • Feijão com ovo frito: Muito apreciado por críticos ignorantes e por vândalos.
  • Holandês: À moda da casa.

Pastelão[editar]

Existe também uma variação do pastel, maior e com a massa diferente, mais gordurosa e com mais câibras, criado pelo Sr. Marcelo, que recebe o nome de pastelão do viadão. Essa variação geralmente é consumida acompanhada com suco de caju que dá um revertério e escorre pelo cu. Devido ao sucesso desse alimento da cultura popular brasileira, ele recebeu um hino de louvor e adoração, cria do pelo renomado grupo musical Hermes e Renato.

Hino de Louvor e Adoração ao Pastelão[editar]

Morreu, passe o pastel.

Puxs House Agora Com Uma Nova Promoção

Um Copo De Caju E Um Pastelão Por Apenas R$1,50

Chegando Lá Procure o Marcelo


Marcelo, Caralho, Enfia o Pastelão No Cu

Essa Porra Tá Uma Merda Com Esse Copo de Caju


Ão Ão Ão Abaixo ao Pastelão


Marcelo, Caralho, Enfia o Pastelão No Cu

No Cu No Cu No Cu No Cu

Essa Porra Tá Uma Merda Com Esse Copo de Caju


Ão Ão Ão Abaixo ao Pastelão

Ver também[editar]


Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, mano! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!