Paulista

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Esse artigo fala sobre o desgraçado que mora na cidade de São Paulo. Para outros significados veja: Paulista (desambiguação).



Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, truta! Este artigo foi escrito por um paulista, que não gosta de Gaúcho e Carioca e se acha um puta trabalhador né, meu! E não tá completo pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!

Cquote1.pngVocê quis dizer: ChatoCquote2.png
Google sobre Paulista
Cquote1.png Esse paulista não parecia ser chato, parecia ser legal, porque paulista é chato pra caralho Cquote2.png
Buscapé sobre paulista que lhe deu carona
Cquote1.png Na União Soviética, paulista também odeia VOCÊ! Cquote2.png
Reversal Russa sobre coisas que não mudam.
Cquote1.png Exato, eu num gosto de Russo mesmo... Ah!! E nem de grego, nem de turco, nem de alemão, nem de franceis, nem de portugueis, nem de chinês, nem de viatnamita, nem de barbadoriano, nem de zimbabuense, etc... Cquote2.png
Paulista sobre qualquer coisa
Cquote1.png Se dentista é especialista em dente, paulista é especialista em que? Cquote2.png
Cariocas, Cearenses, Mineiros, Baianos, Gaúchos, Pernambucanos, enfim brasileiros em geral sobre a raça ruim dos Paulistas
Cquote1.pngAntes desse arrrtigo, temos um recado da Panasonic, líderrr mundial em pilhas e baterias. Se é pilha, é Panasonic! Já comprei a minha para meu vibrador! Cquote2.png
Milton Neves sobre Paulista
Cquote1.png S'eu pudesse matárra mil Cquote2.png
Jeremias José sobre Paulista
Cquote1.png ÇELZ INVEJOZOS! VOSEIZ NAUM TEM PRAIAS, E NOISI TEM!ASHUSHAUSHAUSHA Cquote2.png
Carioca sobre Paulista
Cquote1.png Abre a porrrta que eu quero comerrr uma carrrne de porrrco!!! Cquote2.png
Paulista quando está com fome
Cquote1.png Os Paulistas não gostam dos Gaúchos. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Paulistas
Cquote1.png Os Paulistas não gostam dos Cariocas. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Paulistas
Cquote1.png Os paulistas não gostam dos Baianos. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Paulistas
Cquote1.png Os paulistas não gostam dos Paranaenses. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Paulistas
Cquote1.png Os paulistas não gostam dos Mineiros Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Paulistas
Cquote1.png Seu Madruga, sua vózinha era paulista? Cquote2.png
Chaves sobre Paulista
Cquote1.png Vagabundo! Vagabundo! Vagabundo! Cquote2.png
Gilberto Kassab sobre agradecendo simpaticamente o voto de um Paulista
Cquote1.png Puta paulistada ducacête mêu! Cquote2.png
paulistano sobre Paulista
Cquote1.png São puta maloqueiros meu! Cquote2.png
Boça sobre Paulista
Cquote1.png É como se fosse uma cidade, mas só com corinthiano, sem praia e cheia de lixo Cquote2.png
Carioca sobre São Paulo
Cquote1.png Praia pra quê? Num preciso de sol, num sô planta pra faze fotossíntese!! Cquote2.png
Paulista sobre frase acima
Cquote1.png Relaxa e goza Cquote2.png
Marta Suplicy sobre Citação a címa
Cquote1.png Icso non ecziste!! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Metrôs de São Paulo
Cquote1.png A eu adoro São Paulo. Lá tem muitas cachoeiras e praias paradisiacas Cquote2.png
Carla Perez sobre São Paulo
Cquote1.png Essa é a famosa Cidade Maravilhosa Cquote2.png
Luciana Gimenez sobre Rio de Janeiro São Paulo
Cquote1.png A compahia de um Paulista é a pior forma de solidão. Cquote2.png
Nelson Rodrigues sobre Paulistanos

Típico paulista
Típico Paulista em seu momento Mais Macho

Paulista é um ser que foi parido no estado (crítico) de São Paulo e não devem ser confundidos com paulistanos, que são um grupo muito maior, formado por aqueles que nasceram na capital. Falam o idioma paulistanês.

Esse povo ainda crê que São Paulo é o maior estado dos EUA e faz questão de reafirmar sua crença em programas de telealienação como o Jornal Nacional ou o Fantástico.

Tabela de conteúdo

Definição

Adoram falar mal de gaúchos, cariocas, mineiros, paranaenses e baiano (que pra eles é o resto do Brasil) porque gostariam que São Paulo fosse mais parecido com estes estados, afinal, a única coisa que os paulistas oferecem ao Brasil é o crack, além do homossexualismo desenfreado. Atualmente, migram para o Sul, pois com o aumento de baitolas na parada gay, estão com necessidades de se acasalar com seus iguais.

Estudos científicos realizados pelos cientistas do núcleo de ciências científicas da USP (União Secreta dos Pombos) comprovam que:

  • 80% dos paulistas são malufistas mas nas últimas eleições acharam chique a oposição quando esta manifestou o maior desejo da população paulistana ao emprestar o ânus: "Relaxa e goza!... Delícia..."
  • 99% dos paulistas acham que venceram na derrota humilhante de 1932
  • 99% dos paulistas não sabem bem que idioma falam
  • 87% dos paulistas creem que São Paulo pode matar Chuck Norris
  • 85% dos paulistas comem fumaça (os outros a inspiram naturalmente)
  • 55% dos paulistas acham que Silvio Santos não é carioca
  • Só os paulistas acham graça no Show do Tom e Zorra total(fato)
  • 55% dos paulistas sabem ler (o resto torce pro Curíntia)
  • 100% dos paulistas já foram ou serão sequestrados esse ano
  • 10% dos paulistas que não são gay vieram de outros estados morar nessa cidade cor-de-rosa.
  • 50% dos paulistas são "mano", o resto é "mina".
  • Paulistas e paulistanos, quando querem fazer uma exclamação, utilizam a fórmula: Puta + palavra + ducacête + mêu!. Ex. "Puta chuva ducacête mêu!", "Puta filme ducacête meu!".
  • Os paulistas ligam para seus parentes mineiros às 3 da madrugada e dizem "E aí? Belê?".
  • 99,99999% por cento dos pobres nordestinos que aparecem no quadro “De Volta para o Meu Lar” no Gugu moram em São Paulo (porque quando um vai e prova que tem coisa pior que a fome nordestina, um outro burro não acredita e vai pra "Sampa" confirmar)
  • 65% dos paulistas são Otakus

Outros estudos provam que Paulistas não são Brasileiros, pois:

  • Dê cada dez palavras ditas, quinze é "meu"... (essa palavra falada várias vezes em qualquer frase e principalmente em todas é insuportavelmente irritante).
  • Falam coisas como: "pega o busão, véio".
  • Chamam oficina de "UORRQUI CHÓPE".
  • Dizem que brasileiro é vagabundo, se esquecendo que eles são brasileiros (mas, ninguém é perfeito) pelo fato de serem brasileiros
  • Querem independência do resto do Brasil (exceto o sul).
  • Acham que o Mano Brown é o 50 Cent
  • Acham que a Paulista é a Fifth Avenue
O Boça achou esse artigo uma "Puuta sacanagem meu!".
  • Chamam semáforo de "farol"
  • Chamam cantada de "xaveco"
  • Chamam contra-cheque de "holerite"
  • Chamam roleta (ônibus) de "catraca"
  • Chamam totó (jogo) de "pebolim"
  • Chamam sanduíche de lanche
  • Chamam carteira (de motorista) de "carta"
  • Chamam biscoito de bolacha
  • Chamam viaduto de ponte
  • Chamam picolé de "sorvete de palito"
  • Dizem que algo de cabeça para baixo está de "ponta-cabeça"
  • Acham que tirando eles, o resto da América do Sul é habitada por baianos
  • Quando veem uma pessoa tosca na rua, chamam de baiano.
  • São os únicos brasileiros que não são espertos ou malandros, sendo todos os paulistas uns burros de carga
  • Acham que trabalham 24 horas por dia pra sustentar os outros estados e pra "financiar" o Carnaval deles.
  • Reclamam 25 horas por dia do trabalho, e quando entra de férias fica ansioso de receber um telefonema para voltar a trabalhar.
  • Usam gírias como "tá me tirando MANO?"
  • Moram nas localidades com os nomes mais feios do país - como "Itaim-Bibi" ou "Sapopêmba".
  • Possuem um dialeto próprio tanto na capital como no interior.
  • Criaram o Gerundismo dentro de SACs das mais variadas empresas para poder estar melhor atendendo seus clientes.
  • Aliás, "para poder estar melhor atendeIndo". Paulistas intercalam um "I" entre o "E" (que eles chamam Ê") seguido de "M" ou "N": "dizeindo", "fazeindo", "quareinta", "seimpre" etc.
  • Quando são questionados sobre qualquer assunto a resposta é sempre a mesma - "Com certeza!!!"
  • Chuck Norris não é Paulista é gayucho.
  • Capitão Nascimento não é Paulista, e sim um carioca.
  • Quando vão para qualquer outro estado são alvos de piadinhas pelo seu jeito e sotaque estranhos.
  • São os únicos que assistem Raul Gil sem vomitar.
  • Riem e acham o Boça escroto e um boçal, mas se esquecem que este é uma sátira perfeita, um autêntico paulista. “Cê sabe, né meu? Sou maloquêro!”...
  • Não sabem que uma pizza de calabresa também tem que ter mussarela, e por isso acabam colocando pedaços gigantes de calabresa em cima (isso também prova a tese de que os paulistas sejam na verdade, portugueses...)!
  • 99,99% acham o cúmulo do absurdo se colocar maionese, catchup ou mostarda nessa pizza ai de cima!
  • 100% dos paulistas colocam azeite na pizza, (principalmente nessa daí de cima)
  • Assistem as fofocas da Sonia Abraão.
  • AMAM TV Fama
  • Quando vão para o Rio, se acabam nos bailes funks e quando voltam pra São Paulo, falam mal dele.
  • Odeiam que falem mal de São Paulo, mais esculacham mais que todos os outros estados juntos.
  • Odeiam mais a Bahia do que o capiroto, mas sempre vão passar o carnaval lá.
  • Adoram falar mal do sotaque escroto dos cariocas, mesmo sabendo que também tem um sotaque no mesmo naipe de escrotidão.
  • São baladeiros pra caralho.
  • Adoram entrar no Bate-Papo Uol usando nick do anime preferido.
  • Pensam que são Americanos.

Enfim, são um povo iludido que pensa que são fodas porque fazem parte do estado mais rico do país disparado, apesar que até Togo seria rico se fosse no Brasil.

Bicha viado, o atual paulista.

Etnografia

A maior parte dos paulistas, segundo o IBGE, diz ao Censo Demográfico ser de origem italiana. Na verdade, isso demonstra o trauma pelo qual passaram os paulistas no ano de 1849.

A população paulista pura é, originalmente, argentina e essencialmente caipira. A colonização deu-se em ciclos a partir da Era Mezozóica, sendo o ciclo do Paleozóico o que levou a maior população de colonos ao lugarejo.

Mas, porque os paulistas não se reconhecem como argentinodescendentes? Um famoso etnógrafo achou a resposta, após longos estudos de campo. Nos idos de 1800, Dercy Gonçalves deu à luz seu nonagésimo filho, Benedito Ruy Barbosa. Naquela época, acirrou-se uma briga entre a Rede Globo e o Governo argentino por causa do futebol.

Em 1849 a situação ia por um rumo insustentável, quase gerando uma guerra de grandes proporções.Roberto Marinho, vendo o levante popular que ia se formando na província de San Pablo (atual São Paulo, naquela época pertencente ao Império Argentino) em apoio ao futebol dos argentinos, que vinha sendo sistematicamente criticado pela Globo, teve uma ideia. Lembrou-se de seu filho com Dercy, que já vinha demonstrando aptidões para o romance farcesco, e pediu que escrevesse algumas novelas.

Claro, sabendo do poder de coerção que as novelas da Globo tinham, já em 1849, Marinho queria que se fizesse uma novela retratando uma colonização fictícia, para que assim os paulistas esquecessem de seus reais ancestrais e primos próximos, os temíveis argentinos. Surgiu assim Cosa Nostra, um fenômeno de audiência. Benedito, escolheu os italianos da Sicília (região árida onde se dança a tarantela) para retratar os fictícios colonos de San Paolo. Deu certo!

Desde então, os paulistas não apenas ignoram seus laços com o Império Argentino, como (por uma grande ironia), projetam em outros povos (cariocas, gaúchos) o título de "argentinos", depreciando-os. O que não apenas demonstra um desapego aos laços de parentesco, como uma falta de estrutura.

Provas encontradas na pesquisa

Mapa do Brasil segundo um Paulista

O pesquisador, analisando os dados de sua etnografia, encontrou alguns resultados surpreendentes que confirmaram suas proposições, a saber:

  • O clima paulistano é bastante similar ao de Buenos Aires. Em ambas localidades, tem-se aversão a praia, devido à adaptação por que sofreram no período Mezozóico.
  • Ambos povos creem ser suas cidades filiais da Europa na América do Sul, o que demonstra a típica milonga matreira desenvolvida ao longo da evolução social.
  • A pele de ambos povos é num pálido tom alvo, sem o que não se reconhecem.
  • Gostam de usar óculos escuros mesmo durante dias nublados (por cumulus nimbus ou polutios estratos), característica herdada dos ancestrais em comum, que usavam semelhantes apetrechos para demonstrarem status social.
  • Ambos povos possuem grandes torcidas de maloqueiros, corinthianos em São Paulo, torcedores do Boca Juniors na Argentina. Tal fascínio pelas baixas artes reles ainda não foi explicado cientificamente, mas só é visto por antropólogos nessas duas sociedades.
  • Os dois povos têm grande apego à homossexualidade, evidenciado pelos rituais pagãos promovidos com grande sucesso de público.
  • Diz-se em ambos lugares ser umbigo do mundo, já que, por se autodenominarem eurodescendentes (o que de fato não são), acreditam fazerem parte de sociedades mais desenvolvidas do que o Brasil (o que chamam de Macaquito)
  • O gosto pela milonga, ou seja: pelas manhas vaidosas que se apetecem de fazer sobre si próprios.
  • Tanto em São Paulo, quanto em Buenos Aires, há um movimento de retomada às origens ancestrais, ainda que não oficial. Trata-se dos emos, cuja franja negra caída sobre os olhos e os apetrechos utilizados como enfeites corporais, são bastante similares aos dos proto-argentino-paulistanos.

Lembrando que tudo exposto acima refere-se aos paulistas puros, excluindo os ciclos de migração posteriores, a citar de cariocas.

Habitat

Uma calma rua de São Paulo

São Paulo é composto basicamente, por lixo e merda de cachorro, em tudo que é esquina sempre tem aproximadamente 666 toneladas de lixo e 554892479 litros de água poluída. Também possui belos conjuntos habitacionais em 96% de sua área, sempre banhadas por belos córregos poluídos, expedições recentes encontrar dentro dos córregos vidas, como algas, peixes, leões-marinhos, tubarões, baleias jubartes, elasmossauros e uma Hydra de 28 cabeças. E ainda tem fábricas de carvão, que liberam querosene na população. Além de é claro, sua mais conhecida atração turística, o pequeno trânsito. O guiness book aponta que uma São Paulo teve um engarrafamento de aproximadamente 7812859088781 km² de fila de carro.

Hábitos alimentares

Esses seres apreciam muito uma dieta baseada em pizza, 2 pastel e 1 chopes (este pode ser substituído por caldo de cana da feira) além de pizza de calabresa sem queijo, e qualquer coisa que tenha a bandeira dos Estados Unidos no rótulo. De forma alguma, em NENHUMA hipotese você vera um Paulista comendo um pepino, cenoura, banana etc. Jamais são usados como alimento, pois como para os Hindus a vaca é um ser sagrado, o pepino também é para os paulistas. Um paulista pode se trancar em um quarto, e "rezar" por horas com um pepino(banana,cenoura...) em mãos! Alguns mais experientes como clodovil(uma espécie de Papa desta religião) oram por dias a fio! Uma equipe do fantastico registrou sons no momento de "meditação", pode-se claramente ouvir gemidos de satisfação!


Paulistas famosos

Uma outra ídola dos paulistas, repare na emice da criatura.

Cultura

Cultura? Paulista não tem cultura.


Curiosidades

Se considerarmos 800.000 pessoas na Parada Gay de São Paulo, a que conclusões podemos chegar? Sabemos que a população da capital é de cerca de 20.000.000 de pessoas;
Destes, 55% são mulheres (11.000.000);
17% são idosos, sem atividades sexuais (3.400.000);
23% estão na faixa etária de até 12 anos, sem, portanto, prática ou preferência sexual (4.600.000);
1% da população é de pessoas sem qualquer contato com a sociedade, pois vivem internadas em hospitais, manicômios, etc. (200.000);
Restam, portanto apenas 800.000 pessoas, exatamente o número de participantes da Parada Gay de São Paulo;
Conclusão lógica:
Todo paulista é viado

Estatísticas sobre a cultura dos paulistas

  • 101% não têm cultura
  • 5% copiam a cultura da Bahia
  • 49% escutam Restart e passam 24 horas assisindo a MTV
  • 15% copiam a cultura do Rio de Janeiro (até o sotaque chiado estão copiando!)
  • 15% copiam a cultura do Rio Grande do Sul, outro estado de cheio de viado e gente chata.
  • 0,01% copiariam a cultura do Acre (se o Acre existisse)
  • 20% só sabem mesmo sequestrar e colocar fogo em ônibus, herança Carioca
  • 100% copiam qualquer besteira vinda dos Estados Unidos
  • 100% têm um sotaque com de sempre infiar um i no meio da fala, Ex: Andaindo
  • 100% dos paulistas falam como se estivessem cantando (to suuuuuuper animado, meu! É veeeerrdade). E acusam pessoas de outros estados de falar assim.
  • 100% dos paulistas forçam a voz, se não forçam é que são mudos
  • 200% dos paulistas têm certeza que feijão preto só serve para fazer feijoada
  • 57% acham que pagam o bolsa-família de todo o país.
  • 100% acreditam que São Paulo é o melhor estado do país, ou menos pior.


Mirror2.jpg
Conheça também a versão oposta de Paulista no Mundo do Contra:


Espelhonomdc.jpg


v d e h
Seres que você encontra no Bandeira do Brasil Brasil

Geral: Branco - Caipira - Cigano - Extraterrestre - Negro - Nordestino - Índio - Xavante - Nipobrasileiro

Regional: Acreano - Alagoano - Amapaense - Amazonense - Baiano - Brasiliense - Capixaba - Carioca - Catarinense - Cearense - Gaúcho - Goiano - Maranhense - Mato-grossense - Mineiro - Paraense - Paraibano - Paranaense - Paulista - Pernambucano - Piauiense - Potiguar - Rondoniense - Roraimense - Sergipano - Sul-Mato-grossense - Tocantinense
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas