Paulo César de Oliveira

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Pau no César de Oliveira
Bandeirao paulo cesar de oliveira.jpg
Paulo César marcou época nos gramados enquanto atuava pelo Corinthians
Nascimento 16 de dezembro de 1973
Cruzeiro, link={{{3}}} São Paulo
Nacionalidade Brasileiro
Ocupação Comentarista

Paulo César de Oliveira é um corintiano que fazia bicos na arbitragem até 2014. Enquanto árbitro, era conhecido pela operação que fazia nos times rivais e também pela "lisura e imparcialidade" quando se tratava de jogos do próprio time. É irmão do também cirurgião árbitro Flávio César de Oliveira.

Biografia[editar]

Desde pequeno, o PC do Oliveira tinha uma certa tendencia ao imoral, quando durante a sua infância na versão paulista da Vila Cruzeiro sempre gostava de ser o fugitivo no Polícia e Ladrão. Foi ali que o pequeno garoto aprendeu a gostar de viver a margem da lei. Com isso também o garoto mostrava a aptidão que tinha para torcer para o Corinthians Futebol Clube, aptidão que veio a se confirmar depois, quando o garoto se tornou jovem aprendiz.

Carreira[editar]

Apesar do PC Oliveira ser um corintiano ele nunca usou qualquer tipo de droga[carece de fontes], mesmo que ele seja uma. Então não vamos falar de carreira aqui.

Na arbitragem, Paulo César Oliveira começou apitando algumas peladas de bairro, onde um olheiro da CBF viu as barbeiragens do prodígio e resolveu chamá-lo para fazer alguns testes de sofá na sede da entidade. Como ele atendia as preferências da entidade, logo foi chamado para trabalhar em seu primeiro jogo, logo num Palmeiras x Corinthians uma pelada de nível internacional no ano de 1999. Tamanho foram os erros cometidos pelo árbitro aprendiz que ele foi chamado para apitar outro jogo decisivo, um Grêmio x Juventude nas quartas-de-final da Copa do Brasil de 2002.

O PC Oliveira é o que podemos chamar de arroz de festa, pois sempre estava em todas. Provavelmente ele comia alguém da CBF ou da FIFA. De todos os grandes eventos ocorridos até 2014 ele esteve em todas: no Campeonato Sul-Americano Sub-20 e na Campeonato Sul-Americano Sub-17 em 2001, no Pan do Rio em 2007 e também nas Copas de 2006 e 2010.

Atualmente[editar]

Antes da Copa do 7x1 o árbitro passou a integrar a bancada dos especialistas em arbitragem da TV Globo, junto com outros nomes igualmente odiados como os flamenguistas José Roberto Wrong e Renato Marsiglia e o cebeefiano Arnaldo Cezar Coelho, onde passou a ver pênalti onde não existe e julgar voadoras e carrinhos como lances normais de jogo.

Prêmios[editar]

  • Melhor árbitro do ano em 2007 — Prêmio dados aos piores míopes do futebol nacional.
Marcio Tulio.jpg
Árbitros do futebol
v d e h

Árbitros brasileiros: Daronco "Maromba" · Arnaldo Cesar Coelho · Djalma Beltrami · Edílson Soares da Silva · Carlos Eugênio Simon · Héber Roberto Lopes · José Roberto Wright · Márcio Rezende de Freitas · Margarida · Oscar Roberto de Godoi · Paulo César de Oliveira · Sandro Meira Ricci · Vagner Tardelli

Árbitros internacionais: Hector Baldassi · Javier Castrilli · Graham Poll · Howard Webb · Kyros Vassaras · Massimo Busacca · Pierluigi Collina· Urs Maier