Paverama

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
MAS QUE MERDA DE JOGO DOENTIO É ESSE EM QUE PAVERAMA GANHOU?

Paverama, ou Fliperama de Pavões é uma cidade que tem como ponto turístico ser a mais próxima do litoral Gaúcho na região dos vales, talvez não... Bem foi o que a prefeitura disse no site de Paverama, que com um nome infeliz desse só tinha que ter isso de vantagem mesmo. Ao menos a cidade se pode chamar de cidade e nao de província (Ou não)

História[editar]

Paverama tem uma história formada de fatos que ninguém dá a mínima ou que sempre resultam em um "E daí" logo em seguida após o fato ser contado. Paverama veio do nome de uma tribo de índios na região, e então vem o "E daí?". Seja como for, quem realmente colonizou o lugar foram os alemães e os tropeiros.

Acontece que eles eram muito de modinhas, os açoarianos que chegaram na região se vendiam por qualquer coisa, afinal tinham um bordel GLS em São Paulo que acabou fechando após o governo descobrir que existia isso na região, então eles tentaram sorte grande tentando abrir um GLS no Rio Grande do Sul, que realmente deu certo.

E depois havia os alemães, que queriam se passar por brazucas já que o país deles tava uma bosta por causa da primeira guerra mundial e pela segunda que estava por vir.

Enfim, as semelhanças entre ambos é que eles eram modinhas e maria-vai-com-as-outras, então como os açoarianos gostaram dos indígenas e os alemães imitaram os açoarianos eles deram o nome ao município, no futuro, com o nome da tribo indígena, mal sabiam os alemães que eles ficariam gays, algo que é bem comum hoje em dia em Paverama.

Fatos históricos[editar]

o calmo e pacato município sem graça de Paverama.

Os fatos históricos de paverama que seguem-se depois por um grilo ou simplesmente por um e daí?.

  • 1921: chega o primeiro carro lá.
  • 1922: O dono do primeiro carro de paverama fica louco e vai para o hospício após terem arranhado o carro dele.
  • 1945: Primeira igreja de paverama e convento.
  • 1946: O convento explode.
  • 1968: Paverama ganha energia elétrica
  • 1968 ainda: A energia elétrica acaba e explode o gerador
  • 1970: A cidade explode
  • 1986: A cidade ganha sindicatos inúteis e uma prefeitura que ninguém sabe onde fica.
  • 1988: Depois de acusações de bruxaria e de maldita, Paverama vira município e deixa de ser distrito.
  • 1996: Paverama faz o feito histórico da imagem da propagando da master card de ganhar de porto alegre e nos faz se perguntar: que cidade é Paverama?
  • 2050: Chega internet discada no município.

Economia[editar]

Baseada nos fatos inúteis e em restaurantes de canto de estrada, só está aí a economia, o Município diz que também está fazendo agricultura mas digamos que não é bem agricultura pois ele não exporta nada. A cidade também não tem indústrias que prestam e se tem alguma ela está fechada, pode acreditar. A prefeitura paga as repinturas e a renovação das estruturas para não afastar prováveis "turistas", mas nem assim dá certo.