Peixe-lobo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Velho-lobo-do-mar
Peixe-lobo num raro momento em que sobe à superfície do oceano
Peixe-lobo num raro momento em que sobe à superfície do oceano
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Acordados
Superclasse: Aquáticos
Classe: Peixes com espinha
Ordem: Forma de Peixe
Família: Achincalhados
Gênero: Anarquistas
Espécie: Velho-lobo-do-mar
anarquistas lupus

Peixe-lobo é um tipo de peixe que acredita ser um lobo, embora ele não possa nem uivar, embora afirma que possa fazê-lo, o ambiente subaquático que apenas não permite isso. Mas não é só de uivos que ele copia os lobos, o peixe-lobo adora também se alimentar de carne humana e por isso não é nada amistoso a primatas. Biólogos renomados veementemente acreditam que este peixe é o elo perdido entre o lobisomem-marinho e os peixes, faltando no peixe-lobo apenas a parte do homem (recessivo em seu DNA), já que os licantropos estão ameaçadas de extinção.

É um peixe nórdico, muito conhecido e consumido na Escandinávia, Islândia e Groenlândia, bem como no norte da Escócia, onde após morto é chupado como gelo. A sua pecsa, todavia, é um grande perigo, diz uma antiga lenda norueguesa que se você gritar no meio do Mar do Norte a expressão "Gråsteinbit Anarhichas Lupus!!" milhões de peixes-lobo vão pular em sua direção e te esfolar até a morte.

Anatomia[editar]

Peixes-lobo se portando como trutas.

O frio do habitat natural deste animal deu à pele do peixe-lobo um tom azul-pálido e mórbido muito devido à grande desoxigenação. Mas fora a cor de peixe doente, é um belo animal. A barbatana dorsal se estende por toda as suas costas até chegar unir-se à barbatana anal como se fosse um grande penteado moicano, dando ao animal uma aparência muito assustadora, o que evita predadores e faz todos pensarem que ele é o predador, embora seja um tremendo preguiçoso. Suas lindas barbatanas peitorais são grandes, mas infelizmente ele não possui barbatanas pélvicas, precisando frequentemente usar seus órgãos genitais para poder nadar.

São peixes desengonçados e mal feitos, uma vergonha como predador, com um corpo estupidamente cilíndrico na frente e achatado na parte caudal, o que impede de se mover facilmente ou ter qualquer agilidade. No final ele acaba mais parecendo um peixe-hiena, só comendo restos.

Outro destaque na anatomia desses peixes são seus lindos dentes caninos muito bem desenvolvidos, dentes afiados que os peixes-lobos utilizam para rasgar a carne de suas vítimas, especialmente seres humanos. Uma placa óssea na parte superior da boca, muito característica de peixes lobáticos do ártico, garante ao peixe-lobo uma mordida de 2 toneladas, ideal para quebrar todos os tipos de ossos daqueles que se alimentam.

Habitat[editar]

Este belo animal azulado vive no Oceano Atlântico Norte, onde o Titanic afundou, e também habitam algumas regiões frias do Báltico e do Ártico onde agem basicamente como fósseis congelados, afinal eles também sentem frio como nós humanoides, por isso sentem preguiça de fugir de seu horrível habitat de origem e preferem ficar ali congelando, mais ou menos igual os pinguins também fazem no sul.

Gastronomia[editar]

Habitando as águas frias do Polo Norte, o peixe-lobo possui sangue gelado, o que garante à sua carne um delicioso sabor de sorvete de carne de peixe, sabor único que está causando nos últimos anos um aumento na caça e consumo indiscriminados desse peixe em todos os países do Reino do Black Metal, especialmente na Noruega. A maioria dos habitantes pálidos do Pólo Norte e os esquimós ocasionais preferem expor esses belos peixes azuis em seus frigoríficos e os consomem meio crus, dizem eles que peixes-lobo defumados em frigoríficos ficam com o seu sabor de gelo ainda mais acentuado.