Penélope Nova

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nova Bandeira da Bahia-Desciclopédia.PNG Colé moral, essi negoçaqui é da terra do dendê. O tio qui feiz issáqui é cuncerteza baiano, intõ, sinhá disgraça de lá do sul da minha caceta, num méxi nas porra daqui nã, vu? Ô vô rumaladsgraça e inda chamo a barrêra pá ti pancá, seu comédia.
Melhor.gif PERIGO: ESTE ARTIGO É SOBRE UMA FALSA GOSTOSA!

Penélope Nova usa e abusa de Photoshop, maquiagem e propaganda, faz lipo
com frequência, pode ter silicone nas tetas e botox na cara.

Mesmo assim, você ainda acha que ela é gostosa!

Cquote1.png Você quis dizer: Baranga Cquote2.png
Google sobre Penélope Nova

Cquote1.png Eu tenho medo! Cquote2.png
Regina Duarte sobre Penélope Nova
Cquote1.png Já comi! Cquote2.png
André Matos sobre Penélope Nova
Cquote1.png Acho sensual histórias de vampiros. Gosto de sangue, adoro ficar menstruada, sinto meu corpo limpando. Cquote2.png
Penélope Nova sobre sua perversidão Crepúsculo
Cquote1.png É uma baranga que só está onde está por ser filha de um ex-roqueiro Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Penélope Nova
Cquote1.png O futuro pertence ao ponto aton Cquote2.png
A loira fumada sobre MTV na Rua
Cquote1.png Desculpe, não fomos apresentadas Cquote2.png
Beleza sobre Penélope Nova
Cquote1.png Noossa...que peitos! Cquote2.png
Você sobre Penélope Nova

Penélope Shemale Nova é uma baranga peituda apresentadora da ModinhaTV, filha de uma relação fora do casamento entre Raul Seixas e Marcelo Nova. Muito mais conhecida por ter sua vida imersa no álcool, drogas, sexo, na fama emprestada do pai Marcelo Nova (que não é tão famoso assim) e pela mãe Raul Seixas (dizem que a mãe de Penélope é Kika Seixas, Raul teria assumido a maternidade apenas para salvaguardar os direitos de Kika) e na negação do estado de feiura, do que por algum talento.

Infância[editar]

Penélope Machinho, como sempre foi chamada na escola, não teve uma infância feliz. Cresceu sendo criada pela avó, já que seu pai estava muito ocupado comendo grupies e pagando de rockeiro, sem ter tempo pra ela. Como sua vó era uma crente da IURD, lhe dava 5 surras por dia por causa da sua opção sexual. O único lugar onde Pêzão se sentia bem era com as amigas sapatonas da fundo da sala, que logo a apresentaram ás drogas e ao Alcool. Aos 15 anos, já tinha tatuado todas as capas da playboy em seu corpo, e fazia mais sucesso entre as garotas do que os descolados da escola. Começou a raspar a cabeça e a se apresentar como P, de pinto, o que segundo ela é o que lhe falta para ser um homem de verdade. Porque o que ela tinha de mulher o peito ela queria tirar. E esse desastre, só não aconteceu. Porque o passivo namorado dela não deixou (acho que quanto mais ele olhava pro peito dela, mais ele queria ter uns iguais). E graças a isso a penélope cor-de-ruiva continuou com algo decente pra chamar de seu (lado feminino).

Início da carreira televisiva[editar]

Esssa moça (a da direita) é a Penélope apresentando o VEMOB com alguma amiga menos importante

Penélope estava dando muito trabalho para a família. Aos 18 anos e ainda na sexta série, precisava de um rumo, pois a vida regada a álcool e drogas estava desequilibrando o orçamento da decadente família, pois Joana D'Arc já não aguentava mais não ser morta por Marcelo nas rádios do Brasil. Este, utilizando-se do caquinho de influência que ainda lhe restava, arrumou uma vaga para a filha num prostíbulo no único canal de televisão onde alguém ainda lhe conhecia, a MTV. Inicialmente, sua função era servir incondicionalmente aos membros do Massacration. Com o tempo, Detonator cansou-se das manias totalmente depravadas de Penélope, como a de enfiar um taco de beisebol nas suas intimidades e tentar acertar as bolas... de beisebol. Dessa forma, ela perdeu sua função no canal. Porém, com a saída de Chris Couto da tv, sobrou uma vaga no horário da madrugada, entre 5 e 5:20 da manhã, que foi dada a ruiva. Nesse espaço, ela se masturbava frente às câmeras, enquanto passavam clips de artistas metaleiros, como Carrapicho, Kaoma e Trio Parada Dura, que marcou a sua infância e a influenciou profundamente em seus aspectos comportamentais. Embora tida como metaleira por causa da sua pose de durão e baranguice, ela era adepta do forró, sendo especialista em Ralacocha, foi quando resolveu apresentar um programa sobre sexo.

Programas[editar]

Penélope tentou apresentar muitos programas com seu sotaque horrível e voz irritantes, esses são os mais conhecidos:

Riff[editar]

Um programa totalmente desprezado atualmente por Penélope, foi a sua primeira experiência sexual como condutora de TV. Nele, a moça apresentava clips de rock pesaaaaado, classificados por Pedro Bial, como, por exemplo: Maná, The Calling, Nenhum de Nós, Cachorro Grande, entre outros virtuoses do metal.

Ponto Pinto[editar]

Penélope Velha começou a apresentar um programa nas madrugadas mtvianas, onde pessoas recebiam cachê para fingirem estar ligando para ela e fazendo perguntas relacionadas a sexo, enquanto Penélope fazia sua cara de autista em frente às câmeras e exibia seus pés horríveis e mal cuidados, fruto dos anos que ela trabalhou como pedreiro, cantando garotas gostosas como sua irmã. As perguntas eram muito estúpidas, e 90% dos casos se tratavam de Coprofilia, Zoofilia, Tentaculofilia e homossexualidade, assuntos que Penélope sempre foi Expert.

MTV na Rua[editar]

Penélope Nova fazendo mais um programa. Por que raios você quer ver a cara dela se tem esses peitos? Imagine outro rosto e boa sorte...

Os gastos com produção, cenários, participantes e drogas nos programas de Penélope Baranga estavam desequilibrando o orçamento assaz diminuto do canal. Então, por pura bondade, a diretoria resolveu procurar uma forma de mantê-la em sua grade. Então, surge a ideia de se aproveitar uma van antiga, que estava largada no pátio da emissora, e fazer um programa, denominado MTV na Rua. Diariamente, Penélope faz a alegria de emos e gurias retardadas pelas bocas de fumo ruas de várias cidades do país, perguntando-lhes sobre diversos temas inúteis, arrancando suspiros da plateia ao demonstrar sua enorme feiura inteligência. Em 2009, devido a merda que estava o programa ao pedido do público, foi convidado a participar Felipe Solari, a fim de tornar o programa menos repetitivo, adicionando a temática musical, e limitando, dessa forma, o tempo para Penélope falar merda.

A Fila Desanda[editar]

Penélope Nova na praia, que delícia!

Com saudade de fazer um programa sobre relacionamento, Penélope começou a apresentar o programa A Fila Desanda, que consistia em ficar enchendo linguiça durante uma hora em mais um desses programas de putaria direcionado aos adolescentes, mas que apenas pessoas com menos de 15 anos tinham saco pra assistir. Penélope, mesmo beijando uma pessoa por ano quando tem sorte, continua teimando em querer apresentar programa de relacionamentos mas acaba sempre sendo trocada logo por alguma gostosa, já que é disso que vive a televisão, até mesmo o canal da música ruim.

CUriosidades[editar]

Broom icon.svg
Tua mãe desencoraja seções de curiosidades, mas nós não ligamos a mínima! Sob as políticas da Desciclopédia
Mas bem que este artigo pode ser melhorado integrando-se piadas decentes e removendo idiotices sem graça.
Cada curiosidade pode render uns bons parágrafos, então faça direito!
  • Penélope Nova, originalmente, é loira, o que explica muita coisa. Aos 18 anos, decidiu pintar os cabelos de ruivo, pois lembra sangue, que lhe lembra sexo, que, por sua vez, consiste na única coisa que ela consegue fazer sem irritar o mundo exterior;
  • Em entrevista ao Chat Uol, ela revelou a preferência por japoneses. Segundo ela, estes são mais fáceis de serem sodomizados, dado a inofensividade em quesitos sexuais ativos;
  • Quando pequena, a menina Penélope demonstrava uma grande habilidade sexual, ao brincar de cavalinho com o pai. Desse fato, surgiu o carinhoso apelido de infância: Pennis, que, até hoje, é utilizado em meio familiar e em orgias.
v d e h
VJ's e Coisas da eMo tV MTV e outros Inúteis

MTV.jpg

MTV 2013: 15 minutosBento RibeiroBruno SutterCaroline RibeiroChuck HipolithoConeCrewDiretoriaConradoDeco NevesDidi (Gay)Diego QuinteiroFudêncioFunéreaFuro MTVGaía PassarelliGuria RetardadaHermes e RenatoJuliano EnricoLoira do AtonLucas StegmannPaulinho SerraPC SiqueiraTiti MüllerThunderbirdVJ

VJs Descartados: André VascoAdriane GalisteuArnaldo AntunesAstrid FontenelleBabiBarbixasBocãoCazé PeçanhaCésinhaChina (músico)Chris CoutoChris NicklasCláudia LizCrioloCuca LazarottoDani CalabresaDaniela CicarelliDidi WagnerDJ MarkyDJ NyackDominiqueEdgard PiccoliEdu EliasEllen JabourEmicidaEmoFabiana SabbaFábio MassariFabio RabinFelipe SolariFernanda LimaFernanda TavaresFernando MeligeniGastão MoreiraJairo BouerJoão GordoKid VinilKL JayLevyLobãoLorena CalábriaLuana PiovaniLudmila RosaLuisa MichelettiMarcelo AdnetMarcelo SommerMarcelo TasMárcio GarciaMarcos MionMaria PaulaMariMoonMaryeva OliveiraMax FivelinhaMionzinhoOtaviano CostaPenélope NovaPrimo PretoRafael LossoRafael RamosRestartRenata NettoRafael QueirogaRita LoboRodrigo CapellaRodrigo PFunkRodrigo LeãoRock GolSabrina ParlatoreSarah OliveiraSilvinha FaroSoninha FrancineSophia ReisTalita WerneckTathiana ManciniThaídeTio João PintoVanessa HadiZeca Camargo