Penthouse

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira da Inglaterra.png GOD SAVE THE DESCIC£OPEDIA!!

The Merlim's Order First Class garante que este artigo é 100% inglês. Ele é industrializado, casto, vitoriano e tem a aprovação de £ewis Hamilton.

Se o artigo for sem graça, é apenas humor britânico.
Queen picking.jpg
Penthouse
A vida no topo (e por baixo, e de lado...)
Kmcvauaijcmvj.jpg
Típico objeto usado pelos revistófilos
Editora Nenhuma
Testa-de-ferro Bob Guccione
Gênero Putaria
Origem Bandeira da Inglaterra Inglaterra
Rival
Nuvola apps core.png
Playboy
Fontes de Plágio Hustler
Objetivo Maligno Aumentar o crescimento de pelos nas mãos masculinas
Público Alvo Punheteiros
Nível de Corrupção Médio-cre
Aliados Private
Piores Inimigos A vaca da tua mãe
Leitores Ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Nerds virgens e obesos com mais de 40 anos que ainda moram com os pais
Colunista(s) Conchavado(s) Marc H. Bell
Pior Seção As que não tem imagens
No. de propagandas Não contei
Uso alternativo Limpar o chão do banheiro após gozar




Penthouse é uma revista destinada a machos publicada em diversas partes do mundo. Para total infelicidade dos fiéis devotos de Onã residentes no Brasil, a edição brasileira jamais chegou a ser lançada. E provavelmente nem irá, visto que nem a Playboy anda mais vendendo por aqui...

História[editar]

Uma safada querendo aparecer na Penthouse.

A Casa do Pente surgiu na Inglaterra em 1965 como uma revista normal direcionada para homens, sem qualquer vestígio de putaria. Obviamente, a revista não vendia porra nenhuma, já que a homenzaiada toda só queria saber mesmo era da Playboy. Em tese, ambas as revistas falavam das mesmas coisas, só que a Playboy tinha foto de mulher pelada, uma verdadeira raridade para a época, já que todo mundo andava sempre inteiramente vestido da cabeça aos pés. A Penthouse passou então a imitar a concorrente, trazendo ensaios fotográficos ainda mais pervertidos em suas páginas.

O tempo foi passando e a sociedade foi evoluindo, despindo-se literalmente dos pudores e permitindo que as pessoas usassem cada vez menos roupa ao longo dos anos. Com isso, a nudez deixou de ser uma novidade, e novamente as vendas da Penthouse começaram a cair.

Precisando se reinventar para não falir de vez, a revista fez uma nova alteração em seu conteúdo e passou a publicar fotos ainda mais explícitas, descambando geral para a pornografia a partir dos anos 90. Desde então, é uma das fontes de sacanagem mais rentáveis que já existiu.

Assunto[editar]

Ah sim, quase ia me esquecendo, a Penthouse também publica artigos! Nenhum deles é tão bom quanto os da Desciclopédia, mas ainda assim eles merecem algum crédito por isso, pois os editores se esforçam para encher linguiça com textos com os quais ninguém se importa e tampouco lê, só para não dizer que a revista só tem imagem (embora seja só isso o que interesse na mesma).

Dentre os vários assuntos falhadamente abordados estão esporte, automobilismo, informática, tecnologia, estilo e outros que são prontamente ignorados por qualquer um.

Pet Models e Traci Lords[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Traci Lords

Assim como a Playboy é famosa por suas Coelhinhas, a Penthouse tem suas modelos equivalentes, chamadas de Pets. Uma das mais conhecidas é Traci Lords, que saiu na revista quando tinha 15 anos (isso mesmo, QUINZE!) e estava no início de sua carreira de atriz pornô. Isso fez com que a Penthouse fosse a primeira revista da história a receber o exclusivo selo de aprovação do Pedo Bear, que até então era um certificado de qualidade muito raro.