Penza (óblast)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Penza(em russo, Пeнзa), a região das belas-artes e cultura refinada russa.

História[editar]

Matrioska. Uma arte penza patentiada.

A Penza antiga foi famosa por ter sido a região aonde Leonardo da Vinci disse ser o último lugar no mundo em que iria.

Situada próxima à Moscou, Penza foi estado russo criado durante a formação da União Soviética para trazer uma identificação maior ao povo russo. Deportaram para Penza então todos aqueles russos artistas desempregados de rua, assim afrontavam os italianos vincianos, criavam uma cultura russa, acabavam com o desemprego, removiam aqueles vagabundos que enfeiavam as ruas de todo país e ainda ficavam com a patente de toda a criação em Penza, afinal, na União Soviética sua criação não pertence à VOCÊ!!

A criação de Penza russamente conhecida é a Matrioska, os bonequinhos feiosos que nem para enfeitar direito servem, podem ser abertos e contem uma cópia identica ao boneco anterior aberto e assim sucessivamente infinitamente até o russo em questão enjoar de abrir bonecos. Estudos antropológicos investigam por que um ornamento tão comum e brinquedo tão sem graça faz tanto sucesso na Rússia, a resposta mais aceita é que na Rússia, o país do tédio, qualquer porcaria pode se tornar um divertido passatempo, a Matrioska agrada o povo russo, pois lhes dão um sentido na vida, além da teoria do paradoxo do infinito, cuja matrioska hipnotiza seu usuário a ficar abrindo e fechando aqueles bonequinhos por tempo inderteminado.

Etnia[editar]

Todos artistas russos, gays e usuários de boina e bigodinho que vivem na Rússia, se não quiserem ser linchados, vivem em Penza, onde pode-se fazer todo tipo de baitolice artística.