Pesquisa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Desidentificando.jpg

Elementar, meu caro descíclope!
Observando o conteúdo investigativo, percebe-se que este artigo se trata de um investigador, detetive ou enxerido.


Pesquisa é alguém tentando descobrir tudo a respeito de alguma coisa, nem que seja um sexólogo tentando descobrir quantas vezes é possível dar o cú. Depois dessa baixaria, prometo que não haverá mais nenhuma e, nem pesquise quantas vezes eu usei de baixaria nos textos porque nem vai ter tempo para tanto.

Pesquisando[editar]

Alguns seres fazem questão de uma pesquisa intensiva.

Toda pesquisa começa com um (ou mais ou beeeem mais) pesquisador. Nem venha achar que aquelas pseudo-pesquisas escolares são mesmo pesquisas, que às vezes o trabalhinho encardido foi copiado automaticamente de modo a mal ser entendido. Pesquisador é algo sério, mesmo quando faz pesquisa gozadas, sobre sex-shop, posições sexuais e coisas desse tipo. Um pesquisador pode ser muito gozado portanto.

As pesquisas tem que ser feitas com base em fatos, não se pode inventar nada, nem se lidar com teorias, a não ser que estiver fazendo pesquisa sobre teorias. Um pesquisador é também detetive, por isso Sherlock Holmes era pesquisador, embora ele nunca tenha achado nada que prestasse, mas não deixava de ser pesquisador, tinha que ser inglês pra procurar e nunca achar nada, tem gente que até acha sem procurar, mas inglês só é bom mesmo em surrupiar coisas alheias. Se não se descobrir nem achar nada a pesquisa é fail.

Quem não acha as pesquisas uma boa ideia são alguns seres que são pesquisados, tipo algumas classes de criaturas, em geral elas reagem de forma agressiva, por isso o pesquisador tem que prestar atenção eter muita cautela, senão pode acabar como aquele pesquisador de moreias, que são bichos que abocanham e arrancam coisas compridas como elas... Isso de coisas compridas gostarem de coisas também comprida não dá muito certo, sem querer dar moral para nenhum homofóbico.

O que é preciso[editar]

James Pesquisador descobrindo as bolinhas inchadas.

Todo pesquisador tem equipamentos apropriados dependendo da pesquisa a ser feita. Por exemplo se vai pesquisar sobre mangás, deve ter a mão cheia de calos, cara com muias espinhas, e imaginação, ou seja, é melhor antes de tudo que se goste do que vai ser pesquisado. Um geólogo pesquisando sobre eras passadas não teria companheiro melhor do que uma múmia viva, uma fonte de pesquisa riquíssima sobre acontecimentos passados. Uma múmia viva perfeita é muito resistente, tem saúde não se sabe de onde e muito conehcimento acumulado.

Se alguém vai pesquisar sobre coisas frescas é melhor que nãoseja muito macho, ou ao menos que tenha um lado biba bonzinho que gosta de tudo, porque, lembrando, é melhor que sempre se goste do que vai ser pesquisado para que seja bem feito. Pesquisando coisinhas frescas, deve-se ter em mente a palavra desgraçada kawai, se nãosouber oque é essa porra cor-de-rosa pesquise junto a um otaku, ele vai ficar no mínimo meia hora falando animemente animadamente e garantiria 70% da pesquisa. Fonte confiável cheia de coisinhas fofas saltitando.

Se você for um fresco (pode se abrir), e quer pesquisar coisas de macho, é menos complicado se você não apreciar coisas de macho para seu uso, mas adora ver essas características nos outros, o único problema é se ao longo da pesquisa tiver palpitações, se apaixonar(só sexualmente claro), dar gritinhos agudos, chamando a atenção de quem não tem nada a ver com a pesquisa. Mas se souber se controlar, as informações serão pegas sem problemas.

Lugares certos[editar]

Se for pesquisar de perto, cuidado com as picaduras.

Os locais podem ser qualquer um, desde que se possa colher informações, lembre-se de que o Google não é tudo sem vergonha, um pesquisador deve ir ao local, mesmo que seja sobre criminosos patológicos, estupradores, arrancadores de pentelho... è preciso ter coragem e ir até os locais e até os envolvidos. Se for pesquisar sobre esquilinhos, pode ser agradável e não ter nada dos mesmos perigos dos seres citadas anteriormente, a não ser que o pesquisador seja uma noz ou algo do gênero.

Para ir aos lugares que podem favorecer sua pesquisa seja sorrateiro como um detetive, lembrando do Holmes (Holmes e não Homer blé), se vista de periguete se for preciso, mas esconda esse saco claro. Talvez nem seja preciso nada dessas coisas, se o lugar já for algo aberto a quem quer que seja, como por exemplo um puteiro, onde a fonte de pesquisa é de fácil acesso, desde que você leve algum... Bom, a baixaria demorou para reaparecer, mas se quiser pesquisar onde tem mais baixaria: No puteiro ou na casa do caralho vá fazer uma pesquisa nos dois lugares.

Vasculhar também[editar]