Pejô

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikify.png Por favor, alguém arrume este pobre artigo segundo as diretrizes estabelecidas no livro de estilo antes que alguém infarte lendo esse artigo mal formatado...
AVISO: NÃO REMOVA ISSO ANTES DE TER CERTEZA ABSOLUTA QUE O ARTIGO JÁ FOI COMPLETAMENTE "WIKIFICADO", SENÃO VOCÊ PODERÁ SOFRER AS CONSEQUÊNCIAS!
Dica: não sabe como wikificar um artigo? Então leia AGORA o nosso Tutorial Wiki! Ou peça ajuda para os usuários mais experientes...
Francia d.JPG ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Cuidado! A qualquer momento um alemão pode invadi-lo!

Peugeot é como um bom vinho ruim: a garrafa pode ser até bonita, mas vai te dar uma dor de cabeça no dia seguinte. O porta-luvas é fundo pra poder encaixar o carnê.

Historicamente, é querido pelas mulheres porque defende a monogamia: se você comprar um, vai ficar com ele pra sempre. Mesmo assim quer separar? Se prepare pro prejuízo.

"-É tão lindo...pena que não tem buzina." - disse o cara depois do test-drive. Três croissants e 70 parcelas depois, saiu ostentando seu carro de 50 mil, na reserva. "Tem que importar a peça" - disse o mecânico. "Aquele barulhinho estranho é o motor, senhor", na concessionária. "Que bonito! Onde fica a frente?", Carla Peres.


Peugeot (em bom brasileirês, Pejô) é uma marca de carros que eu te dou um prêmio se você não souber! Seu carro de maior sucesso do mundo foi o Peugeot 206, que foi um dos carrinhos mais vendidos do mundo. Hoje, ele foi substituído por outra coisinha, o Peugeot 207. Essa coisinha nova é feio igual o irmão 206, só que tem uma boca maior na dianteira. O novo 208 é a mesma coisa, só deram um banho de DX.COM nele e cobraram 47x mais. O novo teto de vidro é feito propositalmente para você abstrair e olhar pro céu quando o carro parar de funcionar.

Outra teoria diz que "Peugeot" foi o que Napoleão disse aos seus soldados quando tentavam empurrar no tranco seu 206 aos pés da Torre Eiffel. Ele na verdade estava bêbado de tomar vinho e tentava perguntar se o carro "pegou" somente.

Apesar da maioria dos carros ainda serem caros para certos países, essa fama já está diminuindo, pelas incríveis promoções da Peugeot, com preços baixíssimos e nomes ridículos e nada a ver, como por exemplo Zero Grau, além do fato de clientes poderem financiar em até 80 meses, mesmo com 140% de juros totais.

Conceito[editar]

A marca comparada a outras como Fiat, Volkswagen, Chevrolet e até Ford, não deixa muito a desejar. Quando você pega Mercedes, Jaguar principalmente, que, estranhamente no mundo dos automóveis da um pau no leão da Peugeot, em quesito de confiabilidade, Land Rover, aí já é pedir demais pra que o carro seja mais confiável. Outro conceito é que os carros da Peugeot acima de tudo possuem uma ótima imagem, o que é ideal como argumento para vender os veículos sem ter que pensar na confiabilidade e no desempenho final, deixando a desejar nestes quesitos e mantendo a teoria de que aquilo que é feito na França é apenas um rostinho bonito (*ahem* Citröen ?), Renault não tanto por ser um veículo que, apesar de ter as mesmas características do Peugeot e ser francesa também, pelo menos não engana os clientes botando maquiagem num produto que não é lá tão melhor que um Astra 2.0 de 1995 que ainda não quebrou.

Mecânica[editar]

Os motores Peugeot utilizados na linha 208 e suas mais recentes adições são os mesmos utilizados pelos Citröen, pois ambas as marcas são amiguinhas e dividem plataformas e motores entre seus veículos. Estranhamente, apesar de se falar que a Fiat fica deixando seus clientes insatisfeitos pelos motores pegarem somente no tranco, ou pelo fato que possuem maior cilindrada cúbica ("1.8", "1.6" litros, etc.), os Peugeot brasileiros são montados com motores de no máximo 1600 litros, que geram até 122 CV. A versão turbinada é a mesma utilizada nos THP da Citröen empregados no C4 Lounge, até o ponto que este último não possui tantas revisões, o que aumentou a capacidade de potência do Peugeot 208 GTI para alguns cavalos a mais. Neste momento inusitado da economia brasileira, a Peugeot aproveitou para lançar um veículo relativamente inusitado para o mercado, que não via hot-hatches há algum tempo.

Suspensão[editar]

A suspensão do Peugeot é inusitada também, seus modelos possuem remendos, infâmes por colarem a frente de um modelo no outro e chamarem depois de coisas como "207 Brasil", sendo um modelo somente com a traseira de um carro e a frente de outro mais recente... Ao converter num sinal de Pare, ao gradualmente acelerar novamente o Peugeot é conhecido por imprevisivelmente sair de frente ou capotar, pelo fato que sua distribuição de peso é relativamente mal feita, e o torque extra do motor pode ocasionar com que os já empobrecidos pneus carecas de tanto tentar fazer drift para impressionar os amiguinhos com burnouts em avenidas pouco movimentadas e acabar batendo no poste ou na árvore mais próxima, ou dar de encontro com a guia da calçada e ***** a suspensão mais um pouco. Uma suspensão nova de um Peugeot em circulação possui na filial preço médio de R$ 4000, portanto isto acarreta na infeliz mal-condição de uso de um Peugeot comum, que pode vir lesionado e trepidar mais que um colchão de mola usado.

Design[editar]

O ponto forte da marca como um todo é o desenho dos seus carros. Pelo fato de o slogan ser "Motion and Emotion" (Movimento e emoção), a Peugeot apela bastante para comerciais como do novo modelo 208 em que o motorista apostava corrida com personagens da Corrida Maluca. Seu site é repleto de anúncios e revistas, por exemplo, há pouco avaliaram o novo 208 GTI e o comendaram como sendo uma das melhores adições e até classificaram-no como apto para concorrer com modelos de categorias superiores, como o Mercedes Classe A "AMG 360", e não tomar um pau, sendo ambos carros de tração dianteira (Mentira...) Modelos que concorrem com o novo Peugeot 208 GTI não possuem o design tão renomado, mas não deixam muito a desejar na mecânica, como o modelo de motor aspirado Renault Sandero GTI que no caso do Renault significa "Grade Turbo Ilustrativa", pelo fato de o modelo não conter turbo como o Peugeot, no qual a fábrica resolveu atribuir ao seu "GTI" como "Gay Turbo Included", pois o compressor de turbina é relativamente pequena, aludindo ao fato de que os carros produzidos na França possuem "pés" pequenos e no Brasil virem com motores menores ainda.

Ainda, pelo mais recente escândalo da Volkswagen ter ludibriado seus cliente e adulterado a octanagem do Diesel nos seus veículos na Europa, a Peugeot aproveitou para lançar uma massiva campanha do seu novo modelos para vender que nem água no Saara.

Conforto[editar]

O Peugeot tem um conforto relativamente descente, com ajuste de bancos, regulagem de altura, porém faltam itens como profundidade da direção, ainda que possua itens extras de conforto como computador de bordo em laranja, criando um ambiente relativamente aconchegante para os donos(as) dos seus carros. Possuí ar-condicionado digial e os modelos mais básicos são até melhores em desempenho e andar no "excelente" asfalto brasileiro sofrem menos ao contarem com peso total menor devido ao fato de terem sido abastecidos com menos combustível no posto Ipiranga, onde a gasolina adulterada acabou prejudicando o desempenho final do motor e o ar-condicionado estragou porquê ficou com o filtro entupido de fuligem do carro da frente que soltava fumegantes óleo Diesel na cara do motorista que tinha a suspensão fixa e o carro rebaixado. Quando ele foi estacionar seu veículo na garagem, a suspensão fixa arrastou a frente do carro e ele teve que deixar o veículo na rua, o qual inundou depois que uma forte torrente de chuva levou seu veículo até o mais próximo bueiro, onde ficou empinado e tomando granizo no vidro. Por não ter seguro o sujeito perdeu itens de conforto, mas conseguiu trazer o banco do motorista para casa e usar para assistir televisão.

História[editar]

Peugeot Tuning

Aquela fábrica, muito tempo atrás, quando sua avó era bonita (WTF?), eles vendiam bicicletas e, acredite (ou não), também fabricava máquinas de costura, tipo aquelas que minha avó tem em casa.

A Peugeot diz que em 2010 completou seu bicentenário, lançando, inclusive, séries especiais maravilhosas, o que é mentira (ou não), já que a família Peugeot, os que fundaram a marca, já participaram de investimentos toscos, como no ramo alimentício.

Outro fato é que os fundadores foram muito originais (Ou não) e [[cópia|colocaram o sobrenome da família como nome da bostamarca]](foram bem criativos, afinal ninguém faz isso; é que nem criar um time brasileiro com o mascote sendo um leão).

Carro que você nunca vai ter.

Comprando a Citroën[editar]

A Citroën, nos anos 70, estava falindo, porque, como qualquer típico brasileiro, estava investindo de modo muito ousado para seus podres limitados recursos, enquanto a Peugeot bombava. A Peugeot, com dó da coitada da Citroën, decidiu comprar a Citroën, formando o [[verdade|Grupo PSA™).

Carros[editar]

104 - 106 - 107 - 1007 - 108

201 - 202 - 203 - 204 - 205 - 206 - 206 Escapade - 207 - 207SW - 207CC

301 - 302 - 304 - 308 SW - 305 - 306 - 307 - 307CC - 307SW - 308 - 309

401 - 402 - 403 - 404 - 405 - 406 - 407 - 407 Coupé - 407SW - 408 - 4007

504 - 505

601 - 604 - 605 - 607

806 - 807

905 - 907

1008

4002

3008

Peugeot 207 Rcup

peugeot 308

Peugeot 308 coupe

Peugeot 308 SW


Outros

Boxer

Bipper - Bipper Tepee

Expert - Expert Tepee

Partner - Partner Tepee

Quark

P4

Hoggar