Peugeot 207

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Peugeot 207 apresentado no Fashion Gay Auto Show de 2008.

Cquote1.png PUG206-666-PQP Cquote2.png
Número do chassi gravado no vidro do Peugeot 207

Cquote1.png Adoro câmbio automático, bem! Fico livre para fazer qualquer coisa Cquote2.png
Bruno Chateaubriand sobre Peugeot 207

Cquote1.png Chiqueeeee... tenho um Cquote2.png
David Brasil sobre Peugeot 207

Cquote1.png Peugeot lança 207 série Hetero Cquote2.png
Site de carros sobre Peugeot 207 no dia 01º de abril

Cquote1.png Peugeot admet que le 207 Brésil est une honte Cquote2.png
Matriz da Peugeot, admitindo que o 207 brasileiro é uma vergonha

Cquote1.png Agora ferrou! Cquote2.png
Comunicado da Peugeot Brasil, quando tomou conhecimento que o 208 está sendo apresentado na Zooropa Europa

Cquote1.png Vamos lutar juntos contra a homofobia Cquote2.png
Adesivo que vem de fábrica, grátis, no vidro traseiro do Peugeot 207

Cquote1.png Durante o rala-e-rola desative os airbags laterais Cquote2.png
Aviso na etiqueta dos bancos dianteiros do Peugeot 207

Bela evolução.

O Peugeot 207 brasileiro nada mais é do que uma re-estilização do 206 executadas por 49 engenheiros, coordenada por uma criança superdotada de sete anos que já havia conhecido o 207 verdadeiro na Europa. Todas as mudanças propostas pelo garotinho foram vetadas pelos chefões da Peugeot, por conta de custos elevados. Como então não havia mais nenhum chefe de projeto, os 49 engenheiros consultaram suas esposas e manifestantes gays para elaborar as mudanças. Infelizmente, as pessoas consultadas deram valor apenas a um design mais gay francês, e nem citaram os 666 problemas do interior. A Peugeot aproveitou o lançamento do 207 europeu, comprou os estoques de faróis, logotipos (para enganar), frisos e parte do painel, criando em 2008, enfim, o 206,666 alterado pelo demônio 207.

Por fora, a frente até engana, mas o capô ainda tem aquelas duas saídas de ar que não servem para porra nenhuma. A traseira tem um retoque nas lanternas (que agora vem de fábrica com purpurina e nos para-choques (com abertura maior, hummmm...) só para dizer que não é o 206, enquanto a lateral permanece 100% igual, exceto pelos novos para-lamas cortados com faca de cozinha.

Por dentro, o volante é o mesmo do 206, mas algumas mudanças no painel enganaram os mais trouxas, com linhas do 207 europeu, mas sem nenhum refinamento.

Todos os problemas do Peugeot 207[editar]

Peugeot 207 com uma cor barata
Ainda bem que o dono desta Peugeot 207 SW cobriu o carro todinho!
  • Farol "giga-enorme", tão grande que dá para ver do banco do motorista. (É verdade)
  • Grade enorme que não tem nem metade de sua área aberta.
  • Rodinhas de kart.
  • Capas de retrovisor do Citroën C3 e do Xsara Pirrola Picasso, facilmente roubáveis por compradores de droga oxi.
  • Portas de dois metros na versão duas portas e 23 centímetros na versão quatro portas.
  • Para-lamas dianteiros de papel-machê.
  • Teto solar emperrado (que mentira, o 207 nem tem opção de teto solar, a não ser na versão Quiksilver, cujo teto só abre quando chove pra caramba, e que custa R$ 43.560 Madrugas).
  • Lanterna acumula borboletas e vagalumes devido à purpurina.
  • Peças que custam os óculos Ray-Ban da cara.
  • Porta-malas que acomoda pilhas AA, três folhas de papel, um vibrador (lógico) e palitos de dente que podem servir também como triângulo para sinalizar.
  • Pintura prata no painel que sai facilmente com umas unhadinhas.
  • Estepe na parte de baixo do porta-malas, que sempre está sujo, mais fedido que um escargot, vazio (é uma chatice calibrar) e pode não estar, pois o malandro da esquina pode ter roubado para vender, e comprar crack.
  • Entre-eixos suficiente para permitir uma suruba entre apenas três pessoas.
  • Desempenho fraco, consumo alto e velocidade limitada eletronicamente a 24 km/h.
Observe como o Peugeot 207 vem bem equipado na versão completa.

Se todos os problemas do 207 forem descritos esse artigo vai ultrapassar o número de caracteres permitidos a um artigo na Desciclopédia, estes são apenas os principais.

Versões[editar]

  • XR: Xi, Rapado.
  • XS: Xi, Safado.
  • X-Line: a mais pobre, onde o motor é opcional.
  • Quiksilver: vem com parafina no painel, um saco de areia no porta-malas e um teto solar que não funciona(A não ser que chova muito!).
  • Passion: com porta-malas maior, comporta mais coisas por trás (hummmm....).
  • SW: ideal para mamães e transporte de casais gays. Mas se der uma batidinha, o vidro traseiro (que abre independentemente da tampa) vai quebrar, assim como as lanternas, e o orçamento vai bater em R$ 11 000.
  • Hoggar: maior gambiarra já produzida por uma marca francesa no planeta Terra.

Perfis de donos[editar]

Os donos de 207 geralmente são pessoas de imagem.

  • Lésbicas que não tem grana para um Peugeot 307 ou 408, ou quem pretende estragar o carro e trocar por outra marca.
  • Apresentadores de TV que aparentam ser heterossexuais
  • Chefs de cozinha
  • Patricinhas (o 207 é o carro para ir à vitrine da esquina)
  • Machos vulgares (carro de rodízio, sempre são confundidos com gays e acabam trocando por um Polo, Fiesta ou Punto). Quem tem um Peugeot e é homem cola adesivos da academia para esconder a possibilidade de ser homossexual e coloca adesivos de lugares aonde viajou pra tapar os arranhões que seu carro tem após, devido ao seu complexo de inferioridade, sentar o pé no carro e apostar racha com oponentes imaginários que podem nem se dar conta que o sujeito está querendo apostar corrida com eles. Para os modelos automáticos do Peugeot 207, isto pode ser um perigo, devido à queima de óleo do câmbio ultra-moderno de incríveis 4 marchas, o que faz o Peugeot 207 chegar à incríveis quase 200km/h.

Fatos sobre o Peugeot 207[editar]

Foi assim que o Clodovil morreu.
  • A Peugeot oferece o serviço PrettyOwner aos compradores do 207, que inclui luvas para trocas de pneus, esmalte, lixadeira e batom.
  • Trouxas Quem compra o 207 SW Escapade completo ganha uma secadora de cabelos e um liquidificador de brinde.
  • O Peugeot 207 SW tem MENOS espaço de porta-malas que o 207 Passion Sedan.
  • O 207 automático tem pedal de embreagem.
  • O 207 automático é mais rápido que o Porsche 911 Turbo. (de ré)
  • O 207 manual custa a metade do modelo automático.
  • A revista Quatro Patas Rodas foi a única que tentou fazer a aceleração de 0 a 100 km/h do 207 automático, mas a embreagem bateu na cabeça do motorista.
  • Os bancos do 207 X-Line são feitos de bambu.
  • Um em cada 3 Peugeot 207 vem com motor pré-carbonizado. E outro em cada três vem com borra no cabecote do motor.
  • O estepe do 207 é mais difícil de ser retirado do que o do Hummer H2.
  • Os botões do rádio do 207 são menores do que o do seu smartphone.
  • O acionamento dos vidros elétricos fica no porta-malas acima do estepe.
  • O Peugeot 207 é concorrente direto do Chevrolet Agile - no quesito feiúra, lógico.
  • A tampa do porta-malas do 207 Passion é vetor do mosquito da dengue, pois ela é côncava para baixo como o sedan 607, e pode acumular água. Atenção, agentes de saúde!