Piedade do Rio Grande

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Piedade do Rio Grande é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Às vezes, uma criança atende na prefeitura.

Sciences de la terre.svg.png
Piedade do Rio Grande. Cidade maldita, medíocre. PODRE!!! Gentinha nojenta, analfabeta, escrota!! O mundo tenho nojo do povo que habita essa cidade. Políticos e eleitores igualmente nojentos!!.

Piedade do Rio Grande é uma cidade de Minas Gerais localizada na ponta de uma rodovia estadual, dentro de um buraco que não leva a lugar nenhum, além de ser a única saída para aqueles que tem sorte de sair desse fracasso de cidade. Estes "sortudos" normalmente são universiotários que não querem permanecer bitolados no cotidiano medíocre da cidade, mas acabam voltando para trabalhar como cabides de emprego na prefeitura da cidade que é a maior, e única, fonte de trabalho.

Política

Piedade do Rio Grande foi criada da maneira mais errada possível: nunca peça "piedade" de maneira adiantada, isso prova que você é um molenga. E nesse caso, o fundador era um. A cidade sempre foi muito infeliz na escolha de seus representantes, normalmente elegendo Prefeitos burros, ignorantes e semialfabetizados que sempre dão um jeito de conseguir diárias para encher o bolso. O Prefeito atual (o mesmo que ganhou de lavada do seu adversário burro)encheu a cidade de esperança prometendo um bom mandato. Afinal pelo menos ele tem um diploma universitário(meia boca). O que aconteceu é que, primeiramente, o excelentíssimo senhor prefeito empregou os membros da família, criou cargos especiais para remanejar os parentes incompetentes que ocupavam cargos de chefia para manter seus salários. Em seguida ele montou um corpo secretariado completamente incompetente formado por ex-retireiros e motoristas, mais uma prova da incompetência do prefeito. A câmara municipal é formada por analfabetos funcionais que não fazem a menor ideia do que estão aprovando e certamente nem leem os projetos da semana, as reuniões são transmitidas pela rádio local (dominada por crentes e beatas), as reuniões se transforma em um Talk show com a plateia formada pelos alunos delinquentes da Escola, que sempre usa a Casa legislativa como auditório( é sua melhor serventia). A única coisa que os vereadores saber é pedir mata-burro e quebra-molhas para agradar os eleitores burros que votaram neles, alguns casos a parte trabalham como pilantras arrumando aposentadoria e levando os velhos pra fazer exames de vista. Depois disso viram estrelas do Fantástico com suas caras gordas e vermelhas. O futuro político da não oferece nada que preste, afinal o que se pode esperar dessa cidade?


Cidade

Piedade do Rio Grande recebeu esse nome após o fundador ter percebido como é difícil administrar a cidade e que aquilo não era algo fácil como no Sim City em que tudo que você precisava fazer era recostar a cadeira e ficar curtindo o ar condicionado enquanto sua cidade se fode com poluição e que você tem apenas que construir ruas e esperar que os construtores vagabundos façam as construções... A realidade com que ele se deparou foi habitantes desocupados que ficam reclamando o tempo inteiro e pessoas que ficam "protestando" escondidos no Facebook, como os famos "Muda Píe","João Piedense" , "Seu Madruga Piedense", "Piedade Pensa" e outros revolucionários covardes que querem mudança sem fazer nada.

Em 2013 chegou em Piedade - pela primeira vez na vida - uma academia, transformando a maioria dos moradores em marombeiros, comedores de batata doce, frago e whey, e velhas abandonas que acham que estão na flor da juventude para ficar procurando macho 20, 30 anos mais jovens que elas. Em 2015 foi inaugurado o Taj Mahal, mais um elefante branco na cidade, ao lado do Parque de Exposições e a Biblioteca Municipal, que tem pouquíssimas utilidades. Alias, Taj Maahal, que nome estúpido, dinheiro não trás criatividade, e muito menos inteligência.

O Padre, um petista fanático, já mandou mais que o próprio prefeito - que não existe atualmente -, mandando desligar o som nas festas de rua que existem lá com frequência para a população que não trabalha mas tem dinheiro pra comprar muita pinga dos fabricantes locais.

Fernandes

Lá, a cidade é governada pela Família Fernandes. Eles fazem uma festa todo ano para -encher o cu de cachaça- festejar. Se você não for da família mas quer participar, a entrada é R$50,00. Algumas famílias menos importantes tentam copiar, mas com muito fracasso. A Família, que é muito grande, é considerada como o câncer da cidade, uma metástase na verdade, pois famílias menos importantes já foram contagiados por essa doença e acham que são alguma espécie de dinastia e querem seus lugares ao sol.

Vizinhança

As relações com Madre de Deus de Minas são muito tênues com Piedade do Rio Grande. Ambas as cidades querem disputar quem tem a gangue mais religiosa e em qual cidade houve mais massacres com motivação religiosa. Piedade do Rio Grande tem complexo de inferioridade, seria o irmão mais novo mongoloide já que Madre de Deus é mais desenvolvida mas não deixa de ser um irmão mais velho retardado.

De qualquer maneira, todos sabem que se Piedade do Rio Grande e Madre de Deus de Minas se juntassem não dariam nem uma São Vicente de Minas da vida... Ou então uma Santa Cruz de Minas... Ou qualquer outra cidade que seja pior do que elas e que tenham população baixa.

Economia

A cidade não tem economia, não tem produção leiteira, ou agrícola, ou nada do tipo. As pessoas que não estão, de alguma forma, mamando na prefeitura, estão fazendo sapato e nunca deixarão de fazer isso. Foca mais na produção agrícola de cogumelos radioativos e também na criação de Smurfs que servem para virar ouro para a cidade.