Pinhead

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Michaelmyers.jpg Este artigo é sobre um(a) ASSASSINO!

Este(a) louco(a) sadomasoquista provavelmente esquarteja suas vítimas, sofre de problemas mentais ou foi violentado(a) pelos pais. Se vandalizar o artigo, Dexter virá atrás de você!

Night creature.JPG Pinhead surgiu das trevas!!

Always lurking... Always in the darkness...

Puro osso.gif
Pensador trabalhando.jpg Pinhead é um filósofo
Portanto também é um deficiente mental...

Este é mais um desocupado que não tinha porra nenhuma pra fazer além de contemplar a empolgante vida sexual dos caramujos-de-jardim. Se você é uma pessoa provida de um pouco de sanidade mental, vá procurar algo melhor para ler, como uma bula de remédio!


Pinhead
Pinhead
Nascimento Desconhecido
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Ocupação Percussão do Slipknot
Altura 2,00
Signo Desconhecido
Cabelo Careca, cheio de espinhos.


Cquote1.png Você quis dizer: Tender Cquote2.png
Google sobre Pinhead
Cquote1.png Gabba Gabba Hey! Cquote2.png
Ramones sobre Pinhead
Cquote1.png Aquilo não é um cubo, se chama Configuração do Lamento. Cquote2.png
Nerd sobre cubo mágico satânico
Cquote1.png Mestre! Cquote2.png
Pein sobre Pinhead
Cquote1.png Quem esse merda pensa que é? O Jashinista aqui sou eu! Cquote2.png
Hidan sobre Pinhead
Cquote1.png Hellraiser!!! Cquote2.png
Ozzy Osbourne sobre Pinhead
Cquote1.png A natureza humana vive em constante mutação, tanto pelo terror, como pela tentação. Cquote2.png
Pinhead sobre Humanidade
Cquote1.png Te encontro no motel, tá gatão? Cquote2.png
Female Cenobite sobre Pinhead
Cquote1.png Cai fora daqui, baranga, ele é meu! Cquote2.png
Angelique sobre Female Cenobite
Cquote1.png A idéia das correntes foi minha! Cquote2.png
Shun de Andrômeda sobre Pinhead
Cquote1.png Pra onde foi aquele papo de "ninguém escapa de nós", hein? Cquote2.png
Kirsty Cotton sobre Pinhead
Cquote1.png Luthor, não sabia que tinha virado masoquista... Cquote2.png
Superman sobre Pinhead
Cquote1.png Qual o seu filme de terror favorito? Cquote2.png
Ghostface sobre Pinhead
Cquote1.png O verdadeiro nome dele é Elliot Spencer. Cquote2.png
Nerd viciado em filmes de Terror sobre Pinhead
Cquote1.png Minha melhor criação! Cquote2.png
Clive Barker sobre Pinhead
Cquote1.png Não faça isso! Cquote2.png
Pinhead sobre qualquer um que desvende o mistério do cubo mágico
Cquote1.png Já disse que não é cubo mágico, e sim Configuração do Lamento, porra! Cquote2.png
Nerd novamente sobre cubo mágico satânico
Cquote1.png Nosso líder! Cquote2.png
Cenobitas sobre Pinhead
Cquote1.png Outra Dimensão! Cquote2.png
Saga de Gêmeos sobre O Labirinto
Cquote1.png Uso os ensinamentos dele nas minhas aulas de filosofia Cquote2.png
Nerd psicopata viciado em filmes de terror sobre Pinhead

Pinhead veio das trevas para acabar com a raça da humanidade

Pinhead é um filósofo masoquista-sadomasoquista da década de 80, discípulo de Seu Madruga e mestre de Pain, e célebre por suas frases de efeito que expressam todo o ódio que ele sente pela raça humana, e também é o líder da gangue dos Cenobitas, criaturas horrendas das trevas vindos de um planeta distante de uma secular área em uma dimensão no sétimo céu, que caíram em desgraça e foram parar no planeta dos homens. A gangue dos cenobitas /cenobites\ enfrentaram a ira da população de seu planeta, que acometeram a gangue para fora do planeta. O motivo seria um programa de Reality Show popular neste planeta, conhecido como Big Brother, onde os 5 participantes estariam criando guerrinhas com outros participantes. A população em estado de idiotia mental, causada pelo programa, revoltou-se com os 5 participantes bizarros da casa, conseguindo expulsar o grupo.

Com o ostrascismo, os 5 monstros tiveram de encontrar um outro planeta, com pessoas em nível intelecdiota quase tão imbecil quanto aos moradores de seu antigo planeta,um novo planeta onde em cada esquina se encontra um bando de retardados coloridos , fãs de vampiros purpurinados, e com franjas maiores do que o corpo. O planeta escolhido foi a Terra, como sempre, invadida por monstros alienígenas de outras dimensões. Mas o que interessa é saber da história de Pinhead, pois os demais do grupo são meras ilustrações, ou seja, Pinhead é o frontman e o resto são os músicos da banda. Também é muito famoso pela sua personalidade sadomasoquista, onde ele defende que a dor é o que ensina o significado da vida, usando isto de pretexto para sair por aí matando todo mundo que invoca ele e sua gangue do Inferno a partir do momento que abrem uma espécie de cubo mágico, de forma lenta e dolorosa, principalmente se você for emo ou fã de Justin Bieber.

História[editar]

Pinhead e sua gangue
Uma das obras-primas de Sasori baseadas em Pinhead

Contrariando o tremendo bafafá escrito na introdução, Pinhead não era um ser das trevas de outro planeta. Ele era um ser das trevas do planeta onde vivemos. Pinhead vivia pelos cantos de sua casa, cortando o couro e a face do seu cachorro, enfiando pregos em seus braços e em seu rosto, escutando música satânica e gótica. Ele era um rapaz alegre, mas solitário, feliz, mas depressivo, simpático, mas endemonhado, que não gostava de falar com ninguém. Desde o dia em que foi parido pela sua mãe, Pinhead nunca saiu de sua casa. Ele até tentou sair da casa, mas sua mãe, super protetora, o prendia com algemas, correntes, coleira, cabresto, dedinho e cavalete no pescoço. O amor de mãe é simplesmente fabuloso. Para garantir a proteção do filho adorado, a mãe de Pinhead, dona Orclédia, metia chibatadas e fazia o adorado filho ajoelhar-se em milhos. Este amor maternal foi fundamental para Pinhead entrar no mundo das trevas, com um ódio supremo da raça humana, apesar de ser um humano comum também.

A infância de Pinhead

Quando sua mãe finalmente morreu, Pinhead, na flor morta da idade, conseguiu sair de casa, apesar do esforço em andar com quarenta quilos de chumbo nas costas, algemas nas pernas, braços, pescoço e orelhas, coleira presa na parede e um cão de guarda fazendo a proteção. Massivamente mastigado pelo cachorro, Pinhead sofreu pequenos ferimentos na cabeça, uns furos estranhos, e alguns cortes. Para cobrir estes buracos de dentes, ele teve a grande ideia de colocar pregos enferrujados para cobrir estes furos. A ferrugem do ferro misturou-se com seu sangue, que foi absorvida pela pele. Então, além dos furos, das mastigadas e cortes, Pinhead também estava com a pele toda manchada. Era o fim de sua carreira de modelo, que nunca havia começado. Abatido, desempregado e sem uma mãe carinhosa como a sua pobre e falecida genitora, Pinhead teve de pedir ajuda financeira ao governo de Getúlio Vargas. O tio Getúlio serviu como uma nova mãe para Pinhead, lhe ajudando com roupas, pregos sem ferrugens, armas químicas e doces de aniversário. Com uma nova mãe carinhosa e apoiando suas investidas, Pinhead agora poderia seguir com seu sonho de dominar o mundo, ou dominar um pedaço de sua casa, que estava até então dominada pelo cão de guarda que mordeu seu pescoço como forma de gratidão por ele torturar o pobre animal durante tanto tempo. Pinhead partiu para a vida do crime, poluição, sexo, drogas e Rock 'n Roll. Tentou, mas só conseguiu entrar no mundo das drogas mesmo. No crime ele foi rejeitado, na poluição ele foi regurgitado, as drogas rejeitaram ele também e com o Rock and Roll, Pinhead foi rejeitado pelo Diabo. Era tarde demais para tentar seguir uma carreira artística, então Pinhead largou os estudos da MIT e aliou-se a outros quatro vagabundos que sofreram as mesmas decepções com a vida. Juntos eles formariam o grupo dos cenobitas, que aterrorizariam os meros mortais.

Mundo do mal[editar]

E aí ele recebeu o cubo mágico
Este é o cubo mágico amaldiçoado

Líder de uma gangue amadora, que cometia pequenos furtos de jornais em portas de casas, que jogava bombinhas de São João em escolas, que cagava e não puxava a descarga, Pinhead logo foi preterido pelos líderes de outras gangues, mais bem estruturadas, que ganhavam assistência do governo. Desanimado, talvez pela completa incapacidade de liderar uma tropa de idiotas ou talvez por estar em um mundo fechado, onde os vândalos são tratados como vândalos, Pinhead decidiu pedir ajuda ao Diabo, aquele mesmo que tinha lhe rejeitado sua pessoa. Fez um pacto com o cramunhão, vendendo sua alma e a coleção de HQs do Batman em troca de sucesso. Mas o Diabo queria mais do que uma alma com o prazo de validade expirado e umas revistinhas nerds. O mestre infernal só trocaria o sucesso com Pinhead em troca da coisa mais valiosa para ele. Pinhead aceitou, muito triste, e cortou seu cabelo igual ao do Ozzy, seu ídolo. Ficou careca, mas teria o sucesso sonhado.

Com seus comandados, Pinhead conseguiu muito poder, suficiente para dominar todos os planetas, graças ao Rubik que ganhou do Diabo em troca de seus preciosos quadrinhos. Mas o poder subiu a cabeça de Pinhead, alcançando a altura dos pregos enfiados em sua cuca careca. Não bastava dominar o universo. Ele queria dominar outros universos, ainda que inexistentes. Com o seu cubo mágico, foi escravizando todas as pessoas do planeta Terra, começando pela professora daquela escola que ele atormentava com as bombinhas, depois passou a torturar todos os emos e coloridos com quem se deparava. Em pouco tempo, todo o planeta estava em suas mãos. Junto de seus aspones, Pinhead enfiou espetos longos nas pessoas, divertindo-se com o sofrimento de cada uma. Ele experimentou enfiar um espeto em si mesmo antes, para ter a ideia do sofrimento que as pessoas teriam. Ele sentiu por dentro o que todos experimentariam. Foi uma certa burrice fazer isto. Por culpa desta imbecilidade, Pinhead teve de acompanhar o sofrimento das pessoas em pé, pois teria de ficar sem sentar por meses.

Ataque aos humanos[editar]

Pinhead, ainda inexperiente, não sabia montar o cubo mágico das trevas
Pinhead, depois que perdeu no jogo do cubo mágico para Kirsty

Com o grande poder do cubo mágico satânico em suas mãos, Pinhead e os paga-paus torturaram todas as pessoas que estivessem a menos de mil quilômetros de suas faces. Dependendo da cara do freguês, Pinhead poderia fazer uma totura branda ou algo muito, muito, muito terrível. Uma das vítimas teve que limpar o banheiro de uma escola pública, e sem luvas. Este coitado nunca mais foi visto depois desta crueldade aplicada por Pinhead. Contudo, Pinhead tem um bom humor e muitas vezes deixa a vítima escolher a tortura. Uma da vítimas teve a sorte de poder escolher entre ser empalado com ferro quente cheio de espinhos, cortado em milhares de pedacinhos em uma piscina com água do mar, ser devorado aos poucos por formigas carnívoras maconheiras africanas ou ser beijado na boca pela Tati Quebra-Barraco. O sortudo preferiu ser empalado com o ferro espinhado em chamas.

Algumas vezes, por ter tido uma vida difícil, apanhando de valentões no colégio em que estudava, Pinhead fica um pouco irritado, e tortura centenas de pessoas em um única dia. Ele afirmou uma vez, para um jornal de um canal brasileiro cujo nome não é necessário falar, mas que o âncora tem mania de dar boa noite até mesmo ao meio-dia, que ele só tortura as pessoas quando o dia está calmo. Em dias agitados, Pinhead prefere entreter-se de outras formas, como por exemplo ouvindo uma boa música do Ozzy, adorando Jashin, praticando rituais sadomasoquistas, estudando Filosofia, torturando emos, e caçando uma tal de Kirsty Cotton, que já lhe passou a perna algumas vezes trapaceando no jogo do cubo mágico.

Poderes[editar]

Com a força de seu cubo mágico, Pinhead tem o poder da imortalidade. Ele é "imorrível" aos ataques das inúteis armas dos humanos. Nenhum arma pode atingir seu corpo. Mas é conveniente falar que Pinhead não é invulnerável. Quando alguma banda emo faz apresentações em programas da televisão, Pinhead fica aterrorizado e arrepiado, em estado de dor e sofrimento agudos (e quem não ficaria?). Quando acontece isto, fica fácil atingir suas partes baixas, fazendo ele se render. Mas nenhum humano jamais se atreveu a fazer isto com Pinhead. Ao contrário disto, os humanos preferem ir morar lá longe, no Burundi, ao invés de enfrentar Pinhead. Somente Pinhead tem o poder de completar o cubo mágico em dez segundos. Muitos já tentaram, mas conseguiram apenas fazer o cubo em quinze segundos. Este poder de completar o cubo em velocidade recorde faz inveja até ao próprio Diabo, que lhe deu o poder!!

Frases[editar]

" A essência humana vive em constante mutação, tanto pelo terror como pela tentação "

" Ah, a sina eterna da humanidade! Alegando ignorância, suplicando misericórdia. 'Por favor, me ajude. Eu não entendo!' "

" Nós somos os exploradores da mais profunda experiência. Demônios para uns, anjos para outros. "

"Sem lágrimas por favor. É um desperdício de bom sofrimento"

Ver também[editar]


HELLRAISER, I'LL PUT A SPELL ON YOU!
Fathead1.jpg


v d e h
Logo Terror.png
Boris-Karloff.png