Piranga

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
A digníssima prefeitura/banheiro público/câmara de vereadores/cracolândia/casa de mendigos de Piranga.

Piranga é uma cidade-fantasma dominadas por playboys em Minas Gerais. A cidade se consagrou na zona da mata por ter sido a única cidade que conseguiu se manter com o território inteiro depois de uma grande onda de emancipações. Também é conhecida como "cidade-da-mentira" ou "sin city" (ignore o nome fodão, é só apelido) pois foi a que mais exagerou na história de sua fundação.

História[editar]

A cidade de Piranga já era habitada desde 1695, ano de sua fundação, por dois garimpeiros, Coringa e o Pinguim, ambos estavam trabalhando em busca de um minério muito poderoso que tinha caído há milhares de anos atrás por ali. Por isso voltaram no tempo e começaram a escavar. Após calcularem que precisariam de mil anos para acharem a pedra que poderia transformá-los em fodões eles fabricam robôs para guardarem o município e procurarem por eles.

Logo, gira um rumor entre os bandeirantes e exploradores que havia uma região amaldiçoada onde Pôneis com olhos gigantes e cores características estavam atacando quem chegasse perto, ouvindo isso, o ousado Batman da época da colonização do Brasil vai investigar.

Ele acha os poneis e os derruba com facilidade, os poneis seriam robôs do futuro deixados pelo coringa e pelo pinguim. Ele vai atrás do comandante na época dos robôs e acha o Exterminador do Futuro controlando os poneis que garimpavam. O batman tem uma luta com os poneis e acaba destruindo o robô.

Após isso, ele transforma aquilo em uma cidade onde ele fica alerta e vigilante... Como prefeito. O prefeito da cidade é o 70º da linhagem batman e ele está até hoje protegendo a pedra das mãos do coringa e do pinguim.

Sim, a história é uma completa mentira, uma criançinha de oito anos com o mínimo de criatividade a escreveu e o prefeito pôs o dedo para sair como fodão. Na realidade, foram dois garimpeiros que pararam para cagar por aqui e consideraram que foi assim que fundaram a cidade. Foi isso. Aí deu preguiça de voltar e eles ficaram por lá mesmo.

Essa é a verdadeira história de Piranga.

Turismo[editar]

Fora isso, a cidade tem uma (se não a única) grande festa (algo raro na zona da mata com tantas festas como as da Polenta, as da Banana e as da Alface) que é realizada desde 1980 que é realizada em uma p´raça muito frequentada por playboys. Não se sabe qual é o nome da festa, também pouco se importa só se sabe que é realizada e alguns artistas aparecessem.

Quer dizer... Só artistas em processo de decadência, por isso o município já recebeu várias bandas dos seus pais, dos seus avós, o Zé Ramalho e funkeiros que estavam no caminho do esquecimento. Bandas de Axé também estão nessa lista. Apesar desse lado ruim, a cidade tem algumas lojas que prestam e poderia ser importante se já não houvessem outras cidades importantes.

A tradição artística, uma das partes da festa, vem do mestre piroca, digo Piranga, que fazia algo com a sua Mandioca.

Ver também[editar]

  • Caipira (pessoa que mora em Piranga ou mineiro, no geral)