Piraquara

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Piraquara (ou Pica na Cara, tanto faz a pronúncia) é uma cidade pequena o suficiente para ser chamada de "cu do mundo", mas grande o suficiente para ter suas próprias lendas urbanas e seus próprios serial killers locais. Piraquara é conhecida por (tentar) preservar os monumentos culturais e históricos antigos que foram construídos pela cidade, mas desde que o prefeito do Partido Popular Socialista assumiu o poder, apenas o puteiro foi preservado.

Cidade

O famoso "V" de Piraquara. Seria V do quê? De Viado, de certo.

Conhecida principalmente por ser um "grande" (está entre aspas porque de grande, só a escrotice do nome da cidade), Piraquara é tomada como exemplo de cidade caipira emergente, que quer entrar no clubinho das cidades grandes respeitadas, mas que não tem babacas habitantes suficientes ou então tem certa infamia para não fazer parte da tal panelinha.

No caso de Piraquara, são as duas coisas e mais alguns motivos inventados por mimimi das cidades grandes que não querem se misturar com os pobres de Piraquara.

Desde que o prefeito socialista assumiu a cidade, muitos monumentos históricos foram abandonados, pois pela primeira vez na história de Piraquara, um prefeito está fazendo alguma coisa... Mesmo que ele seja socialista e tenha desviado a verba das principais atrações turísticas decadentes de Piraquara.

Subliminarmente, a cidade é atravessada por um enorme "V", mostrando que o V de Vingança está observando os comunistas da região.

Economia

Ela era especialista na serragem de madeira e de araucárias, sendo que basicamente o motivo de Piraquara existir é focado na destruição desses pinheiros que até hoje são tratados como motivo de turismo para todo o Paraná.


Cquote1.png Certo... Mas e a economia atual? Cquote2.png
Você sobre Piraquara

Tumbleweed01.gif

Cquote1.png Hã... Hum... Eh... Vamos pular essa seção! Cquote2.png
Eu sobre Piraquara ser uma cidade aconômica (essa palavra não existe)

Lendas

Como já dito, existem apenas 3 lendas para a miséria de Piraquara. Se existe alguma coisa que está em excesso em cidades caipiras é o nonsense na hora de criar lendas.

As lendas vem a seguir, em ordem de maior cretinisse nas ideias.

  • Banheiro público amaldiçoado: Dizem que uma vez um operário teria ido ao banheiro público após comer uma receita de pai-de-santo unida com uma bela feijoada. Disseram que o banheiro ficou abandonado desde então, pois o cheiro estava tão fétido que o operário foi consumido pelas suas próprias fezes. Essa lenda teria sido inspirada no episódio de quando o prefeito teria comido uma feijoada pesada de uma lanchonete falida.
  • A mula sem pênis: WHAT??
  • V da Avenida: Como se não faltasse, existe um maluco que anda pela avenida com a máscara do personagem de V de Vingança, dizendo que irá matar o prefeito e que tem 500kg de dinamite nas calças e que não tem medo de detoná-los.