Planaltina de Goiás

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Perdeu perdeu! Cquote2.png
Ladrão sobre a vítima com a arma na cabeça dela
Cquote1.png Em Planaltina, você assalta o ladrão! Cquote2.png
Reversal Russa sobre a atividade noturna na cidade
Cquote1.png Houston, temos um problema Cquote2.png
Astronauta sobre a situação da lua cidade

Planaltina de Goiás é uma tragédia em forma de degradação cultural econômica e educacional um isolado município goiano localizado no Planeta Terra (pode acreditar).

É certo que a NASA ainda não descobriu a localização exata da cidade. O fato é que tem muito malandro foragido da justiça andando por lá, já que polícia é algo inexistente na cidade.Há indícios que a NASA já descobriu a cidade por causa de sua semelhança com a lua, pois crateras enormes vem sendo formadas e avistadas por todo o asfalto da cidade, fato esse que chamou a atenção da NASA.

Se Planaltina do DF já é uma bosta, imagine a de Goiás! Para sua segurança, mantenha-se o máximo possível afastado dessa cidade.

História[editar]

Uma cidadã local trabalhando em Brasília (no Setor Comercial Sul), para levar o pão para casa no final da dura noite.

Na época que criaram o Distrito Federal, a antiga cidade de Planaltina foi porcamente cortada ao meio pela divisa. uns felizardos ficaram no lado do DF, e a única vantagem que obtiveram foi não precisar ter o saco de votar em prefeito. O pessoal que ficou no lado de Goiás trataram de se esforçarem para criarem a pior cidade do mundo!

Com gravíssimo problema social-urbano-econômico-educacional-de segurança pública-que caralho de cidade, Planaltina de Goiás é mais um exemplo da desgraça que seres humanos são capazes de fazer.

Não passa de uma cidade dormitório do DF, onde a população inteira trabalha, estuda, assalta, faz programas ou estupra no Distrito Federal, e a noite vai dormir ou se esconder em Planaltina de Goiás.

Em Planaltina de Goiás parece que é legalmente aceito portar armas de fogo ao ar livre, já que absolutamente todo cidadão local tem uma arma na cintura. Surpreendentemente, a taxa de estupros é pequena em relação à taxa de homicídios, mas não se engane, é que o povo guarda de fazer essas merdas no DF mesmo.

Economia[editar]

Apesar do baixíssimo conteúdo intelectual da população, Planaltina de Goiás tem uma forte economia rural (de plantio e cultivo de plantas ilícitas). A respeitável economia de Planaltina de Goiás é baseada num princípio muito simples, pois se você quiser algo por lá, basta sacar sua arma de fogo de alto calibre e intimidar e persuadir a vítima a te passar o seu objeto de desejo.

Outra grande e relevante fonte de renda do povo de Planaltina de Goiás, diz respeito a toda vez que rola algum sequestro no DF, com 245% de certeza, o cativeiro da vítima fica em Planaltina de Goiás, e o pagamento do resgate é muito importante para as famílias carentes da cidade.

Política[editar]

Considerada uma das cidades mais corruptas do Brasil, visto a ignorância do povo humilde que nada faz para melhorar alguma coisa, doutrinados a se comportarem como cães, coisas bizarras acontecem na prefeitura e na câmara de vereadores dessa cidade. Houve em 2013, por exemplo, uma verdadeira dança das cadeiras no cargo de prefeito de Planaltina de Goiás, uma verdadeira batalha judicial que causou 25 posses de prefeito em apenas uma semana, e até hoje não sabe-se quem é o atual prefeito desse vilarejo.

População[editar]

A população inteira parece o James Bond, todos tem permissão para matar. A juventude da cidade atualmente não tem nada pra fazer aos fins de semana, então todos vão a praça para puxar um beque e cheirar crack.

Cultura[editar]

A cultura local é fortemente ligada aos hábitos de filosofias orientais, que defendem o pensamento da "Lei do mais forte", que apóia o livre anarquismo.

Lazer[editar]

O mais conhecido ponto de prostituição e lugar pra se mostrar que é puta e pseudoplayboy diversão é a chamada Praça Central, localizada no que eles chamam ser o centro da cidade perto da prefeitura. Lá no centro do fim do mundo todos os favelados se encontram com seus Gols, Golfs e Celtas (modelos típicos de pobres que acham que têm carro tunado) com algumas rodas cromadas compradas no Paraguai com o seu emprego de cobrador de ônibus, e lá ficam com seus aparelhos de som tocando o péssimo e velho funk com muito sertanojo.

As putas moradoras do sertão do Entorno DF se encostam nos carros afins de conseguir o pão de cada dia com o trabalho digno da "cidade". No centro se encontra a igreja católica e um parque com apenas uma roda gigante que volta à "cidade" de semana em semana.

Educação[editar]

Não existe ninguém em Planaltina de Goiás que tenha lido um livro, então investir em educação não é necessário, ainda mais porque caso o povo fosse bem educado, não perpetuaria os prefeitos e vereadores que diariamente cagam na cabeça de cada um dos moradores da cidade, que não fazem nada.

Basicamente a cidade tem um cursinho de Estelionato que forma todos os dias 300 novos criminosos, e a principal modalidade e clonar cartão de crédito e instalar chupa-cabra em terminais de autoatendimento pelo país.

Transportes[editar]

Como sabemos, o povo dessa cidade vive de parasitar o Distrito Federal, e por mais que conspirações afim de evitar essa praga no DF faça com que os ônibus sejam sucateados e caros, esse povo insiste em ir ao Distrito Federal todos os dias para trabalhar. No começo havia apenas uma empresa de transporte coletivo na cidade, a Rápido Neverland que quebrava funcionava diariamente, sendo um monopólio de um magnata do Texas que resolveu escravizar a população deste lugar, mas felizmente o seu império caiu dando origem a varias empresas com a sua filha mais nova, um negócio tão rentável quanto trabalhar cobrando altas passagens dos lavradores, pedreiros e empreguetes que vão diariamente ao DF.

Outro fato que é parte da história desse submundo, nesses 150 anos de degradação do Centro-Oeste, os buracos são a maior característica, especialmente no fim de ano, onde os pobres cidadãos que tem seus fuscas e brasílias, e o novo modelo do Gol quadrado que chegou recentemente a cidade (um lançamento!) quebram suas suspensões e furam seus pneus nas crateras.