PlayStation 2

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
U telec2k.jpg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos anos 2000!
Provavelmente ele se refere a coisas daquela época, tais como Counter Strike, Harry Potter e TV Globinho.

Cquote1.png Tem Bomba Patch? Cquote2.png
Brasileiro sobre PlayStation 2.

Cquote1.png Quatro-zero-zero-dois-oito-nove-dois-dois!! É o funk do Yudi que vai dar Playstation 2! Cquote2.png
Yudi Tamashiro sobre Playstation 2.
Cquote1.png O PS2 vai rodar Toy Story em tempo real. Cquote2.png
Ken Kutaragi sobre PlayStation 2.
Cquote1.png Tem Winning Eleven? Cquote2.png
Amigo chato sobre Playstation 2.

Gaystation 2, adaptação do console feita por argentinos.

PS2.gif PlayStation 2, ou PS2 para abreviar, mas todo mundo chama de Play 2 pois ninguém sabe pronunciar PlayStation, é o segundo console (computador que só roda jogos) da série PlayStation inventado pela Sono que competia com o Xbox e o GameCube na sexta geração de consoles, mas se você é brasileiro[1] nunca ouviu falar desses outros consoles e só teve a honra de jogar o PS2 em sua época - não é como você tivesse escolha. PlayStation 2 é o sucessor do PlayStation 1 e antecessor do PlayStation 3. Os nomes foram escolhidos por uma competente equipe de pesquisa de mercado, que decidiu estes títulos de última hora.[2]

Apesar de ser literalmente o pior console de sua geração, com um hardware fraquíssimo e inovação nenhuma, foi o sistema mais vendido não só da época, mas da história, vendendo mais de 155 milhões de unidades, perdendo apenas para o Polystation 2. Isso provavelmente se deve ao fato de que era o único console que era fácil de se piratear, continuando a tradição do seu irmão mais velho de ter milhares de camelôs vendendo jogos do sistema a preço de banana, só que desta vez, por ser DVD, a probabilidade do jogo não funcionar era menor, o que explica o grande sucesso do PS2... Que nada mais é que o console oficial das massas pobres da favela que faziam campeonatos de PES e Guitar Hero em troca de maconha e viravam tardes fazendo negrisse no GTA San Andreas.

A Sony sugou até a última gota do pobre coitado PS2 por seu ouro judeu, somente em 2013 (13 anos após o lançamento inicial do console) que eles resolveram que já não valia mais a pena explorar essa máquina preta. Isso provavelmente se deve ao fato do PlayStation 3 ter sido um fracasso e foram as vendas do PS2 que mantiveram a Sony viva durante este período. Como eles estavam prestes a lançar o seu próximo grande lançamento que iria revolucionar o mundo (é óbvio que estou falando do PlayStation Vita FAIL, Play 4), resolveram deixar de apostar seguro com o PS2 e resolveram arriscar... Só que não, pois com o PS4 eles só lançaram uma porrada de remasters baratos de se fazer que, inclusive, boa parte incluía jogos exclusivos de PS2, apostando na nostalgia dos jogadores que já estavam enjoados de zerar o mesmo game repetidas vezes no PS2.

E foi por esse único motivo que resolveram descontinuar o segundo console da série, apesar de ainda ter retardados pobres que jogam essa merda pois o emulador do mesmo é complicado pra caralho e requer um PC semi-decente para funcionar direito.

História

Típico jogo focado para o público que tem um PS2.

Inicialmente, o PlayStation 2 foi planejado para ser um empreendimento de fachada da indústria dos mod chips, mas recentemente com a adição de Linux, HD e emulador o PlayStation 2 se tornou o melhor cortador de grama do universo segundo a revista Time.

Tem um joystick com design arrojado (copiado do PlayStation 1, este que por sua vez foi copiado do SNES). É capaz de ficar na posição vertical (sem nenhuma vantagem funcional) caso o proprietário adquira nas lojas o suporte de plástico por US$19,00 (no Brasil, R$50,00 ou mais). Em 2003, foi lançado um novo modelo, o PS2 SLIM, que pode ter seu chip queimado depois de 0,000001 horas de jogo (!?).

Para jogar o PlayStation 2 com plenitude, é praticamente obrigatório que o proprietário compre um "Memory Card", que consiste em um pequeno pen drive de 8 MB que é vendido por US$25,00 (no Brasil, R$65,00 ou mais), apesar do videogame possuir entradas USB que teoricamente aceitariam pendrives de verdade, mas para arrancar mais dinheiro dos gamers, resolveram deixar só aceitando Memory Card mesmo, continuando a prática do PS1 de extorquir os gamers. Como a maioria que adquire PS2 joga jogos de futebol e de corrida, eles são os que mais se fodem pois os saves ocupam uma caralhada de slots, os obrigando a comprar dezenas de Memory Cards somente para manter seus jogadores de futebol elaborados e carros customizados.

Principais games

Como na época ainda era muito cedo para fazer ouro judeu com games remasterizados pois ainda era o segundo console da série,[3] a Sony resolveu lançar uma caralhada de sequências para franquias já existentes no PS1 - umas piores que as outras. Ou seja, a maioria dos games encontrados no PS1 têm sua versão no PS2, e também foram introduzidas várias novas franquias que conseguiram sucesso o suficiente para até hoje em dia explorar o jogador brasileiro com versões remasterizadas e DLCs para tais versões. Isso prova que o PS2 foi a vaca leiteira que mais rendeu para a fazenda Sony.

A seguir, algumas das franquias mais notórias que têm jogos no PS2.

Final Fantasy

FF é famoso por suas invocações em altos gráficos.

Já está prestes a ser lançado a 358627895786ª versão e ainda usam a mesma fórmula: uma história de amor entre os dois personagens principais, um reino fictício em perigo, um vilão que se transforma em um bicho hiper-super-megafodão. Apesar da repetitividade, é uma franquia apelativa devido aos seus games terem sempre ótimos gráficos (VIII pra frente) e... Ah! O fato de ser RPG e levar muitos nerds pro Lado Negro da Força.

Final Fantasy é uma franquia presente desde os primórdios da era dos video games e que até hoje em dia continua poluindo o mercado de games com suas mais de 8000 sequelas.

Devil May Cry

Até a Rainha dos baixinhos possui um!

Sobre um demônio de cabelos prateados que tem uma agência em que tem que caçar outros demônios.A jogabilidade é no melhor estilo "aperte quadrado um porrrilhão de vezes e saia matando todo mundo".Também possui uma versão anime, que tem muita, mas muita carnificina.

Kingdom Hearts

Sobre um moleque meio viadinho chamado Sora que vai parar em mundo da Disney depois de uma série de acontecimentos esfarrapados.Além da Disney,tem o pessoal do Final Fantasy também pra fazer a festa e o pessoal da Square-Eunucos tava sem ideia pra fazer alguma coisa que não fosse Final Fantasy.

Grand Theft Auto

Você controla um criminoso qualquer e sai matando,roubando,estuprando e tudo mais o que der na tua telha.Por esses motivos é uma das séries mais populares do Playstation 2 e porque favelados acharam um lugar onde podem vandalizar sem irem pra cadeia.

Tekken

Típico jogo de luta que tem gostosas usando trajes mínimos, um viado com cabeça de tigre e sarados ancéfalos e tem um chefão bizarro-apelão.

Guitar Hero

Xianghua e um de seus golpes mais perigosos (morte por hemorragia nasal).

Guitar Hero é um merda viciante jogo onde você só tem que apertar os botões certos até o controle quebrar só pra escutar uma música infernal.

Soul Calibur

Mesma bagaça do Tekken,mas com armas e Ring Out, além de acontecer em tempos medievais.

Fullmetal Alchemist

Tony Hawk Underground 2, feito especialmente para PS2.

Jogos de RPG de ação baseados no anime Fullmetal Alchemist,mas são extremamente fáceis e curtos,se brincar dá pra vencer em um dia(!).Também tem uma versão que é de luta,mas é tão ruim que não dá nem pra jogar.

Tomb Raider

Nada mais que uma versão feminina e siliconada de Indiana Jones

Sonic Eroes Heroes

Sua incrível arma secreta do PS2 que acabou com a concorrência da Sega, ou seja, o assassino do Dreamcast.

Tony Hawk's Underground 2

O jogo mais BR00TAL dos já lançados, você pode quebrar o skate (no chão ou em si mesmo), pichar paredes, quebrar monumentos, andar de skate, quebrar prédios, ficar com medinho do Jason no começo, quebrar trens... Enfim, o jogo todo se resume em quebrar coisas.

Jogos populares

A variada lista de jogos disponíveis para o PS2 no Brasil. Reparem na criatividade das capas.

Galeria

Ver também

Referências

  1. E é óbvio que você é, se não nem estaria lendo esta merda.
  2. Na verdade, o título era um placeholder que acabou ficando pois não conseguiram pensar em nada mais criativo.
  3. Na verdade, isso nem importava, pois gamers são imbecis e compram remasters de games para plataformas que nem foram descontinuadas ainda, só que na época a Sony ainda não sabia explorar a burrice do consumidor de games.