Podolatria

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Sinal deixado por um alienígena podólatra.

Podolatria é a arte de podar as unhas de modo a tornar a aparência dos pés mais agradável aos olhos, sem que necessariamente precise ser pedicure, apesar disso também é recomendável que se faça a poda do excesso de pele deixando os pés maciozinhos. O podólatra sofre grande preconceito por ser confundido com pedófilo, que por sua vez costuma gostar de pés exageradamente pequeninos e que vestem meias da Polly ou do Cebolinha. Felizmente, as pessoas estão compreendendo a diferença, e é compreensível que só agora isso aconteça, num lugar que onde Windows seja ecologicamente transformado em Uíndio...

Fazendo a Phoda[editar]

Entre os podólatras existem otakus. Repare como querem induzir o Naruto aos pezinhos da Hinata.

Esse profissional é muito importante, já que no banho não saem as saliências desagradáveis que seus serviços o fazem. Após a poda ser realizada com tesoura, alicate e afins, os pés estarão prontos para serem podados com os dentes. Mas, se tiverem bicho de pé, também devem antes ser podados com agulha, por outro lado se tiverem frieiras, devem ser submetidos ao podólatra Vodol.

Após isso, a poda pode passar à boca: o podólatra começa aos beijos, e depois às podadas com os dentes que devem ser leves, não podar necessariamente. Isso quando os pés já foram podados dos sapatos, botas, sandálias, etc. Podólatras costumam ser exigentes com essa parte, e só podam com os dentes se o pé também for podado de joanete, calosidade, e outas inconveniências.

Podólatra se arriscando para realizar sua fantasia.

Mas pés em ação o excitam, porém quando uma corredora ou bailarina tira o calçado é sempre decepcionante para o podólatra, que por sua vez sai correndo, como se tivesse visto algo assustador: não adianta pra ele a bunda da Ellen Rocche ou a cara da Angelina Jolie, se não tiver o pé nos conformes de sua exigência. Falando em exigência, ele gosta também de sapatinhas, sandalinhas, e até de sapatão, mas dessa última apenas se não estiver usando chuteira ou bota de soldado.

Falando nisso, é difícil ter mulheres podólatras porque não costumam ser boas jardineiras, mas podem, apesar disso, gostar de um pé de mesa. Não espere que apareça uma mulher podólatra pra beijar seu pezão tamanho de lancha (na verdade, é o bom macho podólatra quem tem que beijar e cheirar o chulé da gostosa - e inclusive gozar com eles, sendo particularmente um privilégio para mim e não um direito para zé-ruelas como você). Mas sempre é bom ter uma cadelinha para lamber seus calos, e não precisará deixar os pés de molho, para que eles saiam facilmente.